O que fazer numa parada de navio em Salvador: Dicas e atrações

Muita gente se questiona se vale descer numa escala de cruzeiro. Eu concordo que depende muito do tempo que você tem no lugar, os preços do transporte até os pontos turísticos ou dos passeios e até mesmo se as atrações do local valem a pena. O bom de uma parada de navio em Salvador é que ele atraca bem no centro histórico da capital baiana, a uma curta caminhada dos principais atrativos.

Outra parte interessante é que por aqui os navios costumam parar por um longo período, normalmente do comecinho da manhã até o meio da noite, ou seja, há tempo suficiente pra você conhecer até mesmo as praias e outras atrações de Salvador.

O que fazer numa parada de navio em Salvador (Foto: Elói Corrêa/GOVBA)

Foto: Elói Corrêa/GOVBA

O QUE FAZER NUMA PARADA DE NAVIO EM SALVADOR

CENTRO HISTÓRICO E PELOURINHO

Os navios atracam em Salvador no Terminal Marítimo de Passageiros, na Cidade Baixa, a apenas 500 metros do famoso Mercado Modelo. Só isso já seria um convite pra descer na capital baiana, mas nos arredores dá pra conhecer muito mais a pé mesmo, como falaremos nesse post.

O que fazer numa parada de navio em Salvador (Foto: Divulgação/CODEBA)

Divulgação/CODEBA

Abaixo você também encontrará mapas, algumas dicas de segurança e também de como driblar o assédio dos ambulantes.

Encontre o melhor preço no Seguro Viagem pra Cruzeiros
Viaje tranquilo(a) para qualquer imprevisto, já que os médicos a bordo cobram em dólares e valores bem altos. Pesquise o melhor preço. Use o cupom ESSEMUNDOENOSSO5 e ganhe mais 5% de desconto!

 

| MERCADO MODELO

Logo ao desembarcar e sair do terminal, siga à sua direita pela Av. da França até avistar o Mercado Modelo. Inaugurado em 1912 e tombado pelo IPHAN, hoje tem mais de 260 lojas que vendem artesanato (os preços são bons!) e lembrancinhas da Bahia.

O que fazer numa parada de navio em Salvador - Mercado Modelo (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Mercado Modelo

Se quiser, dá até mesmo pra beliscar alguma iguaria baiana ou tomar uma cervejinha. No segundo andar ficam restaurantes com mesas ao ar livre que têm uma bonita vista da Baía de Todos os Santos. Mas os preços no andar de cima são um pouco mais salgados que dos barzinhos de baixo.

O que fazer numa parada de navio em Salvador - Mercado Modelo (Foto via Shutterstock)

Mercado Modelo (Foto via Shutterstock)

 

| ELEVADOR LACERDA

Saindo pela Praça do Mercado, você logo avistará o Elevador Lacerda, um dos principais cartões postais da cidade. É outro símbolo que já vale a descida numa parada de navio em Salvador. Primeiro elevador urbano do mundo, foi construído em 1873 para ligar a Cidade Baixa à Cidade Alta.

O que fazer numa parada de navio em Salvador - Elevador Lacerda (Foto via Shutterstock)

Elevador Lacerda (Foto via Shutterstock)

São duas torres de 72m de altura. Mas não espere algo muito turístico, já que os elevadores não são panorâmicos nem têm ar-condicionado. Eles servem mesmo como meio de transporte para quase 30 mil pessoas por dia. O preço da passagem é praticamente simbólico: R$ 0,15*.

 

CIDADE ALTA

Ao desembarcar do Elevador Lacerda, você estará na Cidade Alta, o coração do Centro Histórico, com uma vista incrível da Baía de Todos os Santos e do Forte de São Marcelo.

O que fazer numa parada de navio em Salvador (Foto: Esse Mundo É Nosso)

De um lado da Praça Tomé de Souza, fica o imponente Palácio Rio Branco, antiga sede do governo do Estado. Do outro, já com traços mais modernos, fica a Prefeitura de Salvador.

+ Hotéis com até 50% de desconto em Salvador

 

PELOURINHO

Passando pela prefeitura, você começa a entrar no Pelourinho, talvez o bairro mais famoso da cidade (ao menos o mais fotogênico). No entorno da Praça da Sé, que também tem uma vista bonita, ficam muitas atrações, como o Museu da Misericórdia, o Memorial das Baianas, o Monumento da Cruz Caída, entre outras.

Continue caminhando até chegar ao Largo Terreiro de Jesus Pelourinho. Cercada por prédios históricos, igrejas e museus, essa praça também reúne muitas barraquinhas que vendem comida local, como o famoso acarajé (negocie, pois eles cobram de acordo com a cara do turista). Se der sorte, pode até assistir a uma apresentação de capoeira.

O que fazer numa parada de navio em Salvador (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Pegue a Rua Alfredo de Brito para em poucos minutos chegar ao coração do Pelourinho e encontrar aquele cenário que você já viu diversas vezes nos cartões postais e em fotos pela internet. As principais ruas do “Pelô” ficam nesse entorno, repletas de lojinhas de artesanato, restaurantes e museus.

O que fazer numa parada de navio em Salvador - Pelourinho (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Se se sentir inseguro ao entrar em alguma rua mais vazia, é sempre bom perguntar a algum policial ou para algum vendedor como é andar por ali. Falaremos mais disso abaixo.

O que fazer numa parada de navio em Salvador - Pelourinho (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Como deu pra ver, só a visita ao Centro Histórico já vale a pena numa parada de navio em Salvador. Fiz esse roteiro que citei acima em pouco mais de duas horas. Ou seja, ainda sobrou muito tempo. Então, se é sua primeira vez na cidade e você quer conhecer outros pontos turísticos, também dá. Só que aí será preciso pegar um táxi ou aplicativo de transporte.

 

O QUE MAIS DÁ PRA FAZER?

Saindo do Pelourinho, você pode pegar um táxi até a região do Farol da Barra, outro famoso ponto turístico e onde há praia propriamente dita para banho. Não é a melhor de Salvador no quesito balneabilidade, mas é uma das mais bonitas. Fica a apenas 6km do Centro. Mas não se esqueça na hora de voltar que o trânsito é bem complicado por aqui.

O que fazer numa parada de navio em Salvador - Farol da Barra (Foto via Shutterstock)

Farol da Barra (Foto via Shutterstock)

Outro bairro bastante visitado, principalmente nos fins de tarde e à noite, é o Rio Vermelho, a 5km da Barra. A vida noturna ali acontece nos bares, restaurantes e nas barracas do Largo de Santana. Não deixe de provar um acarajé: os mais famosos são os da Dinha e da Cira.

Se você quer praia mesmo, como aquelas que o Nordeste tem a oferecer, vale pedir pro táxi ou aplicativo te levar até a Praia do Flamengo, que fica bem mais distante (25km da Barra), mas que tem ótimas barracas e é tranquila para banho de mar. Minhas barracas preferidas e com grande estrutura são a Pipa e a do Lôro. Dá pra curtir muito o sol e o mar por ali.

O que fazer numa parada de navio em Salvador - Praia do Flamengo (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Praia do Flamengo

Agora, se você quer conhecer o farol e a praia de Itapuã, que ficaram famosos pela música de Toquinho e Vinicius de Moraes, eles ficam a apenas 4km da Praia do Flamengo, já sentido centro. Sinceramente, eu não acho que compensa, não há muito o que fazer por lá a não ser a fama da canção.

O que fazer numa parada de navio em Salvador - Itapuã (Foto via Shutterstock)

Farol de Itapuã (Foto via Shutterstock)

Por falar em algo que não compensa, o mesmo vale para um bate-volta até Morro de São Paulo. Tudo bem que essa é uma das praias mais lindas que já fui no Brasil, mas são cerca de 2h30 de catamarã para chegar até a ilha e outras 2h30 para voltar. Some a isso o balanço enjoativo do mar que costuma deixar muita gente mareada. Apesar de o seu navio vender esse passeio (a um preço altíssimo), eu acho que vale deixar pra uma outra vez e ir com calma.

De todo jeito, se você quiser encarar, dá também pra ir por conta própria, bastando pegar a embarcação no Terminal Turístico Náutico, que fica bem ao lado de onde o navio parou, no Centro. Mas fique muito atento(a) às condições do mar e ao relógio para não correr o risco de perder a volta ao navio. Se o tempo fechar ou o mar ficar bravo a viagem até Morro de São Paulo costuma ser cancelada ou feita num caminho mais longo, com boa parte sendo por terra.

 

SEGURANÇA E OUTRAS DICAS

  •  Evite andar com joias, bens e muito dinheiro vivo. Já estive em Salvador muitas vezes, nunca me aconteceu nada, mas conheço gente que já foi roubado por lá. Então leve o menos possível e tenho cuidado com seus pertences como em qualquer outra grande cidade do Brasil;
  • Evite também andar em ruas muito vazias do Pelourinho, principalmente à noite. Como disse acima, é sempre bom, caso tenha dúvida, perguntar para algum policial ou em algum restaurante se você deve ou não fazer os caminhos mais desertos;
  • Logo que desembarcar do navio e sair do Terminal de Cruzeiros, ignore o assédio de taxistas e agentes de viagem caso queira fazer o tour por conta própria;
  • A maioria dos turistas que desembarca em Salvador quer ao menos uma fitinha do Senhor do Bonfim, certo? Procure já pegar as que as baianas do terminal irão lhe presentear ou até mesmo comprar as suas no Mercado Modelo. Ao longo de todo o Centro Histórico muitos ambulantes irão te cercar fingindo que estão dando a fitinha de presente. Depois de amarrarem no seu braço, eles irão insistir até o último segundo da sua paciência para que você compre algum produto ou veja o artesanato que eles fazem. Além de gastar seu tempo, isso é muito chato. O melhor é nem dar atenção, a menos que realmente você se interesse pelos produtos ou queira ajudá-los.
  • De modo geral, muitos vendedores ambulantes irão te assediar nessa região. Eu uso a tática do “eu moro aqui” e já saio andando.
  • Por fim, vale ficar atento(a) aos preços de produtos que não tenham etiqueta ou, no caso de comidas e bebidas, de locais que não tenham um cardápio. Eles realmente cobram de acordo com a sua cara. Fui comprar um refrigerante no Pelourinho e depois que já estava com ele em mãos me disseram que custava R$ 7*. Oi? Pois eu falei que não pagaria isso, fui negociando, negociando, até o preço cair pra R$ 4*. Infelizmente é assim mesmo!

O que fazer numa parada de navio em Salvador (Foto: Esse Mundo É Nosso)

 

VALE A PENA CONTRATAR OS PASSEIOS NO NAVIO?

Em qualquer caso eu acho que NÃO. Os passeios oferecidos a bordo são caríssimos e todos em dólares. Ainda mais numa parada de navio em Salvador, onde você pode sair a pé sem nem mesmo precisar de transporte. Se você faz questão de um guia, tente contratar antes um profissional local pela internet ou até mesmo na hora muitos oferecerão os serviços na região do Pelourinho. O mesmo vale para passeios pelas praias e city tour: tente sempre agendar com uma agência local antes, pode ter certeza que você irá pagar a metade ou até menos que o cobrado pelo seu navio.

 

Como deu pra ver, vale a pena descer na capital baiana por conta da facilidade do deslocamento do cruzeiro até as atrações, mesmo que seja só pra um tour pelo Centro Histórico. Tem mais dicas ou dúvidas de o que fazer numa parada de navio em Salvador? Conta pra gente!

+ Veja hotéis com desconto na capital baiana
+ Praia do Flamengo: Em busca da praia perfeita
+ 5 dicas pra curtir o Carnaval na cidade
+ Mais dicas pra você curtir a capital baiana

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Rafael Carvalho

Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.

10 Comments

  1. CLAUDIO TADEU DA CRUZ disse:

    Ola irei desembarcar no porto as 09h00 da manha e meu voo sai as 18h00 ,.gostaria de passear no pelorinho, o problema sao as malas.alguem tem alguma dica de onde deixar.?

    • Oi, Claudio, tudo bem?
      Infelizmente eu não conheço nenhum lugar onde você possa deixar suas malas nessa região do porto. Mas pelo que pesquisei, há um senhor que guarda a bagagem no próprio terminal turístico do porto, vale dar uma pesquisada.

      Abraços e boa viagem!

  2. Afonso disse:

    Olá Rafael,
    Estamos indo com Cruzeiro até Salvador, tem como chegar em boipeba de lancha, será que é possível fazer um bate e volta até esse lugar (boipeba) e não perder o cruzeiro? pelo que li demora 1 hora ida e 1 hora volta. Daria tempo para ficar em torno de 2 horas ainda na praia de boipeba.
    Obrigado.

    • Oi, Afonso, tudo bem?
      Então, acho bem complicado. Pelo que pesquisei não há lanchas entre Salvador e Boipeba e mesmo se houvesse essa seria uma viagem bem longa. Pra você ter uma ideia, pra Morro de SP, que fica antes de Boipeba, a viagem dura entre 2h e 3h em cada sentido.

      Abraços e bom cruzeiro!

  3. Alanna disse:

    Obrigada pelas dicas! Excelente!

  4. elisabete gornicki schneider disse:

    Oi. Gostaria de saber se tu sabe informar se passa pelo Terminal Marítimo aquele ônibus de turismo que faz um tour pelos principais pontos.

  5. Luiz Barreto disse:

    Muito boas dicas.
    Obrigado

  6. Fátima Aparecida Silva disse:

    Adorei as dicas, muito boas, estarei em Salvador em dezembro/18 em um cruzeiro, com certeza vou seguir as dicas, até mapa sensacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *