Imigração na Colômbia: O que é bom você saber antes de ir

Seja quem viaja para Bogotá, Cartagena ou San Andrés, é importante estar preparado para o momento em que for passar pela imigração na Colômbia. É preciso ter os documentos em dia e estar pronto para responder qualquer dúvida das autoridades. Para evitar problemas na hora de entrar no país, reunimos algumas dicas neste post. Confira!

IMIGRAÇÃO NA COLÔMBIA

| PRECISA DE PASSAPORTE E VISTO?

Para os brasileiros, é permitido apresentar apenas o RG no momento em que for passar pela imigração na Colômbia. Entretanto, é preciso estar com o documento em bom estado e com a foto atualizada para que a pessoa possa ser reconhecida. Apesar de não ser uma regra, é recomendável que o documento tenha sido expedido nos últimos dez anos.

Caso a autoridade não se considere satisfeita com o documento apresentado, ela pode pedir outro com foto para comprovar que você é mesmo aquela pessoa.

Imigração na Colômbia (Foto: Shutterstock)

Foto via Shutterstock

Lembre-se sempre que apenas o RG ou o passaporte são válidos para entrar na Colômbia. A certidão de nascimento não serve nem mesmo para recém nascidos ou menores de idade. Carteira Nacional de Habilitação ou carteira profissional também não são permitidas.

Então, apenas com o RG em bom estado e atualizado ou com o passaporte válido é possível entrar na Colômbia. Visto não é exigido para os brasileiros que forem viajar ao país.

 

| VACINA CONTRA FEBRE AMARELA

Este é um detalhe muito importante e que pode impedir que a viagem aconteça muito antes do momento de passar pela imigração na Colômbia. O Certificado Internacional de Vacinação Contra a Febre Amarela é exigido para os passageiros provenientes do Brasil.

Portanto, não adianta apenas ter tomado a vacina, é preciso levar o Certificado Internacional, pois ele já será exigido no momento do check-in ainda no Brasil.

+ Encontre seu hotel na Colômbia com desconto

Atente-se a este detalhe com antecedência, já que a vacina contra a febre amarela precisa ser tomada pelo menos 10 dias antes da viagem. Não adianta lembrar na véspera porque seu embarque não será autorizado.


| DOCUMENTOS

Então, para ficar mais fácil vamos listar os documentos necessários:

  • RG em bom estado com foto atualizada (recomendável com no máximo 10 anos de expedição) ou passaporte
  • Certificado Internacional de Vacinação Contra a Febre Amarela (lembre-se que a vacina deve ser tomada pelo menos dez dias antes da data da viagem)
  • Bilhete aéreo de ida de volta (ou com saída do país para outro destino)
  • Comprovante de hotéis ou carta convite de amigos (encontre seu hotel na Colômbia com desconto)

Embora não seja obrigatório, sempre é bom ter algum documento que prove seu vínculo com o Brasil.

 

| ENTREVISTA

Com todos os documentos em dia, chega a hora de finalmente passar pela imigração na Colômbia. Se estiver com tudo certo, dificilmente a entrada será negada.

Lembre-se sempre de ter a passagem de volta impressa ou no celular para mostrar às autoridades caso isso seja exigido. Não esqueça também de anotar o nome do hotel em que ficará hospedado. Em uma das vezes que fomos para o país, pediram pra gente o comprovante da hospedagem. Então, é bom ter tudo isso na ponta da língua e também na palma da mão.

De toda forma, só mostre os documentos (exceto o RG/passaporte) caso a autoridade peça.

Imigração na Colômbia (Foto: Esse Mundo é Nosso)

| SEGURO VIAGEM

Embora o Seguro Viagem não seja uma exigência para entrar na Colômbia, o país recomenda que o turista faça um. Eu mesmo sempre acho importante viajar com um seguro. A gente nunca sabe o que pode acontecer e quando estamos em outro país qualquer probleminha pode virar uma grande dor de cabeça.

Então, vale a pena fazer um seguro que dê cobertura para problemas de saúde e também com cancelamentos de voos e bagagem extraviada.

Aproveite e faça uma simulação no site da Seguros Promo. Lá, é possível avaliar e comparar diversas seguradoras. Use o cupom ESSEMUNDOENOSSO5 para ter 5% de desconto. Se pagar com boleto, você ganha mais 5% de desconto.

 

| CUIDADO COM A CONEXÃO NO PANAMÁ

Embora o passaporte não seja exigido para quem for viajar pra Colômbia, é preciso ficar atento caso seu voo faça conexão em outro país. Muita gente viaja de Copa Airlines e faz conexão no Panamá, ou seja, desce no Aeroporto do Panamá para trocar de avião e seguir viagem para a Colômbia (saiba mais).

Como para entrar no Panamá é exigido o passaporte, o passageiro em conexão precisa apresentar o documento mesmo que seu destino final seja a Colômbia ou qualquer outro país da América do Sul em que seja permitida a entrada apenas com o RG.

Um amigo meu ia para San Andrés com conexão no Panamá. Na hora do check-in, ele descobriu que precisaria do passaporte e não conseguiu embarcar. Um pequeno detalhe que pode estragar a viagem.

+ Encontre seu hotel na Colômbia com desconto

Ficou com alguma dúvida sobre a imigração na Colômbia? Deixe nos comentários!

+ Veja sobre taxas para entrar no país e outras informações

+ Veja todos os nossos posts sobre o país
+ Dicas para conhecer e curtir Bogotá
+ Cartagena: Quando ir, o que fazer e onde ficar

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Adolfo Nomelini

Jornalista formado pela PUC-SP e pós graduado em Comunicação em Mídias Digitais, é apaixonado por música, coxinha, televisão, seus óculos e internet. Trabalha há 8 anos com conteúdo online e passa boa parte do tempo "jogando o corpo no mundo, andando por todos os cantos e, pela lei natural dos encontros, deixando e recebendo um tanto".

1 Comment

  1. Alexandre disse:

    Gostaria de saber se preciso pagar algo mais pra ficar em san andreas.? Parece que vi alguem falar que tem qua pagar algo, por dia ficado na ilha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *