Embora fique numa das regiões mais badaladas do Litoral Norte de São Paulo, a Praia de Toque Toque Grande ainda preserva um clima tranquilo cercado pela Mata Atlântica. Casas à beira-mar, pouquíssimo comércio e algumas pousadas charmosas completam o cenário.

Localizada em São Sebastião, região de famosas e disputadas praias como Maresias e Juquehy, a tranquilidade e beleza surpreendem em pleno litoral paulista.

Vista da praia de Toque Toque Grande
Vista da praia (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Aqui você encontra um guia completo com o que fazer, atrações e pontos turísticos, quando ir e mais informações pra visitar a praia. Se preferir, acesse pelo índice abaixo.

Onde fica a praia
Como é Toque Toque
Dicas de pousadas
O que fazer por lá
Cachoeira Toque Toque
Roteiro pelo litoral
Toque Toque Grande ou Pequeno?
Onde comer
A noite em Toque Toque
Melhor época pra ir
Como chegar
Dicas importantes

Onde fica Toque Toque Grande

A apenas cerca de três horas de São Paulo, Toque Toque Grande em São Sebastião, fica entre Maresias (13 Km) e o Centro da cidade (17 Km). A praia está localizada numa saída da BR-101, aqui chamada de Rio-Santos.

Como falaremos mais abaixo, o acesso tanto pra quem vem de carro da capital paulista, como do Rio de Janeiro ou Minas Gerais é bem fácil. Vizinhas a ela estão outras praias famosas, como Maresias, Toque Toque Pequeno e Barequeçaba, num dos trechos mais bonitos do litoral paulista.

Distância de Toque Toque Grande para algumas cidades:

A Praia de Toque Toque Grande

Essa antiga vila de pescadores, embora tenha ganhado ares mais modernos com bonitas casas à beira-mar, preserva o clima tranquilo de uma praia ainda pouco conhecida do Litoral Norte de São Paulo.

Ao invés de uma avenida litorânea, a orla tem casas com grandes gramados pé na areia e muitas árvores que garantem sombra praticamente o dia todo aos banhistas.

Mas o que chamou nossa atenção mesmo em Toque Toque Grande foi a beleza do lugar, além da tranquilidade, mesmo localizada em um dos trechos mais procurados pelos turistas na costa paulista. Dá pra incluir no roteiro conhecer outras praias vizinhas, além de cachoeiras.

Cadeira de praia em frente ao mar
Foto: Esse Mundo É Nosso

A praia é pequena e são só cerca de 600 metros de um lado ao outro. Ela ainda é cercada por dois pequenos riachos, um em cada canto. O mar limpo praticamente o ano todo tem águas claras e transparentes, como dá pra ver no vídeo do nosso canal no YouTube sobre lá.

Há pouca estrutura de praia, sem grandes barracas ou restaurantes à beira-mar. Mas de apoio aos visitantes, principalmente nos fins de semana, alguns poucos quiosques e ambulantes vendem bebidas e alguns lanches, como pastéis.

De fixo mesmo, a referência é o quiosque Rancho Cantinho do Céu, que fica no lado esquerdo da praia. Ele inclusive tem algumas mesas na areia. Em alguns dias ainda é possível alugar pranchas de stand up paddle nessa área.

Mas se você quiser ficar em outras regiões mais tranquilas de Toque Toque Grande, como o lado direito da praia, o ideal é trazer sua própria espreguiçadeira e guarda-sol.

Capela N. Sr.ª da Imaculada Conceição

Capela de Nossa Senhora da Imaculada Conceição em Toque Toque Grande
Capela Nossa Senhora Imaculada Conceição (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Na ruazinha de areia paralela à praia fica a bonita Capela Nossa Senhora Imaculada Conceição, também chamada de Capela Caiçara. Embora a data de construção não seja muito certa, ela teria sido erguida entre 1920 e 1933 por famílias de pescadores caiçaras em pau a pique e é uma das mais antigas de São Sebastião.

Veja também
10 praias entre Rio e SP
Praia de Calhetas em SP

Pôr do sol em Toque Toque Grande

Outro diferencial de Toque Toque Grande é que ela está praticamente virada para o oeste, assim como ocorre na Duna do Pôr do Sol em Jericoacoara, Ceará. Ou seja, o fim de tarde por aqui é imperdível.

Pôr do sol em Toque Toque Grande
Fim de tarde na praia (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Embora muita gente ache que não seja possível assistir ao pôr do sol no mar em pleno Sudeste, o recorte do litoral paulista torna isso possível. É um programa e tanto! Então não volte pra sua pousada antes de curtir esse espetáculo.

É uma praia de tombo

Quem vem com crianças para Toque Toque Grande precisa ficar atento porque essa é uma praia de tombo. Mas o que seria isso? É quando a profundidade aumenta repentinamente após alguns passos na água. Ou seja, a areia onde as ondas quebram é bem inclinada.

Então fique de olho nos pequenos e também preste atenção caso alguém não saiba nadar. Visitar a praia na maré baixa pode ser uma solução ou então se aproveitar dos dois riachos, um em cada canto da praia, que têm águas calminhas.

Riacho no canto direito da praia
Foto: Esse Mundo É Nosso

Pousadas em Toque Toque Grande

Apesar da pouca estrutura, há poucas, mas boas opções de hospedagem por aqui, incluindo pousadas charmosas. A maioria delas fica na parte mais alta da praia. Apesar da maior distância até o mar, a vista é de tirar o fôlego.

Piscina com vista pro mar da pousada Ilha de Toque Toque
Ilha de Toque Toque Hotel & Spa (Divulgação)

As melhores opções são a Ilha do Toque Hotel & Spa e a pousada Bougainville. Há também um condomínio com uma vista espetacular, onde fica esse apartamento Loft Mar e Lua, por exemplo. Nós nos hospedamos nesse condomínio, mas em outra casa.

Já na parte baixa, pertinho da praia, há algumas casas de temporada, como Vila dos Tangarás. Damos todas as dicas de hospedagem em outro post que já publicamos com casas e pousadas em Toque Toque Grande.

Casa com vista pro mar e homem na espreguiçadeira
Casa onde nos hospedamos (Foto: Esse Mundo É Nosso)

O que fazer em Toque Toque Grande?

A principal atração, claro, é curtir a linda praia sem pressa. Embora fique tão perto do centro de São Sebastião, o clima tranquilo nessa pequena faixa de areia é o maior atrativo.

Mar clarinho de Toque Toque Grande
Foto: Esse Mundo É Nosso

Mesmo assim, há praias vizinhas belíssimas, como a Praia Calhetas de São Sebastião, outra das mais bonitas que já visitamos em São Paulo. Dá pra ir a pé mesmo saindo de Toque Toque Grande. Ainda nos arredores, ficam a Cachoeira de Toque Toque e também a Cachoeira de Calhetas, perfeitas pra quem gosta e não se importa com a água fria da Mata Atlântica.

Se estiver de carro, não deixe de incluir no seu roteiro ao menos um dia pra conhecer praias vizinhas como a Praia de Pitangueiras e Guaecá, sentido São Sebastião, ou Toque Toque Pequeno e Praia de Santiago, sentido Maresias.

Veja uma lista de principais atrativos pra você incluir no seu roteiro por aqui:

  • Curtir sem pressa a praia
  • Assistir ao pôr do sol
  • Visitar a capela
  • Cachoeira de Toque Toque
  • Praia e cachoeira de Calhetas
  • Conhecer as praias nos arredores

Cachoeira de Toque Toque

Além do banho de mar, um dos pontos turísticos é a Cachoeira de Toque Toque. Na realidade é uma queda d’água que fica na beira da rodovia Rio-Santos, a cerca de 900 metros da praia. Dá pra ir a pé, mas é preciso bastante cuidado na estrada, que é movimentada.

Quem vem de carro deve ficar atento ainda ao pequeno refúgio da rodovia onde é possível estacionar. Não é das cachoeiras mais bonitas, mas pode ser um bom programa conhecê-la pra quem gosta desse tipo de atrativo. O que mais nos incomodou é que há um cano de captação em plena queda d’água.

Cachoeira de Toque Toque
Cachoeira Toque Toque (Foto: Gustavo Nascimento – CC BY-NC-SA 2.0)

O local da cachoeira é bem sinalizado na Rio-Santos, mas pode estar muito deserto dependendo da época do ano ou dia da semana. Então é aconselhável vir em grupo e não se esqueça do repelente, já que ela fica no meio da mata.

Praia e Cachoeira de Calhetas

A Praia de Calhetas em São Sebastião entrou também pra nossa listinha de mais bonitas do Litoral Norte de São Paulo. Ela fica perto de Toque Toque Grande e o melhor é ir caminhando, já que não há lugar para estacionar. São cerca de 2 Km, numa caminhada de aproximadamente 30 minutos.

Calhetas fica em uma propriedade privada, mas o acesso é aberto ao público em geral. A cor da água cercada pela Mata Atlântica impressiona. Há ainda um mirante cheio de coqueiros que garantem fotos lindas.

Mirante da Praia de Calhetas em São Sebastião
Mirante da Praia de Calhetas (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Ao contrário da praia vizinha, por aqui não há estrutura nenhuma. Então traga bebidas e alimentos, dependendo do tempo que for ficar. Trazer água é indispensável, já que a caminhada pode ser puxada, principalmente na volta, já que é preciso subir um morro.

Areia branca na Praia de Calhetas
Foto: Esse Mundo É Nosso

Outro ponto de atenção, como contamos no post sobre essa praia, é dar preferência por vir a pé. Muita gente arrisca deixar o carro no acostamento da rodovia, mas vimos muitos sendo multados. Há ainda relatos de vidros quebrados, então é bom evitar. No meio da trilha até Calhetas, que é calçada, fica ainda a Cachoeira de Calhetas, que é mais bonita que a vizinha Toque Toque.

O ideal é vir durante a semana pra pegar a praia mais vazia, assim como a cachoeira. Novamente: não esqueça de trazer ao menos água.

Protetor solar e repelente nessa região são sempre bem-vindos. Já publicamos um post completinho com todas as dicas de como chegar e o que fazer. Vale tirar um dia pra conhecê-la.

Visitar as praias vizinhas

Nosso roteiro em Toque Toque Grande ainda incluiu outro dia inteiro pra conhecer as praias vizinhas. Pegamos o carro e fomos até a linda Praia de Pitangueiras de São Sebastião, outra bem vazia e com pouca estrutura, mas com estacionamento. É só seguir por cerca de 13 Km sentido centro da cidade. Há sinalização.

Vista da praia de Pitangueiras em São Sebastião
Praia de Pitangueiras em São Sebastião (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Nesse mesmo caminho, ainda paramos em algumas outras praias, como Guaecá e Barequeçaba. Mas essas já são praias com mais estrutura, então decidimos voltar rumo a Maresias.

Foi então que conhecemos outras praias que valeram a pena, como a Praia de Santiago e a vizinha Toque Toque Pequeno, que tem bem mais estrutura, como falaremos abaixo.

Se você não conhece essa região, esse é um dos trechos mais bonitos da rodovia Rio-Santos. Então ao longo do caminho é possível ainda parar em diversos mirantes pra curtir o visual.

Qual é melhor: Toque Toque Grande ou Pequeno?

Essa foi uma pergunta bem comum que nossos seguidores nos enviaram nas nossas redes sociais durante nossa viagem pela região: “Vale optar por Toque Toque Grande ou Toque Toque Pequeno?”. Nossa resposta sempre foi de que dependia do tipo de viagem que você esperava.

As duas praias ficam a apenas 7 Km uma da outra e é bem fácil circular entre elas. O que nós mais gostamos em Toque Toque Grande foi o fato de ela ser bem vazia e com pouca estrutura, perfeita pra curtir a natureza.

Toque Toque Pequeno tem mais estrutura, barracas de praia, condomínios e restaurantes à beira-mar. Se é esse tipo de lugar que você procura, então pode ser uma opção melhor. De toda forma, independente se você fique em um ou na outra, sempre recomendamos conhecer as duas para tirar suas próprias conclusões.

Veja: Pousadas com descontos

Onde comer em Toque Toque Grande

Esse é um ponto complicado que pesa na balança pelo fato de essa ainda ser uma praia pouco conhecida. Aliás, são pouquíssimas as opções e praticamente não há restaurantes em Toque Toque Grande.

Durante o dia, você ainda pode usar de apoio alguns quiosques ou barracas de praia. Mas eles nem sempre estão abertos. O Rancho Cantinho do Céu, que fica na própria praia, é um dos poucos locais quase sempre funcionando e onde é possível almoçar.

Pôr do sol em Toque Toque Grande
Fim de tarde na praia vazia (Foto: Esse Mundo É Nosso)

O que fazer à noite

A noite praticamente não existe em Toque Toque Grande. O melhor é contar com a estrutura da sua pousada ou então ir até a praia vizinha de Toque Toque Pequeno. Aliás, por lá há mais restaurantes que funcionam inclusive à noite e um dos mais bem avaliados é o Pimenta de Cheiro.

Para um almoço ou jantar mais sofisticado ou se você procura mais opções, o melhor é ir até Maresias ou ao Centro de São Sebastião. Nesses dois lugares há uma grande variedade de bares e restaurantes.

Quando ir pro Litoral Norte de São Paulo

O Litoral Norte paulista tem o clima um pouco complicado e pode decepcionar, por isso é bom ficar atento não apenas às chuvas, mas também às temperaturas.

O tão disputado verão nas praias de São Paulo coincide também com o período mais chuvoso, assim como destinos fluminenses como Paraty e Ilha Grande. Mas nem por isso o calor desanima quem quer viajar pra essa região.

Gráfico do clima em São Sebastião, São Paulo

os meses do inverno são os mais secos e os dias costumam ser ensolarados. Mas isso significa que a água do mar está bem geladinha e uma massa de ar polar pode trazer não apenas chuva, mas frio de verdade.

Então pra decidir quando ir pra Toque Toque Grande ou pro Litoral Norte de São Paulo como um todo, eu apostaria nos meses da primavera ou do outono. Não é tão comum dias seguidos de chuvas e as temperaturas tendem a ser agradáveis. Nós fomos em novembro, por exemplo, e foram oito dias seguidos de sol e calor.

Praia de Toque Toque Grande em São Sebastião
Foto: Esse Mundo É Nosso

Outra vantagem de viajar fora da temporada de verão ou nos dias de feriados é que as praias estão mais vazias. Mesmo as tranquilas praias de Toque Toque tendem a ficar mais cheias nesses períodos. Ou seja, melhor ainda se você puder ir em dias de semana pra aproveitar o sossego da região.

Como chegar em Toque Toque Grande

A praia está localizada na BR-101, conhecida nesse trecho como Rio-Santos. O acesso, bem sinalizado, fica entre as praias de Maresias e o centro de São Sebastião.

Quem vem de carro a partir de São Paulo pode optar pelas rodovias Anchieta-Imigrantes até acessar a Rio-Santos, em trechos com pedágios, ou então pela Rodovia Mogi-Bertioga para depois acessar a Rio-Santos. Em média são 190 Km saindo da capital paulista.

Placa sinalizando as praias de Toque Toque
Foto: Esse Mundo É Nosso

Já quem sai do Rio de Janeiro de carro também pode optar em vir direto pela Rio-Santos até a entrada da praia (407km) ou então pegar a Dutra até Taubaté, depois a Carvelho Pinto e finalmente descer a serra pela Rodovia dos Tamoios. Em Caraguatatuba, basta pegar a Rio-Santos sentido São Sebastião. Nessa última opção, são cerca de 460 Km, mas a viagem costuma ser mais rápida.

Já em Toque Toque Grande, há estacionamento nas ruas residenciais, mesmo perto da praia.

Dá pra ir de ônibus?

É comum também nos perguntarem se há ônibus pra Toque Toque Grande. Da rodoviária do Tietê em São Paulo você pode pegar um ônibus da Pássaro Marrom até São Sebastião, que passa em frente ao trevo da praia. Mas combine com seu motorista antes se é possível desembarcar ali.

Se não, você pode desembarcar em Maresias e pegar um ônibus circular local que vai até São Sebastião. É possível consultar os horários desses veículos que circulam entre as cidades dessa região no site da Ecobus.

Quem vem de outros destinos de ônibus, vale o mesmo. Ou seja, vá até São Sebastião e depois utilize o transporte circular local ou até mesmo táxi ou Uber para chegar a Toque Toque.

Rua da praia de Toque Toque Grande
Ruazinha principal da praia (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Segurança

Embora seja bem vazia (na época em que fomos estava praticamente deserta), nos sentimos seguros em Toque Toque Grande. Mas é sempre bom ter os cuidados básicos que você tomaria em qualquer outra praia brasileira.

Algumas dicas mais importantes são em relação ao carro. Muito cuidado ao estacionar em locais não apropriados. É comum a Polícia Rodoviária passar mesmo em dias da semana e distribuir multas aos carros enfileirados.

Outra coisa importante é que, como os turistas estacionam os carros longe da praia, principalmente na Praia de Calhetas, algumas pessoas se aproveitam da situação. É comum relatos de vidros quebrados e itens furtados. Então preste atenção aos seus pertences e não deixe nada no interior do veículo.

Veja mais
Viajar pra Paraty: Dicas
Hotéis no Guarujá

Dicas úteis pra viajar pra Toque Toque

  • Como não há mercados ou lojinhas, não se esqueça de trazer água, outras bebidas e alimentos pra evitar ter de viajar até as praias vizinhas;
  • A Rio-Santos é uma estrada de pista simples e perigosa, embora seja linda. Preste bastante atenção, principalmente nos trevos e acessos, além dos radares constantes;
  • Essa é uma região de Mata Atlântica bem preservada, então mosquitos são constantes. Traga repelente, principalmente quando for a época dos temidos borrachudos. Se for ficar hospedado(a), vale ainda trazer repelente de tomada;
  • Não se esqueça também do protetor solar, já que dificilmente encontrará à venda em algum lugar em Toque Toque Grande;
  • Como praticamente não há estrutura, é sempre bom trazer ao menos uma canga ou cadeira de praia. É fácil encontrar sombra sob as árvores em boa parte do dia;
  • É fácil encontrar vagas para estacionar nas ruazinhas próximas da praia, até mesmo nos fins de semana quando ela fica mais cheia;

Sobre o Autor
Rafael Carvalho
Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Melhor preço para Seguro Viagem

Sobre Nós
Rafael Carvalho

Somos Adolfo Nomelini e Rafael Carvalho, dois jornalistas que trabalham com conteúdo digital há mais de 10 anos. Aqui você encontra nossas dicas de viagens pelo Brasil e o mundo.