Muitos brasileiros escolhem a Argentina para ser o primeiro destino internacional da vida. Por isso, é bem comum terem muitas dúvidas sobre o processo de imigração em Buenos Aires. Neste post, vamos dar todas as dicas sobre a entrada no país.

Quais as perguntas que costumam ser feitas? Quanto tempo demora? Quais são os documentos necessários? Como devo me comportar? Estas são algumas das perguntas que iremos responder a partir de agora.

IMIGRAÇÃO EM BUENOS AIRES

A imigração em Buenos Aires não costuma ser muito tensa para brasileiros. Entretanto, o tempo que irá durar é muito relativo, já que depende da movimentação do aeroporto.

Imigração em Buenos Aires (Foto: Esse Mundo é Nosso)

No dia em que chegamos no aeroporto de Ezeiza, o processo todo durou cerca de 2h. Para se ter uma ideia, a fila começava muito antes do setor destinado a ela. Dava voltas e voltas. Terrível. Mas no dia seguinte, uma outra pessoa esteve lá e não pegou nada de fila. Ou seja, não tem regra. Depende do horário e do movimento do aeroporto.

A maioria dos brasileiros chega pelo aeroporto de Ezeiza, mas também há voos de empresas de baixo custo, como a Flybondi, para o pequeno El Palomar (aproveite para ver o nosso post sobre este aeroporto).

| DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

Brasileiros que viajam para a Argentina não precisam de passaporte. É possível entrar no país usando apenas o RG. O documento precisa ter sido expedido no máximo dez anos antes da viagem. Ou seja, se a sua viagem for em 2020, a data de expedição do RG precisa ter sido a partir de 2010. Caso o documento seja antigo, você pode ser impedido de embarcar.

Imigração em Buenos Aires (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Pode até parecer que é difícil acontecer, mas eu conheço uma pessoa que não conseguiu embarcar em São Paulo com destino a Buenos Aires porque o RG era antigo. Quem preferir, pode usar o passaporte e ganhar um carimbo.

Outra informação bem importante: a CNH não vale como documento de viagem. Apenas o RG ou o passaporte são aceitos na imigração em Buenos Aires ou em qualquer outra cidade da Argentina.

Aproveite para ver o post que a gente fez falando sobre a documentação. Está bem completo.

| O QUE MOSTRAR NA IMIGRAÇÃO

Além do RG ou do passaporte, é bom ter impresso as reservas dos hotéis e o seguro viagem. Embora o seguro não seja obrigatório, é muito recomendável que se faça um.

Muita gente acha que por estar perto do Brasil e ser uma viagem rápida, não é necessário fazer o seguro, mas nunca sabemos o que pode acontecer durante uma viagem. O investimento é pequeno e pode ser muito útil.

A nossa dica é entrar no site da Seguros Promo, que funciona como um comparador de seguros, e inserir o nosso cupom ESSEMUNDOENOSSO5 para ganhar 5% de desconto. Se tiver com antecedência da viagem, escolha pagar via boleto e ganhe mais 5%.

| PERGUNTAS MAIS FREQUENTES

As perguntas mais frequentes da imigração em Buenos Aires são as básicas: motivo da viagem, quantos dias no destino e onde vai ficar. Eles também costumam pedir para ver as reservas dos hotéis ou pedem pelo menos os nomes deles e endereços. Eu mostrei pra oficial da imigração as minhas reservas e respondi apenas a estas perguntas básicas.

Ela ficou meio assustada quando eu disse que ficaria 12 dias no país, mas expliquei que iria também para Bariloche. Mostrei os nomes dos hotéis e ela me liberou rapidamente.

Vamos a uma listinha de possíveis perguntas:

  • É a sua primeira vez no país?
  • Motivo da viagem? Se é a lazer, férias ou a trabalho
  • Quantos dias no país?
  • Pra quais cidades você irá?
  • Quanto de dinheiro você está levando? (Se questionarem muito, mostre seu cartão de crédito internacional)
  • Onde ficará hospedado?
  • Conhece alguém no país?
  • Qual a sua profissão no Brasil?
Aeroporto de Ezeiza (Foto: Esse Mundo é Nosso)

| O IDIOMA ATRAPALHA?

O idioma não é um problema em Buenos Aires nem na Argentina em geral. O país recebe muitos brasileiros e eles estão acostumados com o nosso português. Então, não se preocupe. Tente falar em espanhol, mas o que não souber fale em português. Caso não entenda o que eles te perguntarem, peça para repetirem.

Imigração em Buenos Aires (Foto: Esse Mundo é Nosso)

| HOSPEDAGEM

Como eu disse, na imigração em Buenos Aires, na Argentina, eles costumam pedir para ver as reservas dos hotéis ou pelo menos os nomes de onde você irá ficar. Portanto, é muito importante já viajar com os hotéis reservados.

Aproveite para encontrar o seu na cidade com desconto agora mesmo. Palermo e Recoleta são alguns dos melhores bairros para se hospedar em Buenos Aires.

| SEGURO VIAGEM

Vale sempre reforçar a importância do seguro viagem. Além de ser um diferencial no momento da imigração, é muito recomendável viajar sempre com um.

O Rafa, que faz o blog também, quebrou a coluna esquiando no Chile. Se ele não tivesse feito um seguro, teria gastado uma fortuna.

A nossa dica é entrar no site da Seguros Promo, que funciona como uma comparadora de seguros, e escolher o que mais combina com o seu perfil de viagem. No momento de finalizar a compra, lembre-se de usar o nosso cupom ESSEMUNDOENOSSO5 para ganhar 5% de desconto. Se tiver com bastante antecedência da viagem, escolha pagar via boleto e ganhe mais 5%.

| ESCUTE MAIS DICAS NO NOSSO PODCAST

Aproveite para ouvir várias dicas sobre Buenos Aires no nosso podcast. Ele está disponível em diversas plataformas.

Ficou com alguma dúvida sobre a imigração em Buenos Aires? Deixe nos comentários!

+ Veja todos os nossos posts do destino
+ Documentos necessários para entrar no país
+ Quando ir: Melhor época pra curtir
+ 10 mitos que é bom você saber antes de ir pra lá

Sobre o Autor
Adolfo Nomelini
Jornalista formado pela PUC-SP e pós graduado em Comunicação em Mídias Digitais, é apaixonado por música, coxinha, televisão, seus óculos e internet. Trabalha há 8 anos com conteúdo online e passa boa parte do tempo "jogando o corpo no mundo, andando por todos os cantos e, pela lei natural dos encontros, deixando e recebendo um tanto".
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Reserve seu hotel aqui
Melhor preço para Seguro Viagem

Sobre Nós
Rafael Carvalho

Somos Adolfo Nomelini e Rafael Carvalho, dois jornalistas que trabalham com conteúdo digital há mais de 10 anos. Aqui você encontra nossas dicas de viagens pelo Brasil e o mundo.