Lavandário de Cunha: Como chegar, dicas e horários

O Lavandário de Cunha é, sem dúvidas, um dos lugares mais bonitos que já visitamos no interior de São Paulo.

Com ares de Provence, na França, o local abriga uma linda plantação de lavanda e tem outras atrações imperdíveis.

Neste post, damos todas as dicas sobre o Lavandário de Cunha. Além disso, contamos curiosidades sobre a lavanda e falamos o que esperar da sua visita ao local.

Lavandário de Cunha: Todas as dicas

Antes de mais nada já aviso, reserve algumas horas para conhecer o Lavandário de Cunha com bastante calma. Com certeza, será um passeio inesquecível. Inclusive, aproveite para ver as nossas dicas de hotéis e pousadas em Cunha.

Confesso que eu já esperava muito do lugar pelas fotos que tinha visto na internet, mas fui surpreendido de maneira muito positiva.

O Lavandário de Cunha traz uma paz inexplicável e, como é bem grande, é fácil fugir das aglomerações.

Nós chegamos lá por volta das 15h e ficamos até o pôr do sol. Aliás, o Lavandário foi inaugurado em 2013, possui 4 alqueires e está a 1200 metros de altitude.

Uma coisa que me chamou muito a atenção foi a estrutura e o cuidado de todo o lavandário de Cunha. Por todo canto, há placas explicativas sobre os itens plantados, além de ser tudo muito lindo, organizado e limpo.

Pessoas no Mirante do Lavandário de Cunha, no interior de São Paulo, com plantações de lavanda e vista das montanhas
Mirante (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Vale a pena andar por lá sem rumo para sentir os cheiros e ver cada plantação. Além disso, é bom reservar um tempinho para experimentar as delícias feitas com lavanda no café e ver os produtos feitos por eles na lojinha.

Mas chega de papo, vamos às dicas práticas para a sua ida ao Lavandário de Cunha.

Onde fica o Lavandário de Cunha?

O Lavandário de Cunha fica no km 54,7 da estrada SP 171, que liga Guaratinguetá a Paraty, no Rio de Janeiro.

Embora esteja bem perto de Paraty, a estrada até lá não é das melhores. Portanto, se você resolver fazer um bate e volta da cidade fluminense até o Lavandário, tente ir durante o dia para não pegar a estrada à noite.

Plantação de lavandas com vista para a montanha em Cunha, interior de São Paulo
(Foto: Esse Mundo é Nosso)

Como chegar ao Lavandário de Cunha?

O Lavandário está a 8 km do centro de Cunha. Uma dica importante: como está localizado do lado esquerdo da estrada, o ideal é passar direto até um pouco mais à frente e fazer um retorno. É mais seguro, já que a estrada é bem sinuosa.

Quem está em Paraty, também pode fazer um bate e volta para o Lavandário, já que a cidade histórica fica a 38 km de lá. Mas como já falamos, evite pegar esta estrada durante a noite.

O ideal é ir de carro para conseguir aproveitar tudo com calma. Lá há estacionamento. Se preferir, pegue um táxi em Cunha, mas já combine com o taxista o horário de te buscar, já que o Lavandário fica no meio da estrada.

Outra dica importante: para chegar ao Lavandário de Cunha é preciso passar por uma subida bem íngreme depois da portaria. Se achar que o carro não vai aguentar, deixe-o no estacionamento da bilheteria.

A única empresa de ônibus que vai para Cunha é a Viação São José (rodotursaojose.com.br). Então se vier de São Paulo ou do Rio, o melhor é ir até Guaratinguetá, que fica a 52 km de Cunha, e trocar de ônibus lá.

Quanto custa o ingresso do Lavandário?

O ingresso para o Lavandário de Cunha custa R$ 15 para adultos. Maiores de 60 anos pagam R$ 7. Crianças de até 12 anos não pagam. Lembrando que esse valor foi checado em julho de 2021.

As entradas podem ser compradas na própria bilheteria do local. É possível pagar com cartão de crédito ou débito.

Atrações do Lavandário de Cunha

A visita ao Lavandário de Cunha é inesquecível. São 40 mil pés plantados com 10 mil floridos. Como eles fazem uma poda rotativa, sempre há flores em algum canto.

Lavandas do Lavandário de Cunha, no interior de SP.
(Foto: Esse Mundo é Nosso)

A espécie cultivada é a Lavandula dentata. A meta é chegar a cerca de 100 mil pés.

Além disso, há plantações de alecrim, verbena, gerânio e manjericão. Tem também oliveiras, limoeiros, aroeira e laranjeiras.

É um excelente passeio em família.

Rampa que dá acesso às plantações de lavanda, verbena e alecrim no Lavandário de Cunha
(Foto: Esse Mundo é Nosso)

Praticamente todo o lavandário tem fácil acesso com rampas ou escadas. Além disso, o espaço conta com mirantes que têm visuais incríveis.

Sorvete de Lavanda do Lavandário de Cunha

Um dos pontos que mais me chamou atenção durante minha visita ao Lavandário de Cunha foi o café que tem por lá.

Sorvete de lavanda em meio a plantações no Lavandário de Cunha, no interior de SP
(Foto: Esse Mundo é Nosso)

É possível experimentar café aromatizado com Lavanda Hidcote (R$ 10) e diversos tipos de chá, como, por exemplo, o com folhas de oliveira, flores de lavanda e hibisco (R$ 15).

Mas confesso que o que mais me despertou interesse foi o sorvete de lavanda. Tem também de alecrim, verbena e chocolate belga com lavanda (R$ 15). Estava muito curioso para experimentar e achei ótimo.

Plantações de lavanda com vista para a montanha no Lavandário de Cunha
(Foto: Esse Mundo é Nosso)

Tomamos o de verbena e o de lavanda. Ouvimos várias pessoas dizendo que não gostaram, mas a gente gostou bastante. Claro que dá uma certa confusão mental rsrs. Parece que estamos comendo um produto de limpeza ou sabonete, mas o sabor é realmente bom.

Além disso, há ainda bolinhos e chocolate quente com lavanda.

Lojinha com óleos e mais itens

Quem disse que é só museu que tem lojinha? O Lavandário de Cunha também tem um cantinho com produtos feitos por eles.

Vista do prédio onde funciona uma lojinha
(Foto: Esse Mundo é Nosso)

É possível encontrar shampoo, condicionador, hidratante, sabonete, colônia, aromatizadores de ambientes, flores desidratadas, sachês, velas e óleo essencial. Além disso, eles vendem a muda da lavanda para quem quiser plantar em casa.

Tem ainda objetos de design para mesa, louça e muito mais.

Espaço Bem-Estar do Lavandário

O Lavandário de Cunha também tem uma área dedicada a quem quer sentir na pele os benefícios da lavanda.

No Espaço Bem-Estar é possível agendar massagens com óleos essenciais e outros itens, como mel de flores de lavanda, nas mãos, no rosto, no corpo e nos pés.

Aliás, uma informação importante e que eu não fazia a menor ideia: para fazer 500 ml de óleo, é preciso 80 kg de lavanda. É muita lavanda para pouco óleo, né?

Programa Vivências

Suspenso durante a pandemia, o programa Vivências permite que grupos de até 15 pessoas vivam verdadeiras experiências no Lavandário.

Plantações com vista das montanhas
(Foto: Esse Mundo é Nosso)

Eles aprendem a plantar mudas, podar lavandas e veem como funciona a destilação do óleo essencial.

Melhor horário para visitar o Lavandário de Cunha

Embora pela manhã e começo da tarde, as flores da lavanda estejam com cores mais fortes por causa da luz do sol, pra gente, o melhor horário de visitar o Lavandário de Cunha é a partir do meio da tarde para curtir o entardecer.

Pôr do sol entre as plantações de lavanda em Cunha, SP
(Foto: Esse Mundo é Nosso)

Como eu já disse, nós chegamos por lá por volta das 15h e ficamos até o pôr do sol. De lá, é possível ver o sol cair sentado entre as plantações de lavanda. É muito lindo e inesquecível.

Pessoas sentadas entre as plantações para ver o pôr do sol
(Foto: Esse Mundo é Nosso)

A vista das montanhas é incrível e com as lavandas fica tudo ainda mais perfeito.

Acredito que 2h sejam suficientes para andar por toda a estrutura, tirar muitas fotos, passear na lojinha e ainda experimentar o sorvete ou o chocolate quente do café.

Pôr do sol no Lavandário de Cunha entre as plantações de lavanda
(Foto: Esse Mundo é Nosso)

Nós estivemos por lá em junho e achamos a época ótima. As plantações estavam lindas e o local não estava absurdamente cheio, mesmo sendo um sábado, como deve acontecer principalmente em época de férias e feriados.

Na volta, pegamos um pouco de trânsito já que muitos carros saíram ao mesmo tempo. Junte isso à estrada de pista simples… ou seja, qualquer caminhão pode fazer o retorno demorar bastante. Então dirija com atenção, principalmente à noite.

O Lavandário de Cunha está sempre aberto?

Em épocas normais, o Lavandário de Cunha abre somente às sextas, sábados, domingos e feriados das 10h até o pôr do sol (com entrada permitida apenas até às 16h30).

Entretanto, é sempre bom ficar atento ao calendário que eles disponibilizam no site oficial.

Homem sentado em meio às plantações de lavanda em Cunha, SP
(Foto: Esse Mundo é Nosso)

Algumas vezes, o Lavandário funciona em dias de semana e em outras fecha aos finais de semana. Veja antes para não perder a viagem.

Benefícios da lavanda

O óleo essencial da lavanda ajuda contra estresse, insônia, queimaduras e até picadas de inseto. A técnica mais usada é a aromaterapia.

Há ainda diversos estudos que atribuem à planta benefícios no combate à ansiedade, depressão, dores de cabeça, entre outros.

Dicas práticas sobre o Lavandário de Cunha

Campo florido
(Foto: Esse Mundo é Nosso)
  • Não é permitido fumar;
  • Esteja lá durante o pôr do sol porque o visual é lindo;
  • Não é permitido nenhum tipo de bebida alcoólica;
  • Não é permitido o uso de drones;
  • Animais de estimação são bem vindos desde que estejam em coleiras;
  • Lembre-se de passar protetor solar e ir com roupas confortáveis, inclusive tênis;
  • Experimente o sorvete de lavanda ou o chocolate quente com lavanda;
  • Leve o celular carregado porque você, com certeza, irá fazer muitas fotos e vídeos de lá.

Perguntas frequentes

Onde fica o Lavandário de Cunha?

Fica no Km 54,7 da estrada SP 171, que liga Cunha a Paraty.

Quanto custa pra entrar no Lavandário de Cunha?

Os ingressos para adultos custam R$ 15.

O Lavandário de Cunha funciona todos os dias?

Geralmente ele abre aos finais de semana e feriados, mas em meses de férias costuma ficar mais tempo aberto.

Qual a melhor época? Tem lavanda o ano todo?

Sim, graças à tecnicas de poda rotativa, sempre há flor em algum campo do Lavandário de Cunha.

Saiba mais
Pousadas em Cunha: Melhores e mais baratos
21 cidades perto de SP pra bate e volta

Adolfo Nomelini
Jornalista formado pela PUC-SP e pós graduado em Comunicação em Mídias Digitais, é apaixonado por música, coxinha, televisão, seus óculos e internet. Trabalha há mais de 13 anos com conteúdo online e passa boa parte do tempo "jogando o corpo no mundo, andando por todos os cantos e, pela lei natural dos encontros, deixando e recebendo um tanto".
Vai viajar? Reserve aqui com os melhores preços

Quando você reserva com nossos parceiros, encontra os melhores preços e ainda ganha descontos, além de ajudar o nosso trabalho. Nós recebemos uma pequena comissão e você nao paga nada a mais por isso!

Hospedagens
Pelo mundo no Booking.com
Seguro Viagem
Ganhe 20% OFF em seu Seguro Viagem!
Passeios e Ingressos
Reserve experiências inesquecíveis em todo o mundo
Aluguel de Veículos
Sem iof em até 12x sem juros
Chip de Internet
Seu Chip de Internet Global para usar em todas as viagens

Comentários:
Tatiane Froner disse:

Adorei a matéria muito obrigada, rico em detalhes e fotos belíssimas. Vou conhecer!

Oi, Tatiane! Que bom que você gostou!

Se tiver dúvidas, é só falar com a gente 🙂