8 doces portugueses que valem os quilinhos a mais em Portugal

Não dá pra pensar numa viagem a Portugal sem falar dos doces portugueses. Ou melhor, sem falar da culinária em geral. Quem visita a “terrinha” deve se preparar para os quilinhos a mais. Mas vale a pena!

Tudo bem que já é possível encontrar muitos desses doces no Brasil, principalmente os pastéis de nata (ou erroneamente chamados “de Belém” – vamos explicar mais abaixo). Mas a gama de guloseimas normalmente com ovos na receita vai muito além.

Passamos mais de 10 dias no país e listamos aqui algumas das delícias que provamos pra você colocar na sua lista quando viajar pra lá ou, quem sabe, procurar na sua cidade por aqui mesmo!

8 DOCES PORTUGUESES PRA VOCÊ PROVAR

1. PASTEL DE BELÉM / PASTEL DE NATA

Talvez esse seja a estrela da lista quando se fala em doces portugueses em qualquer lugar do mundo. Nós já comemos até mesmo em Macau, na China, que foi colonizada por Portugal. Mas o verdadeiro Pastel de Belém só pode ser encontrado única e exclusivamente em um lugar: a Fábrica de Pastéis de Belém, ao lado do Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa. A gente esteve lá e conta todos os detalhes em outro post.

Doces portugueses - Pastel de Belém (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Só os doces fabricados ali há mais de 100 anos podem levar essa denominação “de Belém”. Em todos os outros lugares, seja em Portugal ou pelo mundo, eles são chamados de pastéis de nata. Mas isso não quer dizer um seja melhor ou pior que o outro.

Doces portugueses - Pastel de Belém (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Os autênticos pastéis de Belém são feitos exatamente da mesma forma e com a mesma receita mantida sob segredo há mais de um século e devem ser comidos quentinhos ali mesmo. Já os pastéis de nata, embora se assemelhem muito e podem até mesmo, de acordo com o gosto de cada pessoa, ser melhores que os “originais”, podem ter variação na receita dependendo do lugar onde você prová-lo.

Doces portugueses - Pastel de Nata (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Pastel de Nata no hotel ibis em Lisboa

Mas pensando nessa delícia de massa crocante e folhada, recheada com um creme quentinho e servida com açúcar e canela em pó pouco importa o local onde você vai comer, né? Ele é encontrado facilmente no Brasil, mas você irá sentir a diferença se prová-lo em Portugal, seja o autêntico Pastel de Belém ou em qualquer outro lugar do país, vendido como pastel de nata.

DESCONTO DE ATÉ 10% NO SEGURO OBRIGATÓRIO NA EUROPA
Brasileiros são obrigados a contratar um seguro viagem na maioria dos países da Europa, incluindo Portugal. Além de poder ser pedido na imigração, você viaja tranquilo(a) em caso de problemas de saúde, atrasos ou cancelamentos de voos. Eu já fraturei a coluna no exterior e precisei ser transferido de helicóptero. Já imaginou quanto custaria se eu não tivesse seguro? Sugerimos que você faça a cotação no site da Seguros Promo, que é um buscador para encontrar o melhor preço. Use o cupom ESSEMUNDOENOSSO5 e ganhe 5% de desconto, que pode chegar a 10% se você pagar no boleto

 

2. OVOS MOLES DE AVEIRO

É comum que muitos doces portugueses levem o “sobrenome” de alguma cidade, como os Ovos Moles de Aveiro. Essa cidade próxima do Porto é conhecida como a Veneza de Portugal por conta de seus canais onde os turistas fazem passeios de barco, aqui chamados de moliceiros (saiba mais).

A receita desse doce tradicional vem do Mosteiro de Jesus de Aveiro, onde as freiras usavam a clara de ovo para engomar os hábitos e, para não desperdiçar as gemas, criaram essa delícia.

Doces portugueses - Ovos Moles (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Assim como os pastéis de nata, a boa notícia é que os ovos moles podem ser encontrados em diversas cidades. Eu provei em Lisboa, na Pastelaria Suíça. O doce tem como base principal ovo, açúcar e água. Mas ainda quero um dia experimentar direto da fonte, em Aveiro, em locais famosos por fabricá-lo há mais de 100 anos, como a Confeitaria Peixinho e a Maria da Apresentação da Cruz.

 

3. TRAVESSEIRO DE SINTRA

Não disse? Outro doce que tem como “sobrenome” o nome de uma cidade. Depois do Pastel de Belém, acho que o Travesseiro de Sintra é o próximo na minha lista de guloseimas de Portugal. Pense numa massa folhada coberta com açúcar e recheada com creme de amêndoas… uma delícia!

Doces portugueses - Travesseiro de Sintra (Foto: Esse Mundo É Nosso)

O lugar mais famoso para comê-los é na Casa Piriquita que, claro, fica na cidade de Sintra, mas que é perto de Lisboa. Vale a pena fazer um bate-volta até lá não apenas pelos doces, mas porque a cidade é muito gostosa pra passear.

+ Como fazer um bate-volta até Sintra saindo de Lisboa

Mas se você não tiver a oportunidade, o Travesseiro de Sintra pode ser encontrado em vários outros lugares do país. Eu já vi até mesmo aqui no Brasil.

 

4. QUEIJADA DE SINTRA

Sintra é a casa de dois doces portugueses que valem as calorias. Além do travesseiro citado anteriormente, guarde um espacinho pra provar as famosas Queijadas de Sintra. Esse doce remota do século XVIII e tem como base queijo fresco, ovo, açúcar, farinha e canela.

Doces portugueses - Queijada de Sintra (Foto: Esse Mundo É Nosso)

A massa vem moreninha mesmo e alguns dos locais mais famosos pra provar em Sintra são a Casa Piriquita e a Sapa. Eu fui até essa última, que leva o nome de Fábrica das Verdadeiras Queijadas da Sapa, para prová-las e valeu a pena. Fica na Volta Duche, nº 12.

 

5. NINHO

Ele pode não estar nas principais listas de doces típicos, mas eu provei também na Casa Piriquita, em Sintra, e valeu a pena. O ninho de massa folhada é coberto com açúcar cristal e recheado com um creme parecido com ovos moles.

Doces portugueses - Ninho (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Sob influência portuguesa, esse se transformou num famoso doce também da região de Pelotas, no Rio Grande do Sul, mas aqui feito com fios de ovos no lugar da massa.

 

6. BOLA DE BERLIM

Esse é um velho conhecido dos brasileiros, nosso famoso sonho: um bolo polvilhado com açúcar e recheado com creme pasteleiro.

O nome curioso vem por conta da receita parecida com a Berliner alemã, que chegou ao país junto das famílias que fugiram da guerra na Alemanha. Mas o recheio original feito à base de frutas vermelhas foi substituído em Portugal, claro, por um creme à base de ovos. É facilmente encontrado por todo o país.

 

7. CORNUCÓPIA

Com origem na região central de Portugal, infelizmente eu acabei não provando os Cornucópias, mas vi muitos pelo país. Eles são parecidos com os nossos canudinhos (pelo menos era assim que se chamava na minha infância).

Mas enquanto no Brasil esse cone crocante normalmente é recheado com doce de leite, em Portugal, claro, o recheio é de doce de ovos.

 

8. SERICAIA

Infelizmente foi outro dos doces portugueses que eu não provei (já pode voltar?). Esse típico doce do Alentejo é uma espécie de bolo cremoso, muitas vezes chamado até mesmo de pudim por conta da textura fofa. É feito com ovos, canela, limão, farinha, açúcar e leite e costuma ser servido com uma calda de ameixas.

Doces portugueses - Sericaia (Foto: Natalia Mylova via Shutterstock)

Sericaia via Shutterstock (Foto: Natalia Mylova)

+ Hotéis em Portugal com até 50% de desconto
+ Todas as dicas pra curtir Lisboa
+ Veja o que fazer e atrações do Porto
+ Praias incríveis: Conheça o Algarve
+ Tudo reunido pra sua viagem a Portugal

No vídeo abaixo você encontra, além dos doces, algumas dos pratos típicos que provamos durante nossa viagem a Portugal.

+ Visite nosso canal no YouTube e veja mais vídeos como esse

Já provou outros típicos doces portugueses em alguma viagem ao país? Conta pra gente nos comentários!

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Rafael Carvalho

Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *