Como é a imigração na Espanha no Aeroporto de Madrid

Muita gente fica com o pé atrás quando o assunto é fazer a imigração na Espanha, principalmente em Madrid, para entrar na Europa. Realmente há alguns anos houve uma grande leva de brasileiros barrados na entrada do país.

A situação parece ter melhorado e, mesmo assim, quando você analisa o caso daqueles que não foram autorizados a seguir viagem, a maioria não tinha documentos suficientes que comprovassem sua estadia no Velho Continente.

É justamente sobre isso que é esse post. Informações sobre quais documentos são exigidos e o que mais é a Espanha recomenda para você levar para passar pelos guardas com tranquilidade numa viagem a turismo.

COMO É A IMIGRAÇÃO NA ESPANHA

A principal porta de entrada de brasileiros a turismo no país é o Aeroporto de Barajas, em Madrid, justamente o que mais provoca arrepios em muitos viajantes. Eu já fiz a imigração na Espanha para entrar na Europa por duas vezes, uma no auge da rigidez que acabou barrando muita gente em 2016. Sempre foi muito tranquila minha entrada, isso porque eu estava com todos os documentos em mãos. Passei rapidamente em poucos minutos e apenas me perguntaram o motivo da viagem, sem exigir nenhum comprovante.

Como é a imigração na Espanha no aeroporto de Madrid (Foto via Shutterstock)

Foto via Shutterstock

Então antes de começar a falar do que você deve ou não levar, um primeiro conselho é ter tranquilidade. Barajas não é esse monstro todo. Se você vai a turismo numa viagem de férias, tem os comprovantes necessários, não tem motivos para se preocupar tanto.

 

| PRECISA DE VISTO E VACINA?

Brasileiros não precisam de visto em viagem a turismo para permanência de até 90 dias nos países membros do Espaço de Schengen, que inclui Espanha, Alemanha, Portugal, França, Itália e muitos outros (saiba mais). Também não é pedido nenhum tipo de vacina.

 

| DOCUMENTOS EXIGIDOS NA IMIGRAÇÃO NA ESPANHA

O Consulado da Espanha em SP lista os seguintes requisitos para entrada no país:

  •  Passaporte válido por pelo menos três meses após a data prevista de saída dos países membros de Schengen, ou seja, seu documento ainda tem que ter pelo três meses de validade no dia do retorno da sua viagem. Se você ainda não tem passaporte, veja o passo a passo de como fazer o seu.
  • Documento que comprove a hospedagem (reservas de hotéis de toda a viagem, mesmo que em outros países) ou carta-convite caso você vá se hospedar na casa de algum residente. Essa carta deve ser emitida pela Esquadra de Polícia correspondente ao local da residência.
  • Confirmação do itinerário da viagem: países e cidades por onde você passará. Por exemplo: tickets de transportes e reservas de hotéis.
  • Bilhete de volta para o Brasil ou circuito turístico.
  • Comprovação de meios econômicos para que a imigração na Espanha seja permitida: pelo menos € 73,59 por dia, num mínimo de € 661,50 para toda viagem, mesmo que dure menos, ou o equivalente em moeda estrangeira. Nesse caso, além de dinheiro vivo, você pode comprovar com extratos do cartão de crédito internacional, conta bancária ou cartão pré-pago. Mas vale sempre ter pelo menos alguma quantia em espécie, o garante uma maior tranquilidade no processo.
  • Seguro Viagem Obrigatório, como falaremos abaixo.

+ Veja hotéis em Madrid com até 50% de desconto

 

| SEGURO VIAGEM OBRIGATÓRIO

Os países membros do Espaço de Schengen exigem dos brasileiros um seguro saúde obrigatório que tenha uma cobertura de pelo menos € 30 mil. Ele não é tão caro e não vale arriscar ficar sem. Não apenas pela imigração, mas também por qualquer imprevisto durante a viagem.

Para encontrar o melhor preço do seguro, nós sugerimos que você faça a cotação na Seguros Promo, que compara os preços entre diversas seguradoras do Brasil e você pode escolher o que mais lhe agrada. Basta colocar “Europa” como destino e as datas e fazer a cotação online. Como são nossos parceiros, ao usar o cupom ESSEMUNDOENOSSO5 você ainda ganha mais 5% de desconto.

Como é a imigração na Espanha no aeroporto de Madrid (Foto via Shutterstock)

Foto via Shutterstock

| OUTRA DICA

O consulado espanhol não cita “comprovante de vínculo com o Brasil”, mas como alguns outros países recomendam, como Portugal, pode ser válido levar também para a imigração na Espanha. Nesse caso, se você tiver, você pode levar uma declaração da empresa onde trabalha reconhecida em cartório. Para ficar ainda mais tranquilo(a), você ainda pode autenticá-la no Consulado da Espanha mais próximo. De toda forma, é sempre bom entrar em contato com eles e ver se é preciso realmente fazer essa autenticação ou não, pois não conheço ninguém que já tenha feito. Eu não fiz.

 

CONEXÕES NA ESPANHA

Se seu voo é pra outro país da Europa membro do Acordo de Schengen (relembre a lista), mas tem uma conexão em Madrid, você passará pela imigração na Espanha. Isso mesmo, é aqui que você entrará definitivamente no continente europeu. O próximo voo será como um voo doméstico, sem imigração. Portanto, valem todas as recomendações dadas acima mesmo numa conexão no país.

Deu pra ver que se você estiver com todos os documentos corretos em mãos, seguro viagem, itinerário da viagem fechado, acomodações e outros comprovantes não há muito com o que se preocupar. Se sua viagem não é a turismo ou para tirar outras dúvidas, acesse o site do Consulado Geral da Espanha em São Paulo, que foi a fonte para esse post.

Tem mais alguma dúvida sobre a imigração na Espanha? Deixe seu comentário que faremos o possível para ajudar!

+ Melhor preço no Seguro Obrigatório para Europa
+ Hotéis em Madrid e outras cidades com descontos
+ Todas as dicas pra sua viagem ao país

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Rafael Carvalho

Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.

2 Comments

  1. Irina disse:

    Olá,

    Devo levar o comprovante do seguro ou a apólice?
    Precisa estar em espanhol/ingles?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *