Walk tour pelo Centro Histórico de Lima: o que você vai encontrar

O Centro Histórico de Lima é mais um dos pontos altos da viagem à capital peruana. O lugar onde Francisco Pizarro fundou a cidade em 1535 é, além de uma volta ao passado, uma ótima chance de o viajante conhecer a vida local, já que muitos acabam apenas visitando os badalados bairros de Miraflores ou Barranco.

Plaza Mayor de Lima, Peru (Foto: Esse Mundo É Nosso)

A Plaza Mayor Lima – ou Plaza de Armas – é o ponto principal. Ao seu redor ficam a Catedral de Lima, o Palácio do Governo, a Prefeitura e diversos outros prédios históricos de arquitetura colonial espanhola.

Plaza Mayor de Lima, Peru (Foto: Esse Mundo É Nosso)

O Palacio de Gobierno foi residência de Pizarro e hoje é o centro do poder político do Peru, local de trabalho do presidente. Todos os dias, às 11h45, acontece a troca da guarda pelo batalhão dos Húsares de Junín.

Palacio de Gobierno - Lima, Peru (Foto: Esse Mundo É Nosso)

O conjunto arquitetônico formado pela Igreja e Convento de San Francisco (esquina Jirón Ancash e Lampa) é imperdível. Ali ficam as galerias subterrâneas com catacumbas que serviram de cemitério da colônia.

Igreja e Museu de San Francisco - Lima, Peru (Foto: Esse Mundo É Nosso)

A visita guiada (S.7 – US$2,7), que infelizmente não pode ser fotografada, nos leva às tumbas onde estão restos mortais de cerca de 70 mil pessoas. O local conta ainda com uma biblioteca com mais de 25 mil textos antigos, inclusive alguns anteriores à chegada dos espanhóis. O Museo Catacumbas fica aberto todos os dias das 9h30 às 17h30 e o ingresso é comprado na hora.

Centro Histórico de Lima, Peru (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Após a visita, aproveite para perder-se sem rumo pelos quarteirões lotados, visitar igrejas e museus, fotografar diversos prédios históricos e conhecer o Barrio Chino, a “Liberdade peruana” (que já ganhou um post aqui).

Congresso Nacional - Lima, Peru (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Centro Histórico de Lima, Peru (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Centro Histórico de Lima, Peru (Foto: Esse Mundo É Nosso)

O Centro Histórico também é uma boa opção de compra em comércios populares e galerias de artesanato, além de experimentar a gastronomia mais simples e barata, como no Mercado Central Municipal (esquina Ayacucho e Ucayali), onde é possível encontrar desde peixe fresco, frutas exóticas, roupas e produtos chineses falsificados.

Mercado Central Municipal - Lima, Peru (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Para paladares mais sofisticados e bolsos um pouco mais folgados, a pasaje Santa Rosa é um calçadão que reúne diversos restaurantes para todos os gostos. A qualidade de alguns segue o excelente padrão de Miraflores.

Pasaje Santa Rosa - Lima, Peru (Foto: Esse Mundo É Nosso)

 

Embora tenha menos atrações e seja menos conservado que famosos centros históricos como os de Quito (Equador) ou Ouro Preto, o lugar onde nasceu Lima também é encantador.

 

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Rafael Carvalho

Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *