Paulista aberta aos domingos e feriados: Como ir e o que fazer

A Avenida Paulista aberta aos domingos e feriados para os pedestres se transformou quase em uma praia para os paulistanos. Espaço democrático com gente de todo tipo e classe social se esbarrando entre bicicletas, patins, crianças, cachorrinhos, artistas e vendedores ambulantes, a avenida virou um parque e um passeio garantido aos finais de semana na cidade. Neste post, damos dicas de como ir e o que fazer na Paulista aberta aos domingos e feriados.

PAULISTA ABERTA AOS DOMINGOS E FERIADOS

Quem anda pela Avenida Paulista de segunda a sexta não consegue imaginar no que ela se transforma aos domingos. Esqueça as buzinas, as pessoas com roupa social correndo de um lado para o outro, os engravatados atrasados para as reuniões e os pontos de ônibus lotados de gente com fone de ouvido.

Paulista aberta aos domingos e feriados (Foto: Esse Mundo é Nosso)

+ Encontre seu hotel na cidade com descontos de até 50%

Na Paulista aberta aos domingos e feriados, as pessoas continuam correndo de um lado para o outro, mas a pressa se transforma em exercício físico. O atraso para a reunião vira preocupação com a saúde. No lugar dos fones de ouvido, bandas tocam todo tipo de música perto dos pontos de ônibus. Onde estariam os carros estão crianças fazendo bolhas de sabão. E no lugar das buzinas, está o som da música da aula de dança. Não tem desculpa, aos domingos tem espaço para todo mundo na Avenida Paulista.


| HORÁRIO DA PAULISTA ABERTA AOS DOMINGOS E FERIADOS

A Avenida Paulista fica fechada para carros e aberta para pedestres aos domingos e feriados das 10h da manhã às 18h.

| COMO CHEGAR

O jeito mais fácil de chegar à Avenida Paulista aos domingos é de metrô. Ao redor da Avenida há várias estações: Paulista (Linha Amarela), Consolação, Trianon – Masp e Brigadeiro (Linha Verde e localizadas na própria Avenida Paulista) e Paraíso (Linha Verde e Azul).

A Linha Amarela (Estação Paulista, localizada próxima ao final da avenida Paulsta) tem ligação com a linha Vermelha na estação República e com a linha Azul na estação Luz. Já a linha Verde (Consolação, Trianon – Masp, Brigadeiro e Paraíso) têm ligação com a Linha Azul nas estações Paraíso e Ana Rosa e com a Linha Amarela entre as estações Consolação e Paulista.

+ Encontre seu hotel na cidade com descontos de até 50%

Pra quem não é de São Paulo sempre vale lembrar que a estação Paulista não fica na própria Avenida Paulista, mas sim na Consolação. E a estação Consolação não fica na Consolação, mas sim na própria Avenida Paulista.

| O QUE FAZER

Agora que já sabemos como chegar, vamos às dicas do que fazer na Paulista aberta aos domingos e feriados.

| NA RUA

A cada semana é uma nova surpresa. Com certeza, você irá encontrar aulas de dança gratuitas, que vão de axé e lambaeróbica a forró e hip-hop. Durante toda a avenida, também terão muitas bandas cantando sucessos da música brasileira e internacional. Tem ainda ensaio de blocos de carnaval nas ruas paralelas.

Paulista aberta aos domingos e feriados (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Como a Avenida Paulista é uma rua democrática, de um lado você irá o cover do Michael Jackson dançando sucessos da carreira do Rei do Pop e do outro pastores pregando a palavra de Deus. Aproveite também para ver as barracas de artesanato que se espalham por todos os cantos. As crianças vão se divertir com artistas de rua que se vestem de estátuas e palhaços, além de pessoas que ensinam a fazer bolhas de sabão gigantes.

Aproveite para levar bicicleta, patins, skate e patinete para percorrer a avenida inteira.

+ Encontre seu hotel na cidade com descontos de até 50%

 

| COMPRAS

Quem quiser aproveitar para fazer compras, as lojas ficam abertas aos domingos. Na rua tem Riachuelo (Av. Paulista 2277), Marisa (Av. Paulista, 1713 e Av. Paulista 412), Renner (Av. Paulista 1106) e C&A (R. Augusta, 1600). Mas há também o Conjunto Nacional (Av. Paulista, 2073), onde está a Livraria Cultura e a Ben & Jerrys para quem quiser tomar sorvete, e o Center 3 (Av. Paulista, 2064), que possui praça de alimentação e onde está a Miniso, famosa loja japonesa, e o Abbraccio, restaurante italiano da mesma rede do Outback.

No Cidade São Paulo (Av. Paulista, 1230), maior shopping da Avenida com diversas lojas e restaurantes, há Almanara, Johnny Rockets e Outback. Pra quem gosta da Forever 21, o Top Center (Av. Paulista, 854) é uma opção. No começo da Avenida, há ainda o Shopping Paulista (R. Treze de Maio, 1947).

Paulista aberta aos domingos e feriados (Foto: Esse Mundo é Nosso)

| CINEMA

Para os cinéfilos, cinemas não faltam por aqui. Tem o Cine Belas Artes (R. da Consolação, 2423), pertinho do metrô Paulista, e o Reserva Cultural (Av. Paulista, 900), no prédio da Gazeta. Eles trazem filmes mais alternativos entre as opções. No prédio da Gazeta (Av. Paulista, 900), também há um teatro sempre com alguma peça em cartaz.

Para quem gosta de cinema comercial, tem o Center 3, o Cidade São Paulo e o Shopping Paulista.

Na região da Paulista, também há opções de galerias que vendem eletrônicos e acessórios para celular como o Market Paulista (Av. Paulista, 1941) e o Shopping Veneza (Av. Paulista, 486).

| COMIDINHAS

Quem anda pela Paulista aberta aos domingos e feriados sente fome, né? O que não falta é opção de restaurantes e lanchonetes pela avenida além das praças de alimentação dos shoppings. No finalzinho, tem uma unidade do America (Av. Paulista, 2295), com opções de hambúrgueres, saladas e massas.

Encontre o melhor preço no Seguro Viagem pra Europa!
Use o cupom ESSEMUNDOENOSSO5 e ganhe mais 5% de desconto

Dentro do Instituto Moreira Sales está o Balaio (Av. Paulista, 2424), restaurante do chef Rodrigo Oliveira, o mesmo do Mocotó. Dentro do Sesc Paulista há o Comedoria (Av. Paulista, 119).

Perto do começo da Paulista está o Ponto Chic (Praça Oswaldo Cruz, 26), com seu famoso bauru. Do outro lado da Paulista, perto da Consolação fica o Sujinho (Restaurante – R. da Consolação, 2063 | Hamburgueria R. Maceió, 64), tanto o restaurante quanto a hamburgueira.

Na Consolação esquina com a Paulista está o Riviera Bar(Av. Paulista, 2584) com opções para beber e comer. Na Augusta, há boas opções como o Sancho (R. Augusta 1415), e o Athenas (R. Augusta, 1449). Além disso, o que não faltam são comidinhas espalhadas por toda a avenida. Tem o Pastel da Maria, que já foi eleito o melhor de São Paulo, a sorveteria Baccio di Latte, Starbucks, Benjamin – A Padaria, Hirota Food, com temakis, coxinhas e sanduíches, e até uma lanchonete da Palmirinha Onofre (Av. Paulista 1636), além do tradicional Café Creme (Av. Paulista, 807).

Paulista aberta aos domingos e feriados (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Na Paulista também há alguns bares como o Prainha (Alameda Joaquim Eugênio de Lima, 557) e o Opção (Rua Carlos Comenale, 97), que fica do lado do MASP, e alguns botecos espalhados pela avenida. Mas pra quem quer curtir um bom bar mesmo a dica é ir na Rua Augusta sentido centro. O que não falta lá é lugar para beber.

| FEIRINHAS

De domingo, a Paulista fica cheia de feirinhas. No vão livre do MASP há uma feira de antiguidades. Perto do Trianon, também há feira de arte e artesanato. Já o Center 3, fica tomado de barraquinhas que vendem de tudo.

| MUSEU E PARQUE

Pra quem quiser fazer um programa mais cultural na Paulista aberta aos domingos e feriados, vale a pena dar uma olhada nas programações do IMS Paulista (Instituto Moreira Salles) (Av. Paulista 2424), do Itaú Cultural (Av. Paulista, 149) e do Centro Cultural FIESP (Av. Paulista, 1313(.

Tem ainda as exposições do Sesc Paulista (Av. Paulista, 119), do MASP (Av. Paulista, 1578) e da Japan House (Av. Paulista, 52), além dos eventos na Casa das Rosas (Av. Paulista, 37) .

Para o contato maior com a natureza, não deixe de aproveitar o Parque Trianon e o Parque Prefeito Mário Covas.

Ficou com alguma dúvida sobre a Paulista aberta aos domingos e feriados? Deixe aqui nos comentários!

+ Encontre seu hotel em São Paulo com descontos de até 50%

+ O que fazer na cidade: Dicas e atrações turísticas
+ Casa do Porco: Vale a pena ficar na fila?

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Adolfo Nomelini

Jornalista formado pela PUC-SP e pós graduado em Comunicação em Mídias Digitais, é apaixonado por música, coxinha, televisão, seus óculos e internet. Trabalha há 8 anos com conteúdo online e passa boa parte do tempo "jogando o corpo no mundo, andando por todos os cantos e, pela lei natural dos encontros, deixando e recebendo um tanto".

5 Comments

  1. SAMIN SARRAF SEGUNDO disse:

    paulista nao é parque ptista inutil

  2. Rosângela Silva disse:

    Paulista aberta para todos menos para ambulantes que precisa trabalha, rapa corre atrás polícia bate , não roubamos mercadoria de ninguém, compramos para reveder, não fazemos mal a ninguém só queremos trabalha, e pedir muito?

  3. Cleide disse:

    Andre, no terminal Piritiba vc pode pegar o onibus 917H (Vila Mariana), de segunda a sabado ele passa pela paulistanaos domingos ele passa na rua paralela a ela.
    Abs.

  4. Adriana Batista de Oliveira disse:

    André no seu caso trem até a Luz e depois metrô linha 1 azul sentido Jabaquara até a estação Paraiso. Lá fazer baldeação para linha verde e descer na estação Consolação ou Trianon MASP ou Brigadeiro. Você pagará apenas o trem pois a integração para o metrô é gratuita!!😉

  5. André disse:

    Ola, moro em Pirituba zona oeste. Não sou de São Paulo e moro a pouco tempo aqui. Qual o metro e estação mais fácil pra eu chegar na Paulista aos domingos? Obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *