Qual moeda levar pra Cancún e Riviera Maya: Dólar ou peso?

Se o destino não usa dólar ou Euro oficialmente, sempre surge essa dúvida. E no México não é diferente: qual moeda levar pra Cancún e Riviera Maya? Com o dólar tão alto a gente acaba querendo economizar no que for possível, certo? E você tem razão!

Sempre recebemos mensagens no nosso Instagram @essemundoenosso perguntando sobre isso: “Devo comprar pesos mexicanos no Brasil? É melhor levar dólares? Ou levo reais e troco lá?”.

E é pra te ajudar definitivamente a organizar sua viagem pro Caribe Mexicano sem sofrer com o dinheiro no México que publicamos esse post.

QUAL MOEDA LEVAR PRA CANCÚN E RIVIERA MAYA?

A moeda do México é o peso mexicano. Apesar disso, o dólar norte-americano é bastante aceito nessa região do Caribe, ao contrário da capital. Mesmo assim, ele não é aceito em todos os lugares, então você precisará sim de pesos durante seus dias por lá.

Qual moeda levar pra Cancún - Peso Mexicano (Foto: Esse Mundo É Nosso)
Peso mexicano, a moeda do México

Mas aí voltamos à pergunta central, já que disse que você precisará de pesos durante a viagem: qual moeda levar pra Cancún? Vale já sair com os pesos mexicanos do Brasil ou é melhor levar dólares? Dá pra trocar reais por lá? É o que falamos abaixo!

Aproveitando, se você quiser ainda mais dicas e saber tudo pra planejar sua ida pra Cancún e região, no final do post você pode conferir nosso podcast de viagem completinho sobre lá!

HOTÉIS COM DESCONTOS E BOM CUSTO-BENEFÍCIO

Em Cancún, optamos por não ficar em um hotel all inclusive, já que queríamos passar o dia circulando pelas praias e fazendo passeios. Nos hospedamos no Hotel Ocean Dream, que fica na Playa Gaviota Azul, uma das mais lindas e pertinho do Coco Bongo, além de ter estrutura de praia, com bar e piscina de borda infinita. Achamos que valeu a pena!

Já em Playa del Carmen, ficamos no Antera Hotel, que tem ótima estrutura e piscina na cobertura. Fica pertinho da Quinta Avenida, onde está o agito da cidade, bares, restaurantes e lojinhas, e a duas quadras da praia.

De todo modo, há alternativas para todos os gostos e bolsos na região, inclusive muitos resorts. Você pode ver nesse link as melhores opções com descontos e cancelamento gratuito!

LEVE DÓLARES

Se você pretende comprar alguma moeda em casa de câmbio no Brasil, compre dólar e leve pra Cancún e Riviera Maya. É o melhor a ser feito. Chegando lá, mesmo precisando trocar novamente por pesos mexicanos será mais vantajoso que já sair daqui com a moeda do México, como mostramos no próximo tópico.

Até mesmo para a imigração, que anda bem complicadinha no México, você pode mostrar seus dólares como prova de que tem dinheiro pra pagar pela viagem, não precisa ser peso. A gente já contou todos os detalhes e documentos pra entrar no país em outro post.

Uma dica é não trocar tudo por pesos logo ao desembarcar. Troque um pouco no aeroporto (a cotação nem é tão ruim), mas deixe pra trocar a maioria na Zona Hoteleira de Cancún ou em Playa del Carmen (no píer há um banco chamado Banregio que tem boa cotação). A cotação nas cidades normalmente é melhor que no aeroporto.

Câmbio no aeroporto de Cancún (Foto: Esse Mundo É Nosso)
Câmbio no aeroporto de Cancún

De todo jeito, é sempre bom deixar alguns dólares pra usar por lá. Muitas lojas, agências de turismo, atrações e até mesmo restaurantes aceitam dólares e a cotação normalmente é boa. Então você também poderá pagar muitas despesas na moeda americana, sem precisar de pesos.

Mas para gastos mais triviais, como transporte, bares, restaurantes e lojas menos turísticas, você precisará de pesos mexicanos. Ou seja, leve dólares e vá trocando aos poucos por pesos, à medida em que for precisando.

#FICAADICA: Se você tem, por exemplo, Euros sobrando em casa de alguma viagem que fez para a Europa, pode também levá-los para trocar por pesos. A cotação costuma ser boa também por lá.

NÃO COMPRE PESOS NO BRASIL

Esse é um dos maiores erros não apenas de quem viaja pra Cancún e Riviera Maya, mas geralmente pra todo destino onde a moeda é mais fraca. Digo “fraca” quando comparamos a lugares onde o dólar, Euro ou Libra é a moeda oficial.

Então, com raríssimas exceções que nem consigo citar aqui pra você, praticamente nunca é vantajoso comprar nas casas de câmbio do Brasil moedas que não sejam essas três: dólar, Euro ou Libra. A gente já deu diversos exemplos disso, como no caso de câmbio na Argentina e também no Uruguai.

Pra você entender por que não é vantajoso já sair com pesos mexicanos do Brasil, dou um exemplo simples abaixo, com a cotação de hoje (17/02/2020).

R$ 1 = $ 3,45 pesos mexicanos
US$ 1 = R$ 4,54
US$ 1 = 18 pesos (trocando em Cancún ou Playa del Carmen)

A CONTA É SIMPLES: Com US$ 1 em Cancún você consegue comprar 18 pesos mexicanos. Já com o valor equivalente em reais de um dólar (R$ 4,54), você só compraria 15,66 pesos mexicanos numa casa de câmbio no Brasil. Ou seja, você sairia perdendo caso trocasse por pesos.

Câmbio em Playa del Carmen (Foto: Esse Mundo É Nosso)
Câmbio em Playa del Carmen

Como disse, isso acontece de modo geral com moedas mais fracas, seja peso chileno, mexicano ou bath tailandês. Como no Brasil não há muita procura por elas, a cotação tende a ser desfavorável e nem é tão fácil assim encontrá-las em qualquer casa de câmbio. Então aposte no dólar!

MELHOR PREÇO NO SEGURO VIAGEM

Embora não seja obrigatório, o consulado do Brasil no México e o Itamaraty recomendam que brasileiros tenham um seguro viagem ao visitar o país. Ele é barato e garante sua tranquilidade em casos de imprevistos, extravios de malas ou cancelamentos de voos.

Eu já fraturei a coluna no Chile e precisei ser resgatado de helicóptero. Já imaginou quanto custaria se eu não tivesse seguro? Sugerimos que você faça a cotação no site da Seguros Promo, que é um buscador para encontrar o melhor preço. Use o cupom ESSEMUNDOENOSSO5 e ganhe descontos, que podem ser maiores se você pagar no boleto.

REAL DIFICILMENTE SERÁ ACEITO

Outra dúvida comum é se o nosso real é aceito por lá. Confesso que dificilmente você conseguirá trocar por pesos em algum banco ou casa de câmbio no México. Mesmo que consiga, a cotação também tende a ser bem desvantajosa. Então nem pense nessa possibilidade, não vale a pena!

E O CARTÃO DE CRÉDITO?

Se você tem um cartão de crédito internacional, pode usá-lo com facilidade nessa região do México. O único ponto negativo fica pelo fato de você ter de pagar 6,38% de IOF e a taxa cambial mais alta da fatura.

CUIDADOS COM DINHEIRO VIVO

Um cuidado importante a se tomar em qualquer hotel de Cancún ou da Riviera Maya é não usar o cofre do hotel. Isso vale em qualquer país.

Uma amiga minha teve boa parte do dinheiro furtado dentro do próprio quarto de hotel em Playa del Carmen, no cofre. Claro que os funcionários sabem como abri-lo. Tente um dia dizer que esqueceu a senha para ver se não o fazem rapidinho.

Independente do destino, normalmente ando com um pouco do dinheiro e escondo o restante dentro da mala, em vários compartimentos diferentes. O importante é deixá-la sempre trancada, mesmo que seja apenas para uma descidinha para o café da manhã. Não dê bobeira!

PODCAST DE CANCÚN COM TODAS AS DICAS

Criamos um especial em podcast com todas as dicas de Cancún e Riviera Maya pra você saber tudo sobre o Caribe Mexicano antes de viajar pra lá. Não deixe de ouvir!

O episódio está disponível em todas as plataformas e você pode acessá-lo acima ou no Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google Podcasts, entre outros. É grátis!

EM RESUMO: QUAL MOEDA LEVAR PRA CANCÚN?

Como deu pra ver, a melhor opção e mais vantajosa é levar dólares, ir trocando por pesos por lá à medida em que achar necessário e pagar algumas contas na própria moeda americana. Se tiver Euros sobrando de alguma viagem, pode levá-los também.

Mas evite comprar pesos mexicanos no Brasil e também não leve reais para trocar por lá.

+ Hotéis na região com descontos
+ Passando pela imigração no México
+ Coco Bongo: Como é? Vale a pena?
+ Quando ir pra Playa del Carmen
+ Todas as dicas da região reunidas

Tem mais alguma dúvida sobre qual moeda levar pra Cancún e Riviera Maya? Deixe seu comentário que faremos o possível pra ajudar!

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Rafael Carvalho

Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *