Jericoacoara: Passeio de buggy até Tatajuba e Lagoa da Torta

Além dos tours até a Lagoa do Paraíso, principal cartão postal de Jericoacoara, no Ceará, uma das atividades mais oferecidas pelas agências é o passeio de buggy até Tatajuba, que inclui a Duna do Funil e a Lagoa da Torta.

Também chamado de tour para o Litoral Oeste, ele dura cerca de 5h, normalmente começa no meio da manhã, podendo ser estendido e negociado com seu bugueiro (no final do post, falaremos sobre a contratação).

BUGGY ATÉ TATAJUBA, DUNA DO FUNIL E LAGOA DA TORTA

O ROTEIRO

Independente a agência ou bugueiro que você contrate, tour pelo litoral oeste inclui praticamente sempre o mesmo roteiro: Mangue Seco (com cavalos marinhos), travessia do Rio Guriú, Vila de Tatajuba, Duna do Funil e Lagoa da Torta.

Passeio de buggy até Tatajuba em Jericoacoara (Foto: Esse Mundo É Nosso)

 

PRAIA DE MANGUE SECO

A cerca de 5km da vila de Jericoacara, Mangue Seco é a primeira parada do passeio. A paisagem é curiosa, justamente por ser de mangue, com árvores secas e retorcidas.

Nessa mesma parada, o motorista oferece um rápido passeio de barco pelo Rio Camboa para os turistas verem de perto cavalos marinhos. Normalmente é cobrado à parte, em torno de R$10 por pessoa. Os barqueiros usam bacias para mostrá-los e depois os devolvem ao habitat natural.

Pode ser uma experiência legal pra quem nunca teve contato com os animais.

 

TRAVESSIA DO RIO GURIÚ

Dali, chega-se à praia do Rio Guriú, onde o buggy é colocado em uma pequena balsa e você atravessa junto dele. É um lugar legal pra tirar fotos e é curioso ver que toda a travessia é manual. Os barqueiros não usam nenhum equipamento mecânico, apenas troncos de madeira para empurrar a embarcação até a outra margem.

Passeio de buggy até Tatajuba em Jericoacoara (Foto: Esse Mundo É Nosso)

O próximo trajeto é em meio a um manguezal, já no município de Camocim.

Passeio de buggy até Tatajuba em Jericoacoara (Foto: Esse Mundo É Nosso)

 

 

VELHA E NOVA TATAJUBA

Seguimos de buggy até Tatajuba, a cerca de 25km de Jericoacara. Essa era uma antiga vila de pescadores que foi soterrada pelas dunas, por isso hoje é chamada de “Velha Tatajuba”. Ali pertinho, dá pra avistar a “Nova Tatajuba”, reconstruída na outra margem do rio.

Passeio de buggy até Tatajuba em Jericoacoara (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Passeio de buggy até Tatajuba em Jericoacoara (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Na parada no alto de uma pequena duna, moradores locais contam histórias dos tempos da antiga vila.

Passeio de buggy até Tatajuba em Jericoacoara (Foto: Esse Mundo É Nosso)

 

 

DUNA DO FUNIL

Essa foi uma das partes mais bonitas do passeio. O buggy percorre trechos enormes de areia, que mais parecem deserto, até chegar à Duna do Funil.

Passeio de buggy até Tatajuba em Jericoacoara (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Passeio de buggy até Tatajuba em Jericoacoara (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Do alto da duna, dá pra entender a imensidão desse cenário. Quando fomos (em maio), por ser época de chuva, havia uma lagoa, o que é ótimo pra quem quer praticar skibunda. As pranchas são alugadas no mesmo local onde param os carros (cerca de R$10 por uso ilimitado) e você pode escolher voltar morro acima a pé ou então os quadriciclos podem buscá-lo lá embaixo (R$5 cada vez).

Passeio de buggy até Tatajuba em Jericoacoara (Foto: Esse Mundo É Nosso)

É uma delícia descer essa enorme duna de skibunda e cair na água da lagoa. Se você for em uma época de seca, pode pedir inclusive para o bugueiro ir até lá embaixo no leito da lagoa com o buggy.

Passeio de buggy até Tatajuba em Jericoacoara (Foto: Esse Mundo É Nosso)

 

 

LAGOA DA TORTA

Nossa última parada foi na Lagoa da Torta. Não é uma lagoa tão linda quanto a Azul ou a do Paraíso, mas é bem gostosa e também tem as famosas redes coloridas de Jericoacoara esticadas.

Passeio de buggy até Tatajuba em Jericoacoara (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Passeio de buggy até Tatajuba em Jericoacoara (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Algumas barracas servem refeições e bebidas nas mesas que ficam na beira da lagoa. Você come ou bebe algum drink com os pés na água. É bem gostoso pra descansar e almoçar.

Passeio de buggy até Tatajuba em Jericoacoara (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Depois de cerca de uma hora por aqui, é preciso então voltar a Jeri. O trajeto de volta, com praticamente nenhuma parada, dura cerca de uma hora e ainda dá tempo de ver o fim de tarde mais famoso da vila, na Duna do Pôr do Sol.

 

VALE A PENA?

Se você já tiver feito os passeios para a Lagoa Azul e Lagoa do Paraíso, vale a pena sim. O tour de buggy até Tatajuba, Duna do Funil e Lagoa da Torta é uma boa opção para quem tem mais dias em Jericoacoara.

 

COMO CONTRATAR

Os passeios de buggy são facilmente contratados na pracinha principal de Jericoacoara. Logo pela manhã, algumas bancas são montadas e os próprios motoristas ficam por ali. Se quiser, você pode perguntar na recepção do seu hotel que eles sempre têm alguma agência ou bugueiro para indicar e já agendam o seu tour. Se preferir entrar em contato com alguma empresa antes da viagem, consulte no site de Jericoacoara.

Os carros levam até quatro pessoas. Se você estiver sozinho ou em casal, por exemplo, pode esperar um pouco até aparecer mais gente para completar o buggy e assim dividirem o valor. Os motoristas estão acostumados com isso.

 

QUANTO CUSTA

O preço do passeio de buggy até Tatajuba varia um pouco ao longo do ano. A média vai de R$250 a R$350 o carro. Se o movimento estiver meio fraco, insista e negocie preços melhores. Eu fiz isso e consegui um bom desconto.

+ Passeio até a Lagoa Azul e Lagoa do Paraíso

+ Duna do Pôr do Sol, o fim de tarde imperdível em Jeri

+ Onde ficar em Jericoacoara: Hotéis testados e aprovados

+ 15 coisas pra saber antes de viajar pra lá

+ Como chegar em Jeri vindo de Fortaleza

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Rafael Carvalho

Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *