Alugar um quadriciclo em Barra Grande, na Península de Maraú (Bahia), é algo comum entre os turistas. Neste post, explicamos se vale a pena alugar um, como funciona o processo e o que dá para fazer com um quadriciclo por lá.

QUADRICICLO EM BARRA GRANDE

Barra Grande é um dos principais destinos da Península de Maraú, na Bahia. A vila serve de base para quem pretende ir às piscinas naturais de Taipu de Fora, além de ter praias lindas.

+ Encontre seu hotel com desconto em Barra Grande

Por não ter asfalto, em alguns momentos é difícil andar de carro por lá. Nós vimos alguns deles atolados na lama. Quando chove o problema aumenta, já que surgem mais buracos nas ruas e também grandes poças d’água, inclusive na rodovia.

Quadriciclo em Barra Grande (Foto Esse Mundo é Nosso)

Vendo tudo isso e querendo ir para praias mais distantes, resolvemos alugar um quadriciclo em Barra Grande. É muito fácil encontrar alguma agência que tenha o veículo para aluguel. No nosso caso, decidimos pegar no nosso próprio hotel (ficamos hospedados na Pousada Barra Trip; veja o valor da diária com desconto).

Quando fomos (abril de 2018), o valor do aluguel para um dia (das 9h ás 18h) era R$ 180, mas conversando foi possível chegar aos R$ 150.

| DICAS

Vale muito a pena alugar um quadriciclo em Barra Grande para poder ir até Taipu de Fora, que fica a cerca de 5km da vila. Lembrando que é preciso conferir sempre a tábua das marés para confirmar em que horário será possível ver as piscinas naturais.

Nós alugamos o quadriciclo de manhã na própria pousada e ficamos com ele o dia todo. O processo do aluguel é tranquilo. Para dirigir, foi necessário apresentar a carteira de motorista vigente. Depois, o gerente da pousada deu algumas explicações sobre o uso do quadriciclo, além de dar uma volta com a gente para explicar todo o funcionamento.

Quadriciclo em Barra Grande (Foto Esse Mundo é Nosso)

Uma dica importante: para ligar o quadriciclo é preciso deixá-lo em estado neutro. Só que quando estávamos no meio do nada e paramos para tirar uma foto, não conseguimos por nada ligá-lo novamente. Até que passou um outro turista e explicou pra gente que às vezes era preciso dar uma sacudida no quadriciclo para fazer a marcha engatar. Fizemos isso e conseguimos ligar normalmente. O importante é sempre desligar no neutro para que dê tudo certo na hora de ligar novamente.

+ Encontre seu hotel em Barra Grande com descontos de até 50%

| O QUE FAZER

A primeira dica na hora de alugar o quadriciclo em Barra Grande é justamente aproveitar o dia para circular por lugares mais distantes.

| TAIPU DE FORA E FAROL

Nós começamos nosso roteiro de quadriciclo indo direto para Taipu de Fora. Depois de curtir um pouco a praia, fomos até o Farol de Taipu, de onde há uma linda vista das praias. Lá, não é mais permitido subir até o topo com o quadriciclo depois que uma turista sofreu um grave acidente neste trajeto. Por isso, a gente preferiu deixar o quadriciclo bem embaixo e subir a pé.

Quadriciclo em Barra Grande (Foto Esse Mundo é Nosso)

Quadriciclo em Barra Grande (Foto Esse Mundo é Nosso)

Depois, seguimos nosso trajeto até a Lagoa Azul, que tem água doce e transparente. Estava cheia de peixinhos. Depois, passamos pela Lagoa do Cassange, onde há um bar que deve ficar bem cheio na alta temporada.

Quadriciclo em Barra Grande (Foto Esse Mundo é Nosso)

+ Encontre seu hotel em Barra Grande com descontos de até 50%

Por fim, aproveitamos o quadriciclo para ir até a Ponta do Mutá. Lá, há diversas barracas de praia com estacionamento. Deixamos nosso quadriciclo em uma delas e ficamos lá até o sol se pôr.

Quadriciclo em Barra Grande (Foto Esse Mundo é Nosso)

Foi ótimo ter alugado o quadriciclo em Barra Grande. Tivemos a chance de ir a pontos mais distantes e fizemos tudo no nosso tempo.

| SEGURO VIAGEM

Muita gente me pergunta se vale a pena fazer seguro viagem. Claro que vale. O investimento é bem pequeno e pode tirar uma grande dor de cabeça futuramente. Quando viajamos, não queremos nem pensar em precisar ir ao médico ou resolver qualquer problema com a mala e atrasos do voo. Entretanto, essas coisas acontecem e podem até estragar uma viagem. Portanto, vale a pena sim se preparar para qualquer eventualidade.

Para fazer um seguro que tenha a ver com o seu perfil, entre no site da Seguros Promo, que é parceira do blog. Lá, é só colocar o seu destino e a data da viagem. O site funciona como um buscador e disponibiliza diversos tipos de seguro para você ver qual tem mais a ver com você. Aproveite e use o cupom ESSEMUNDOENOSSO5 para ter mais 5% de desconto. Faça a sua cotação agora.

Ficou com alguma dúvida sobre o aluguel de quadriciclo em Barra Grande? Deixe nos comentários.

+ Veja todas as dicas do destino
+ Dicas de hotéis e pousadas
+ Quando ir: Descubra a melhor época para visitar Maraú

Sobre o Autor
Adolfo Nomelini
Jornalista formado pela PUC-SP e pós graduado em Comunicação em Mídias Digitais, é apaixonado por música, coxinha, televisão, seus óculos e internet. Trabalha há 8 anos com conteúdo online e passa boa parte do tempo "jogando o corpo no mundo, andando por todos os cantos e, pela lei natural dos encontros, deixando e recebendo um tanto".

11 respostas

  1. Vale MUITO a pena alugar um quadriciclo em Maraú!!!!
    É um dia de passeio que vale o investimento… pode fazer um belo circuito onde o carro não vai ou vai com dificuldade, com paradas estratégicas e visuais inacreditáveis.

    Fizemos o nosso em NOV/218 em 2 quadriciclos, 2 casais, das 9 as 18. Saímos da Butterfly, fomos a algodões, depois voltamos passando pelo cassange, mirante, váááárias praias lindas isoladas, taipu de fora, … já na barra grande paramos em um bar/restaurante na beira da baía MARAVILHOSO e pegamos o por do sol no píer… PQP!!!!!! VALE CADA CENTAVO INVESTIDO.

  2. local é lindo, adorável. Mas entrei para alertar sobre o problema aue tive a alugar um quadriciclo. Procurei um ponto que parecesse ser confiável para o aluguel e encontrei a barraca do Sr. Eutimio. Tudo certo pra pegar o veículo, paguei e deixei minha CNH como garantia, quando fomos devolver, bem antes do horário de encerramento, a barraca estava fechada e um taxista que estava ali por perto disse que o quadriciclo poderia ficar com ele e que era normal o pessoal fechar antes do horário, que eles me enviariam o CNH pelos Correios. Reclamei mas como a última barca sairia dali em alguns minutos e eu precisava retornar para Itacaré, parti. Desde então eu falo com a Sra. Aline, funcionária do local, e ela me prometendo sempre que enviará meu documento no dia seguinte. Depois da quinta promessa não cumprida, pedi o telefone do Senhor Eutimio Estímulo e entrei em contato com ele, que pra minha surpresa inventou que eu cheguei após o horário e que eu deveria pagar o valor de 120 reais pelo envio. NÃO BASTASSE ISSO, NESSE PERÍODO COMECEI A RECEBER COBRANÇAS INDEVIDAS DE COMPRAS ONLINE UTILIZANDO COMO DOCUMENTO meu CNH. Estou tomando providências com a polícia da Bahia, mas aconselho evitar aluguel com o Sr. Eutimio e a locadora Ribeiro, por se tratar, ao que tudo indica de uma quadrilha.

  3. Oi, Marcelo. Tudo bem?

    Muito obrigado pelo comentário! Espero que tenha dado tudo certo na sua viagem. Conte depois pra gente como foi a sua experiência.

    Abs
    Adolfo

  4. Olá estou indo para barra grande amanhã é através da sua reportarem fiz contato com
    O ricardo e ele já me ajudou muito a chegar
    Em barra grande de maneira mais confortável

    Ajudou muito tb seus toques do que fazer
    Pois já estou por dentro e antenado do
    Que não podemos perder

    Valeu as dicas já ! ABS

  5. MUITO OBRIGADA PELO POST, ME AJUDOU MUITO.
    MAS EU TENHO UMA DÚVIDA, EU VOU FICAR EM PONTA DE MUTÁ, E QUERO CONHECER O FAROL, É POSSÍVEL FAZER O TRAJETO A PÉ ?

    1. Oi, Larissa.

      Obrigado pelo comentário!!

      Então, o caminho é bem longo para ser feito a pé. O ideal é mesmo alugar um quadriciclo ou fazer algum passeio.

      Obrigado pelo comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Reserve seu hotel aqui
Melhor preço para Seguro Viagem

Sobre Nós
Rafael Carvalho

Somos Adolfo Nomelini e Rafael Carvalho, dois jornalistas que trabalham com conteúdo digital há mais de 10 anos. Aqui você encontra nossas dicas de viagens pelo Brasil e o mundo.