Quando ir pra Bariloche, quando neva e melhor época

Antes de começar a planejar sua viagem pra cidade da Argentina, é sempre bom saber a melhor época e quando ir pra Bariloche. Dessa forma, você já viaja sabendo o que deve encontrar no destino.

O bom é que essa região da Patagônia Argentina, pode ser visitada o ano todo. Enquanto nós brasileiros invadimos a cidade durante o inverno para pegar neva, os argentinos desembarcam por lá durante o verão e nesse post você vai entender os motivos.

QUANDO IR PRA BARILOCHE

Como falei acima, dá pra visitar Bariloche durante o ano todo, tudo vai depender do que você espera da cidade. Eu já fui no inverno para esquiar e, mais recentemente, tive a surpresa de conhecer a região durante a primavera, quando os cenários são de cair o queixo, ainda mais bonitos que na época mais fria.

Quando ir pra Bariloche: Primavera (Foto: Esse Mundo É Nosso)
Estrada na região de Bariloche na Primavera

Nos nossos dias na cidade, preferimos nos hospedar no Centro pra ter facilidade de deslocamentos a pé para restaurantes, bares e lojinhas e valeu a pena. Ficamos no hotel Calos V Patagônia, que tem um bom custo-benefício. Falarei dele no final do post. Mas você pode ver diversos outros hotéis com descontos nesse link.

Mais pra baixo falarei de cada uma dessas épocas e também o que esperar da cidade. Mas antes, pra te ajudar a escolher quando ir pra Bariloche, vale dar uma geral no clima na cidade.

+ Como ir do aeroporto ao centro
+ Tomadas: Preciso de adaptador?
+ Que moeda levar pra Argentina?

MÉDIAS DE TEMPERATURAS E CHUVAS

Abaixo você encontra um gráfico com as médias de temperaturas máximas e mínimas ao longo do ano, além da média do acumulado de chuvas mês a mês.

Climatologia (Arte: Esse Mundo É Nosso)

| QUANDO NEVA EM BARILOCHE?

Também antes de detalharmos cada época do ano, pra ajudar você a escolher o melhor período para o seu perfil, vamos direto à pergunta que mais recebemos de quem quer viajar pra lá: quando ver neve em Bariloche?

Bariloche no inverno
Bariloche no inverno

No Centro mesmo da cidade não é comum haver muito acúmulo de neve, mas é nas montanhas, onde ficam as estações de esqui, que isso acontece e é pra lá que os turistas seguem. Em teoria, a neve costuma chegar à região a partir do final de maio e ainda pode cair até meados de setembro.

Mas por se tratar da natureza, é difícil garantir uma data certa. Nos picos dos Andes mesmo pode até acontecer de nevar em outras épocas, por conta da altitude.

Pra quem quer apenas ver ou tocar na neve, vale ter como referência os meses de junho a setembro, embora não seja incomum ela atrasar um pouco pra chegar.

Agora se você pretende esquiar ou praticar outro esporte, é bom saber que é preciso ter um acúmulo de neve pra isso. Pra se ter uma ideia, é comum que as estações de esqui só abram já no fim de junho, por conta da necessidade do acúmulo. Se for o seu caso, tente ir a partir de meados julho pra ter chances maiores, principalmente em agosto.

| O CLIMA EM BARILOCHE

Como falei acima, de junho a setembro é o período mais frio e quando há mais chance de ver a neve cair e praticar esportes, principalmente em agosto. Ao mesmo tempo, esses são os meses mais chuvosos, o que pode atrapalhar um pouco, principalmente no Centro da cidade.

Como falei anteriormente, uma das maiores surpresas que tive ao retornar à região foi escolher a primavera na hora decidir quando ir a Bariloche. De outubro a dezembro, o cenário mais parece pintura. As estradas estão floridas, as árvores verdinhas, os lagos ganham tons azuis e ainda há neve no alto das montanhas.

Quando ir pra Bariloche: Primavera (Foto: Esse Mundo É Nosso)

A foto acima eu fiz no final de novembro e valeu muito a pena! Já não chove mais tanto nesse período e, apesar do frio durante a madrugada, a temperatura fica bem agradável durante o dia.

O verão (de dezembro a março) também é outro período que faz sucesso, principalmente entre os argentinos, que matam a sede de praias nos lindos lagos da região. Apesar dos dias quentes, eu não sei se teria coragem de entrar nas águas frias, mas que o cenário é lindo é. Essa é a época que menos chove, principalmente em janeiro e fevereiro.

Quem quiser ir entre março e maio, no outono, também deve pegar cenários bonitos, apesar da chance de alguns dias bem mais frios e chuva, principalmente em maio. Os preços costumam estar mais baixos.

+ Veja os stories de lá no @essemundoenosso

| ALTA TEMPORADA EM BARILOCHE

Por conta da grande procura pelos brasileiros no inverno (os argentinos chamam a cidade até de “Brasiloche” durante esse período) essa costuma ser a época mais cara pra visitar a região, tanto por conta dos preços das passagens, como por conta da hospedagem.

Da mesma forma, há bastante procura no verão e os preços tendem a ser um pouco mais altos. Quem quiser economizar, pode ir na primavera ou no outono, quando as diárias costumam ser mais em conta.

| QUANDO IR PRA BARILOCHE: QUAL A MELHOR ÉPOCA?

Como falei anteriormente, isso vai depender do que você espera da cidade. Se quer ver neve ou esquiar vale ir durante o inverno. Mas é bom saber que em outras épocas também há muitas atividades e lagos pra se conhecer na região. Eu adorei a primavera…

ONDE NOS HOSPEDAMOS?

Nós preferimos ficar na região central, perto do Centro Cívico, pra ter facilidade de sair à noite a pé pra jantar e também pra ir em bares e lojinhas. Valeu a pena! Nos hospedamos no hotel Carlos V Patagonia, que fica muito bem localizado e costuma ter bons preços.

Hotel Carlos V Patagonia em Bariloche (Foto: Divulgação)
Divulgação

Mas há diversas opções tanto na cidade como na região ao redor. Você pode encontrar ofertas de hotéis e apartamentos com descontos nesse link.

+ Todas as dicas da cidade e região
+ Quantos vinhos posso trazer?
+ Que moeda levar pra lá?
+ Dicas de Buenos Aires reunidas
+ Todos os posts sobre a Argentina

+ Veja mais no nosso canal no YouTube

Tem mais alguma dúvida sobre quando ir pra Bariloche? Deixe seu comentário!

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Rafael Carvalho

Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *