Trem nas Cinque Terre, na Itália: Dicas para circular por lá

Com uma vila grudada na outra, o trem nas Cinque Terre é a maneira mais fácil de se locomover por lá. Riomaggiore, Manarola, Corniglia, Vernazza e Monterosso al Mare são as cinco terras que estão localizadas na Costa da Lingúria, na Itália.

Tanto para quem tem pouco tempo quanto para quem possui mais dias, incluir o trem no roteiro é uma excelente pedida, já que o trajeto entre uma cidade e outra pode ser de menos de 10 minutos. Neste post damos dicas de como circular por lá de trem e barco e também sobre as trilhas.

TREM NAS CINQUE TERRE

Antes de mais nada, vale a pena explicar. Quando estivemos por lá, ficamos hospedados em La Spezia, que não faz parte das Cinque Terre, mas que fica a oito minutos de trem de Riomaggiore. Escolhemos ficar por ser mais barato e ter boa estrutura à noite.

Trem nas Cinque Terre (Foto: Esse Mundo é Nosso)

A gente se hospedou na Guest House La Casa delle Acciughe, que fica perto da estação de trem com bom preço e ótima localização. Aproveite para checar o valor das diárias com descontos.

+ Encontre outros hotéis na cidade com bons preços

Dito isso, vamos voltar a falar do trem nas Cinque Terre. Ainda em La Spezia (mas isso vale pras outras estações), nós compramos o Cinque Terre Card, que é um cartão que dá acesso ao trem e também a algumas trilhas.

Trem nas Cinque Terre (Foto: Esse Mundo é Nosso)

 

Seguro pra Europa é obrigatório! Faça o seu com desconto
Nós sugerimos que você faça a cotação online do seguro obrigatório pela Seguros Promo, que é um buscador que encontra os melhores preços em diversas agências. Use o cupom ESSEMUNDOENOSSO5 e ganhe mais 5% de desconto.

 

três opções de bilhetes para usar o trem nas Cinque Terre: uso ilimitado por um dia (€ 12), uso ilimitado por dois dias (€ 23) e valor para cada uso (€ 7,30). Esses valores são de junho de 2018, mas no site há os dados atualizados.

O trem é o jeito mais fácil de se locomover pelas Cinque Terre. Como a gente já falou, de La Spezia até Riomaggiore, o trem leva oito minutos. Entre as outras cidades, o trajeto é de cerca de cinco minutos.

Trem nas Cinque Terre (Foto: Esse Mundo é Nosso)

+ Encontre seu hotel na região com descontos de até 50%

Pra quem gosta de vista, nem adianta se animar. O percurso é quase que todo feito dentro de túneis que cortam as montanhas de pedras.


|
BARCO E TRILHAS

Além do trem nas Cinque Terre, outra opção para circular entre elas é o barco. Vale a pena para ter uma vista inesquecível dos vilarejos. São diversos tipos de bilhetes que variam de acordo com a cidade, com a duração e a época do ano. No site oficial, há todas as informações.

Trem nas Cinque Terre (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Pra quem gosta de andar, há algumas trilhas que ligam um vilarejo ao outro. Entretanto, é importante checar quais estão abertas. Uma das mais famosas, a Via dell’Amore, está parcialmente fechada desde 2012 com previsão de abertura apenas pra 2021. Para ter acesso a algumas trilhas, é preciso ter adquirido o Cinque Terre Card, o mesmo do trem.

+ Encontre seu hotel na região com descontos de até 50%

A gente não fez nenhuma trilha completa, mas andamos um pouquinho em algumas para tirar fotos. Só isso já valeu a pena!


| SEGURO VIAGEM

Nunca é muito repetir: é obrigatório viajar pra Europa com um seguro viagem. Mesmo que não fosse, é sempre recomendável fazer um seguro. Nunca sabemos o que pode acontecer com a gente durante os dias de descanso. Sem o seguro, qualquer problema de saúde pode sair bem caro. Por isso, é tão importante fazer um. Aproveite para entrar no site da Seguros Promo, nossa parceira, e fazer a cotação. Use nosso código ESSEMUNDOENOSSO5 e ganhe mais 5% de desconto.

Ficou com alguma dúvida sobre o trem nas Cinque Terre? Deixe nos comentários!

+ Não deixe pra última hora! Encontre seu hotel com descontos de até 50%

+ Confira dicas do destino
+ Veja todos os posts da Itália
+ Quanto custa viajar pra Costa Amalfitana
+ Dicas e preços de Roma

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Adolfo Nomelini

Jornalista formado pela PUC-SP e pós graduado em Comunicação em Mídias Digitais, é apaixonado por música, coxinha, televisão, seus óculos e internet. Trabalha há 8 anos com conteúdo online e passa boa parte do tempo "jogando o corpo no mundo, andando por todos os cantos e, pela lei natural dos encontros, deixando e recebendo um tanto".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *