Por que as praias de Cartagena não são sua maior atração?

Você já deve ter se deparado algumas vezes com anúncios que falam de “Caribe colombiano” e incluem as praias de Cartagena como se elas fossem paradisíacas. Pois não é bem assim.

Qualquer um que viaje pra lá em busca do azul caribenho pode se decepcionar bastante. O que torna Cartagena tão mágica é sua cidade colonial amuralhada (Patrimônio da UNESCO), seu povo animado, seu clima, seu pôr do sol inesquecível

São tantos os motivos pra viajar pra lá que eu usaria muitas linhas desse texto (e sua paciência) para descrever a cidade. Mas uma coisa é fato: as praias não fazem parte da lista. Abaixo te conto por quê.

+ Guia completo pra você planejar sua viagem pra lá

Praias de Cartagena: Não vá até lá por causa delas (Foto: Esse Mundo É Nosso)

AS PRAIAS DE CARTAGENA

A principal praia de Cartagena é Bocagrande, onde fica a parte moderna da cidade, com grandes prédios na orla e barracas de praia, igual ao Brasil. A diferença é que qualquer praia “nossa” é possivelmente mais bonita que a de lá. Bocagrande lembra muitas vezes Santos, por conta de sua areia e água escuras.

Praias de Cartagena: Não vá até lá por causa delas (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Bocagrande, a praia urbana de Cartagena

Mas por que então falam de Cartagena como Caribe? Onde está o mar azul? Até existem belas praias nos arredores, como as famosas Islas del Rosario e Playa Blanca de Baru. Principalmente nessa última a areia é branca e o mar tem sim tonalidades azul.

Para chegar até elas é preciso algumas horas de barco num tour de um dia todo, ou você também pode ir de carro alugado ou táxi por uma ligação terrestre (no caso da última praia). Mesmo que valha “perder” um dia de Cartagena para chegar a Baru – eu mesmo já fui duas vezes – você pode não encontrar aquele Caribe dos sonhos.

Praias de Cartagena: Não vá até lá por causa delas (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Playa Blanca num dia de tranquilidade

As barracas são improvisadas, há poucas opções de alimentação (embora os passeios garantam que o almoço será ótimo), os camelôs são constantes e intrusivos, e a areia pode ficar tomada de turistas de excursões. Fizemos até uma lista com motivos pra você não se decepcionar antes de ir pra lá.

Praias de Cartagena: Não vá até lá por causa delas (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Playa Blanca num dia bem cheio

Ok, elas são bonitas. Não estou dizendo que Islas del Rosario ou Baru sejam feias. Claro que não chegam aos pés das praias mais lindas do Caribe, até mesmo da colombiana San Andrés. Mas é que a experiência que talvez você espere de dias do Caribe não sejam oferecidas por aqui.

Mas calma. Cartagena é sim uma cidade apaixonante. Como disse no começo do texto a cidade colonial espanhola cercada por muralhas é super bem preservada,, tem uma energia vibrante, museus, mirantes, bares, restaurantes, atividades de lazer e ótimos hotéis.

+ Confira dicas de hotéis na cidade

Praias de Cartagena: Não vá até lá por causa delas (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Centro histórico de Cartagena

Eu passaria uma semana por ali me perdendo por essas vielas fotogênicas como nenhum outro lugar na América do Sul tem. É difícil não ir embora de lá prometendo que um dia você irá voltar.

O intuito desse post foi só deixar claro uma informação que encontrei em poucos lugares quando fui na primeira vez: Cartagena tem o calorão caribenho, tem o clima animado caribenho, o sorriso no rosto caribenho, as músicas caribenhas… Mas pode não oferecer o Caribe que você procura.

Não deixe isso te desanimar. Vá com a mente aberta pra viver a cidade e também para conhecer as praias de Cartagena. Só saiba aceitá-las da forma como elas são!

+ Todas as dicas pra sua viagem pra lá
+ Onde se deliciar num almoço na cidade
+ Não sabe onde se hospedar? Nós ajudamos

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Rafael Carvalho

Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.

8 Comments

  1. Estenio disse:

    Perfeito o comentário sobre as praias. A Playa Blanca definitivamente, apesar de bonitinha, não vale a pena. Assédio interminável e insistente de vendedores que não nos deixam em paz. E querem sempre te “assaltar” com preços fora da realidade. Maragogi em Alagoas é mais bonita e tranquila. Cartagena vale a pena pelos sitios históricos e pela cidade amuralhada.

  2. Nádia Muniz disse:

    Legal, Rafael! Suas dicas foram muito boas. Como não ligo muito para praia e sim para o que o lugar tem de bom em particularidades para oferecer, estou pensando em ir nas próximas férias. Eles aceitam o rela como moeda para pagamento? Ou preciso trocar por pesos mesmo?

    • Oi Nádia, tudo bem?
      Vale muito a pena, a cidade histórica de Cartagena é maravilhosa, uma das mais fotogênicas que já fui. Mesmo assim dá pra pegar uma prainha, só não é aquela dos sonhos de Caribe.

      Você pode até encontrar um ou outro lugar que aceite Real, mas o melhor mesmo é ter pesos colombianos.

      Abraços

  3. Kele Oliveira disse:

    Adorei o texto, Rafael. Muito esclarecedor.

  4. Pedro Timponi disse:

    temos um período de férias em outubro e consideramos Cartagena e San Andrés. O que vc acha? Será que chove o dia todo?

  5. Fernanda Rangel disse:

    Adorei o post!! 👏🏽 Vou pra lá daqui uma semana espero encontrar um bom tempo hahahah Alguém indo nessa mesma época?!

  6. Luis Felipe disse:

    Alguém indo em fevereiro para Cartagena ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *