Rota da Baleia Franca: Um roteiro pelo litoral sul de Santa Catarina

A Rota da Baleia Franca é um roteiro turístico entre as cidades de Laguna, Imbituba e Garopaba, no litoral sul de Santa Catarina. Além de praias de tirar o fôlego, o trajeto inclui história, ecoturismo, gastronomia e claro, avistamento de baleias.

O nome dado à rota é uma homenagem às Baleias Francas, que buscam essa região catarinense entre julho e novembro todos os anos. Essas gigantes de até 18 metros e 60 toneladas dão um show nas praias desses municípios. Nós já publicamos um post anteriormente com todas as dicas sobre o avistamento de baleias em Santa Catarina.

ROTA DA BALEIA FRANCA

Baleias em Santa Catarina (Foto: Cortesia/Átila Ximenez)

Foto: Cortesia/Átila Ximenez

Nós começamos nosso roteiro saindo de Florianópolis rumo ao sul do Estado. A primeira parada foi em Gravatal, a cerca de 50km de Laguna, onde passamos uma noite descansando no Hotel Internacional Gravatal, famoso por suas águas termais e tratamentos terapêuticos.

Rota da Baleia Franca: Hotel Internacional Gravatal (Foto: Divulgação)

Hotel Internacional Gravatal (Foto: Divulgação)

Dali seguimos para Laguna, depois Imbituba e, por fim, Garopaba, onde finalizamos a Rota da Baleia Franca.

Abaixo contamos todos os detalhes dessa experiência de cinco dias com sugestão de roteiro pra quando você vier.

LAGUNA

| O QUE FAZER

O Farol de Santa Marta foi um dos lugares que mais gostei na cidade. Parece aqueles cenários de postal do Uruguai, com uma vila de casinhas coloridas e o farol. Esse também é um bom lugar pra avistar baleias durante a temporada dos animais na região.

Rota da Baleia Franca: Farol de Santa Marta (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Farol de Santa Marta, na Rota da Baleia Franca

De lá seguimos para a Ponta da Barra, onde ficam ótimos restaurantes com vista pro mar e também é possível ver de perto a incrível interação dos pescadores com botos, que os ajudam na pesca da tainha.

Rota da Baleia Franca: Ponta da Barra em Laguna (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Boto ajuda pescador na Ponta da Barra

Já o Centro Histórico de Laguna destaca-se por seus 600 prédios tombados pelo patrimônio nacional. Ali é possível conhecer mais da vida de Anita Garibaldi, a moradora mais ilustre da cidade.

Rota da Baleia Franca: Casa de Anita Garibaldi em Laguna (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Casa de Anita Garibaldi em Laguna

Dali seguimos num passeio de buggy até a Pedra do Frade, outro cartão postal da cidade com 10m de altura e 4m de diâmetro. Você pode contratar os passeios pelo telefone (48) 99673 2772.

Rota da Baleia Franca: Laguna (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Rota da Baleia Franca: Pedra do Frade em Laguna (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Pedra do Frade em Laguna

Se preferir, outra forma divertida de percorrer as praias é de “Kombaleia”, uma kombi superestilosa que pertence ao guia Julio César Vicente, um expert quando o assunto é Baleia Franca. Os telefones dele são (48) 9948 2224 ou 9977 6352.

Rota da Baleia Franca (Foto: Esse Mundo É Nosso)

A famosa kombaleia na Rota da Baleia Franca

 

| ONDE COMER

Nós almoçamos na Ponta da Barra, no Geraldo Restaurante, uma opção deliciosa e com uma vista linda do canal onde há a pesca com botos. O carro-chefe por ali são frutos do mar, embora o cardápio seja bem variado (saiba mais).

Rota da Baleia Franca: Geraldo Restaurante (Foto: Esse Mundo É Nosso)

 

| ONDE FICAR EM LAGUNA

Nós não nos hospedamos em Laguna, mas a cidade tem boas opções, inclusive de frente pro mar. O Laguna Tourist é um dos mais bem avaliados. Veja aqui outros hotéis com desconto.

 

IMBITUBA

| O QUE FAZER

O principal cartão postal sem dúvida é a badalada e linda Praia do Rosa. A estrutura é excelente, com ótimos hotéis e restaurantes. Além disso, Imbituba é uma das melhores regiões pra ver as Baleias Franca.

Rota da Baleia Franca: Praia do Rosa (Foto: Cortesia/Rodrigo Litman)

Praia do Rosa (Foto: Cortesia/Rodrigo Litman)

A Barra de Ibiraquera, famosa entre os praticantes de windsurf, é outro lugar de uma beleza ímpar. Ali é possível escolher entre as ondas fortes do mar ou a tranquilidade da lagoa, que fica juntinho da praia.

Barra de Ibiraquera, Santa Catarina (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Na Praia de Itapiruba Norte, fica o Projeto Baleia Franca, um centro de pesquisas muito bem estruturado que recebe visitantes para conhecer de perto mais sobre o animal.

 

| ONDE COMER

As melhores opções ficam na Praia do Rosa, onde há restaurantes para todos os gostos, apesar dos preços um pouco mais inflacionados. O Restaurante Casarão fica bem de frente pro mar, tem estrutura e serviço de praia, além de uma vista linda. Entre os principais pratos estão os frutos do mar e peixes.

Rota da Baleia Franca: Restaurante Casarão (Foto: Esse Mundo É Nosso)

No centrinho do Rosa, visitei o Engenho do Mar, que fica no hotel Vida, Sol e Mar Ecoresort. Pena que fui à noite, porque o restaurante tem um deck com vista pro mar que é lindo!

Rota da Baleia Franca: Restaurante Engenho do Mar (Foto: Divulgação)

Restaurante Engenho do Mar (Foto: Divulgação)

 

| ONDE FICAR EM IMBITUBA

Quando o assunto é hotelaria, a Praia do Rosa também tem as melhores opções. Eu me hospedei na Pousada Villa Gardena, um hotel bem exclusivo, com apenas quatro suítes e uma piscina com uma vista de tirar o fôlego. Mas há muito mais para todo tipo de gosto e bolso (veja hotéis com descontos).

Dica de pousada na Praia do Rosa: Villa Gardena Suítes (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Dica de pousada na Praia do Rosa: Villa Gardena Suítes (Foto: Divulgação)

Em um outro dia, dormimos em Barra de Ibiraquera. Me hospedei na Mevlana Garden, uma pousada onde a filosofia é a tranquilidade, incluindo aulas de ioga e meditação. Também visitei a Pousada Barra-Mar, que apesar de um pouco mais simples é nova e confortável.

 

GAROPABA

| O QUE FAZER

Garopaba mistura o clima de antiga vila de pescadores com o agito de cidade famosa entre os surfistas e veranistas. Por aqui, não faltam praias bonitas com ondas perfeitas.

Rota da Baleia Franca: Garopaba (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Rota da Baleia Franca: Garopaba (Foto: Esse Mundo É Nosso)

No centrinho da cidade, uma caminhada pela parte histórica leva o visitante de volta ao passado, nos tempos em que era uma vila e bem menos badalada. O passeio é curtinho e gira pelo entorno da Igreja de São Joaquim. Por ali também é possível visitar o Instituto Baleia Franca, que reúne informações sobre o animal e sobre sustentabilidade ambiental.

Rota da Baleia Franca: Garopaba (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Pra quem vem atrás das praias, as melhores são a Praia de Garopaba, do Silveira, da Ferrugem, da Gamboa, do Siriú e do Ouvidor. Apesar de muita gente achar que fica no município, a linda Praia do Rosa pertence a Imbituba. As praias do Silveira e da Ferrugem são algumas das melhores da Rota da Baleia Franca para se avistar o animal na temporada (saiba mais).

Rota da Baleia Franca: Praia da Ferrugem (Foto via Shutterstock)

Praia da Ferrugem (Foto via Shutterstock)

Pra quem gosta de compras, essa é a terra da Mormaii, famosa marca de roupas e acessórios de surfe. Dá pra visitar uma outlet no centro da cidade (Rodovia SC 434, Km 01, 1201). Para os mais aventureiros, é possível praticar voo livre a partir da rampa do Morro do Ferraz.

 

| ONDE COMER

Um dos restaurantes que visitei e que mais gostei na cidade foi o Parador Garopaba. Além dos pratos ótimos, a vista do deck de frente pro mar é linda. Pra melhorar, ele fica bem na orla da praia principal, no centro da cidade.

Rota da Baleia Franca: Restaurante Parador Garopaba (Foto: Divulgação)

O Restaurante Zanoni também tem um ambiente bem gostoso, serve pratos à la carte com especialidade em frutos do mar e carnes nobres. Já o Ygarapaba é uma ótima pedida pra quem quer gastar menos e comer bem, já que tem um ótimo buffet por quilo com churrasco e comida local.

 

| ONDE FICAR EM GAROPABA

Nos hospedamos em dois hotéis diferentes em Garopaba, todos dois muito gostosos, mas com propostas diferentes, já que um fica mais perto do mar e o outro tem uma vista incrível do alto da montanha.

A Pousada da Lagoa tem aquele charme das pousadas de cidades históricas, com muita madeira e tijolos à vista. No jardim a pequena piscina tem vista pra uma lagoa, como o próprio nome já diz. As praias da Preguiça e Siriú ficam a 20min de caminhada e há estacionamento grátis no hotel.

Rota da Baleia Franca: Pousada da Lagoa (Foto: Divulgação)

Já o Silveira Ecovillage fica no topo da montanha que separa Garopaba da Praia do Silveira. A vista de ambos os lados é linda. Os quartos são bem decorados, o custo-benefício é bom e o café da manhã e a piscina com vista são outros pontos positivos (veja mais hotéis com descontos).

Rota da Baleia Franca: Silveira Ecovillage (Foto: Divulgação)

 

Se você quiser, pode conhecer outras atrações e saber mais sobre a Rota da Baleia Franca no site oficial do projeto. O que não dá pra negar é que essa região é uma das mais bonitas do Brasil e é bom ver que um roteiro turístico bem planejado já começou a ser traçado por aqui. Nós usamos os serviços da operadora local Casa Verde. O telefone do Jeser Batista, que é o proprietário, é (48) 99144-1531.

 

MAIS DICAS DA ROTA DA BALEIA FRANCA

+ Encontre hotéis com até 50% de desconto na região
+ O Farol de Santa Marta: Como chegar e o que fazer
+ Tudo que você deve saber pra avistar baleias em SC
+ Ponta da Barra: A incrível pesca com botos em Laguna
+ Barra de Ibiraquera: As praias, o que fazer e onde ficar

* O jornalista viajou a convite do Sebrae/SC, mas todas as opiniões dadas aqui são isentas e refletem sua real experiência.

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Rafael Carvalho

Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *