15 coisas pra saber antes de viajar para Jericoacoara

Jericoacoara é um dos destinos mais incríveis do Brasil, mas também um dos mais ímpares, com características diferentes de outros importantes centros turísticos.

Quem vem em busca do clima tranquilo e rústico, das redes nas lagoas de águas cristalinas e dos passeios de buggy por dunas cinematográficas precisa se planejar um pouco antes e conhecer as particularidades do lugar.

 

15 COISAS PRA SABER ANTES DE VIAJAR PARA JERICOACOARA

1 – A 300Km de Fortaleza, chegar a Jericoacoara pode ser uma dura tarefa. Mas já publicamos um post mostrando as melhores e mais rápidas opções a partir da capital cearense. A boa notícia é que já há voos pra Jericoacoara, por enquanto operados pela Azul.

2 – Não é recomendável que você tente chegar de carro particular. É aconselhável que ele fique em Jijoca e o resto da viagem (cerca de 40 minutos) seja feita de jardineira. Se seu carro for 4×4, você pode contratar um guia em Jijoca para dirigir seu veículo pelas dunas até Jeri.

15 coisas pra saber antes de viajar para Jericoacoara (Foto: 4x4 Adventure)

 

3 – Não é permitida a entrada de carros particulares na vila. Eles ficam num estacionamento público e há transfers dali até o centrinho de tempos em tempos, nos dois sentidos.

4 – As ruas de Jericoacoara são todas de areia e terra. Elas dão o charme ao lugar. Portanto leve chinelos e deixe de fora da mala sapatos ou outros calçados que dificultem caminhar. Para as mulheres, esqueça a possibilidade de usar qualquer tipo de salto. Fique tranquila porque todo mundo sai à noite, mesmo arrumado, de chinelos.

15 coisas pra saber antes de viajar para Jericoacoara (Foto: Esse Mundo É Nosso)

5 – Apesar do clima rústico, as opções de gastronomia e hospedagem podem ser bem sofisticadas e caras. Há opções pra todos os bolsos (consulte opções de hotéis).

6 – Se seu banco não for Bradesco, vale levar dinheiro vivo, apesar de muitos restaurantes e bares aceitarem cartões. Há um representante deste banco num mercadinho na praça principal, que segue o horário bancário inclusive para saques.

7 – Se precisar mesmo sacar dinheiro, você pode recorrer aos supermercados da Rua Principal. Eles cobram uma taxa que pode variar e 10% a 20% e passam o valor em débito.

8 – Há internet Wi-Fi nos hotéis, bares e restaurantes, embora um pouco lenta. A cobertura celular é boa, até mesmo nas lagoas mais distantes, e com internet 3G.

9 – Se você estiver sozinho ou até mesmo em apenas um casal, pode compartilhar o buggy para fazer os principais passeios, como para a Lagoa do Paraíso. Verifique com seu hotel ou vá até a Rua Principal pela manhã, perto da pracinha, e aguarde aparecerem outras pessoas para dividirem o carro. Sai mais barato e você ainda faz amizade.

10 – Se não quiser fazer um passeio completo de um dia, mas sim apenas visitar a Lagoa do Paraíso, caminhonetes partem de tempos em tempos da Rua Principal direto pra lá. Elas costumam cobrar cerca de R$12.50 por cada trecho e você deve combinar o horário de retorno (saiba mais).

15 coisas pra saber antes de viajar para Jericoacoara (Foto: Esse Mundo É Nosso)

11 – Dá pra ir a pé para a Pedra Furada, um dos símbolos de Jericoacoara. A caminhada é de cerca de 40 minutos e deve ser feita na maré baixa. Evite ir sozinho ou levar objetos de valor, pois há relatos de alguns assaltos no caminho.

15 coisas pra saber antes de viajar para Jericoacoara (Foto: Esse Mundo É Nosso)

12 – Se quiser conhecer a Pedra Furada, mas sem encarar a longa caminhada, confirme com seu “bugueiro” que o passeio até as lagoas do Paraíso e Azul passará por lá.

13 – Nos passeios de dia todo para lugares mais distantes, como Tatajuba, você pode combinar com o motorista para levar um isopor com bebidas e comidas. Eles não se importam. Já para as lagoas mais próximas, como a do Paraíso e Azul, há estrutura de bar no local e a viagem não é tão longa.

14 – Outro ponto turístico famoso é a Duna do Pôr do Sol, bem perto do centrinho. Todas as tardes, uma multidão sobe a montanha de areia para curtir o pôr do sol. Fique atento para não perder esse espetáculo, pois ali, como em boa parte do Nordeste, o sol se põe bem mais cedo, por volta das 17h30.

15 coisas pra saber antes de viajar para Jericoacoara (Foto: Esse Mundo É Nosso)

15 – A noite acontece nos bares da Rua Principal e termina animada na Rua do Forró. É tradição no final da Rua Principal, bem na areia da praia, barraquinhas venderem deliciosas caipirinhas dos mais inusitados sabores, até de banana.

EXTRA: Desde setembro de 2017, uma taxa de turismo é cobrada dos visitantes por dia de estadia na vila. Nós explicamos em outro post como pagar e todos os detalhes.

+ Como chegar a Jericoacoara a partir de Fortaleza
+ Lagoa do Paraíso, o principal cartão postal
+ Onde ficar na Praia do Preá

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Rafael Carvalho

Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.

16 Comments

  1. Mario disse:

    Jeri é uma vila aconchegante sim, porém o que vale mesmo são os passeios, leste e oeste. A praia da vila não é ruim, tem dias que está bem bonita, tem a duna do por do sol e a caminhada até q pedra furada é interessante, porém a pedra em si…nada demais.
    O lado chato da vila são os vendedores de pacotes de passeio, que a partir do segundo dia já começam a irritar. Realmente chato ir passear e ter de ficar o tempo todo sendo abordado. Também tem os que ficam na frente dos restaurantes chamando…os do bar do bigode são os piores. Falando em restaurante, tem de pesquisar bem e evitar querer pagar pouco. Evitar o peperino, bar do bigode e o sapão, já é um bom começo. Três dias já é o suficiente, um pra cada passeio, leste e oeste e mais um pra conhecer bem a vila, se tiver paciência de aguentar os vendedores de passeios. Enfim, lugar legal se você tiver dinheiro pra não precisar r por preço e se arrepender depois. E outra, bem importante: se tiver algum problema nas pousadas, se deu mal, pois são relaxados e não resolvem nada, pois sabem que as cvcs da vida vendem pacotes a rodo e sempre tem turistas.
    Obs: tivemos a sorte de ir em 2019, ano em que choveu no 1° semestre,pois não chovia a 10 anos e mesmo assim as agências vendiam os pacotes pra turistas coitados com fotos de épocas em que qs lagoas estavam cheias. E só deve ir pra lá no segundo semestre, depois das chuvas, antes é roubada.

  2. IGOR DOS SANTOS SOUZA disse:

    Mas nessa época a água não é limpa devido às chuvas . Porque não fala isso. Iria evitar que as pessoas ficarem decepcionado com a qualidade da água0

  3. larissa disse:

    Boa tarde, estou pensando em ir em Jericoacoara
    em Março esse mês lá chove?

  4. Lisiane sousa disse:

    FUI para jeri no carnaval , não houve em nenhum momento brigas ou até mesmo bagunça , tudo muito tranquilo e aconchegante porem muitos dias de chuva porque lá era inverno .

  5. Rosa Frinhani disse:

    É a segurança privada lá como que é, pergunto..porque sempre é bom saber, porque se a violência nos grandes centros está demais,o desemprego,a falta de segurança oferecida pela polícia, o que será se esses bandidos decidirem investir em ir pra lugares como este pra fazer assaltos aos turistas.as coisas estão muito esquisitas em nosso país.

  6. Enzo disse:

    Nossa que lindo, eu gostaria muito de morar no Jeri, uma vida tão tranquila e relaxada deve ser o melhor do mundo.

  7. ana paula disse:

    Fortaleza tem varias opções que não esta nesse roteiro. praias que ainda não tem estrutura sofisticadas, porem belas. praia Baleia, Fleixeiras, Icari de amontada, almofala tantas outras.

  8. Virgínia disse:

    Fui a Jeri agora em outubro 2016,fiquei encantada pelo lugar,suas ruas de areia,comida boa,povo simpático,mas,a única coisa que me impediria de voltar seria os maus tratos com os animais,a tarde eles colocam cavalos para passear,mas os pobres bichinhos ficam naquele sol escaldante sem água e comida,e, se vc questionar eles são bem mal educados,outra coisa,tem muito gato e cachorro abandonado por lá,da muita dó,os bichos todos famintos e com sede,e de apertar o coração,as patinhas dos cachorros deformadas pela areia quente,pq eles ficam atrás de comida e água ,teve um dia que apareceu uma cadelinha que tinha tido filhotes ,a bichinha estava passada de fome,chorei,vontade de trazer todos,espero que is comerciantes do local façam alguma coisa a respeito,pq por mim não volto mais,mesmo sendo muito linda

  9. Diellen disse:

    Já vi pessoas reclamando que a praia principal de Jericoacoara mesmo é ruim, com areia grossa, escura e com uma faixa muito larga que aumenta a distância entre as barraquinhas e o mar. Qual a opinião de vocês? Qual é a praia para se ficar caso não queira fazer passeios todos os dias?

    • Oi Diellen, tudo bem?
      Eu concordo até. A praia de Jeri não é das mais bonitas, não. A graça são mesmo as lagoas, que são maravilhosas. Se você não for às lagoas todos os dias, terá mesmo que ficar na praia da vila. Eu fiquei alguns dias. Ali tem um beach club bem bonitinho chamado Club Ventos, que dá pra passar o dia.

      Abraços,
      Rafael

      • Rosa Frinhani disse:

        O que você me diz sobre a segurança em Jericoacoara.???Tem pelo menos um posto policial ou delegacia?

        • Oi Rosa, tudo bem?
          Eu não me senti inseguro em momento algum. Há um posto policial sim, se não me engano são 12 policiais na vila. A delegacia mesmo fica em Jijoca, que é a sede do município. Mas há sim relatos de algumas confusões com os moradores, como brigas em bares. Acho que a dica é frequentar os lugares mais turísticos e evitar andar sozinho à noite.

          Abraços

  10. André de Oliveira Torres disse:

    Adorei Jericoacoara, lugar muito lindo e a culinária é excelente, porém o acesso é péssimo, fomos com a empresa que faz o traslado de fortaleza até a vila e tivemos alguns problemas bem consideráveis, o ônibus quebrou a 100 km de Jijoca e ficamos 3h,esperando um novo transporte, na volta colocaram muitas pessoas na jardineira que nos leva de Jijoca a Jericoacoara e fomos bem apertados, aconselho a procurarem outra forma de traslado.
    Obs. O ônibus na ida estava repleto de baratas.

  11. Viviane disse:

    Adorei as dicas!!! Vou para Jeri em junho e suas dicas vão me ajudar basante.

  12. Betina disse:

    Fui a Jeri a última vez em 2010, e tenho ouvido que tem ficado muito cheia. O que vocês acharam?
    Ah, se der, passem lá no meu blog, lançamos essa semana> http://www.carpemundi.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *