Vinícola em Gramado: Como é visitar a Ravanello? Vale a pena?

Confesso que eu não sabia que existia uma vinícola em Gramado, afinal a cidade não tem muita tradição nessa área e é comum quem visita a Serra Gaúcha viajar até a região de Bento Gonçalves, a mais de 100km dali, para conhecer a produção dos vinhos mais famosos do Brasil.

Mas na minha última viagem, descobri que há sim uma vinícola em Gramado com produção de vinhos de qualidade onde é possível fazer um tour com degustação. Nesse post, contamos como é a visita à Vinícola Ravanello, bem perto do centro da cidade.

VINÍCOLA EM GRAMADO: A RAVANELLO

Inaugurada em 2010, a Ravanello é uma vinícola familiar idealizada por Normélio Ravanello que produz vinhos finos brancos, tintos e espumantes nos arredores da cidade. A capacidade é pequena, de apenas 70 mil litros por ano, o que faz com que a produção muitas vezes não chegue aos grandes centros, com exceção das vendas pela internet.

Vinícola em Gramado: Visita à Ravanello (Foto: Esse Mundo É Nosso)
Prédio principal da Vinícola Ravanello

Surpreende não só a qualidade dos vinhos feitos aqui, hoje considerados alguns dos melhores do Sul do Brasil, como o fato de pouca gente saber que há uma vinícola em Gramado.

Como disse no começo do post, normalmente as pessoas viajam mais de 100km para visitar a região de Bento Gonçalves, famosa pela vinicultura. Nós também já visitamos as vinícolas de lá e publicamos um roteiro pra você conhecer as melhores.

O acesso é fácil, como mostramos no final do post. A Ravanello fica bem em frente ao Snowland e pode ser combinada com um dia no parque de neve (saiba todos os detalhes).

| COMO É A VINÍCOLA

Ao redor da sede da Ravanello, os vinhedos se espalham por uma área de 2,5 hectares. Aqui são colhidas as uvas Chardonnay, Cabernet Sauvignon e Merlot. As demais uvas usadas na produção de vinhos no local vêm de outras regiões gaúchas, como a Tannat e a Teroldego.

Vinhedos da Vinícola Ravanello em Gramado (Foto: Esse Mundo É Nosso)
Vinhedos da Ravanello

Pra quem quer ver os parreirais com cachos de uva, vale ir entre novembro e fevereiro. A colheita é feita entre fevereiro e março, quando acontecem os eventos da vindima.

O prédio principal, de 1.300m², parece um daqueles antigos casarões da Serra Gaúcha, embora tenha sido construído apenas junto da inauguração da vinícola. Bem de frente pra entrada, há um lago artificial e um lindo gramado com móveis feitos de barricas de vinho onde é possível provar a produção ao ar livre.

Vinícola Ravanello em Gramado (Foto: Esse Mundo É Nosso)

+ Encontre hotéis com desconto na Serra Gaúcha

| VISITA À VINÍCOLA RAVANELLO

Como tudo é turístico por aqui, quando falamos em vinícola em Gramado não poderia faltar a visitação guiada pela Ravanello. Eu já visitei muitas vinícolas no Sul e também em países como o Chile, como no Valle de Colchagua, e como não sou expert no assunto, muitas vezes acho o tour meio cansativo. Aqui não, ele dura apenas cerca de 50min e tem degustações ao longo do percurso. Achei bem interessante.

Prédio principal da Vinícola Ravanello em Gramado (Foto: Esse Mundo É Nosso)
Prédio principal da Vinícola Ravanello

As visitas guiadas acontecem de segunda a sábado, às 10h, 11h, 14h, 15h e 16h, custam R$ 50 (preço de julho de 2019) e dão direito a degustação de três vinhos e a uma taça personalizada de cortesia. Não é preciso agendar, basta chegar ao local e esperar a próxima turma.

O tour acompanhado do sommelier da empresa (pode também ser feito pelo proprietário ou seu filho Alexandre) começou pelo vinhedo com um pouco da história da família Ravanello e informações sobre as uvas colhidas aqui.

Vinícola em Gramado: Visita à Ravanello (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Depois seguimos para o interior da vinícola, onde conhecemos boa parte do processo de produção, mas de uma forma leve, com dados curiosos. Todos os vinhos aqui são elaborados em tanques de aço inoxidável, que podem vistos durante a visita, assim como o laboratório da empresa. A Ravanello usa tecnologia de ponta na produção.

Tanques de aço na Vinícola Ravanello em Gramado (Foto: Esse Mundo É Nosso)
Tanques de aço inoxidável

Dali fomos para as caves onde ficam as barricas e garrafas. Ali houve ainda uma explicação sobre a produção dos espumantes, que aqui utilizam o método champenoise, uma forma mais “nobre” de produção, a mesma usada nos champanhes.

Caves da Vinícola Ravanello em Gramado (Foto: Esse Mundo É Nosso)
Caves

Ao longo do percurso, provamos três vinhos com uvas colhidas aqui na própria Ravanello: Chardonnay (um dos melhores que já provei), Cabernet Sauvignon e Merlot.

Degustação de Chardonnay na Vinícola em Gramado: Visita à Ravanello (Foto: Esse Mundo É Nosso)
Degustação Chardonnay

O passeio termina numa loja da marca onde é possível comprar todos produtos e também provar (a partir de R$15) os demais vinhos que não foram degustados.

Eu gostei muito da experiência e saí surpreso. Eu só descobri que existia essa vinícola em Gramado ao passar pela entrada, em um dia que estava no Snowland. Valeu a pena!

MAIS DICAS DE GRAMADO
+ Os melhores hotéis com descontos
+ Quando ir: Qual a melhor época?
+ O que fazer e principais atrações
+ Dicas de restaurantes na cidade
+ Como é um café colonial
+ Todas as dicas da cidade reunidas

| RAVANELLO SEM TOUR GUIADO

Quem não tem curiosidade de conhecer a história da empresa e o método de fabricação dos vinhos, pode simplesmente visitar a loja e escolher os vinhos que quer provar ali mesmo. O bar fica aberto até às 16h45. O lindo gramado é um convite pra uma garrafa de vinho ou espumante comprado na hora.

Área externa da Vinícola Ravanello (Foto: Esse Mundo É Nosso)
Área externa da Vinícola Ravanello

VINÍCOLA EM GRAMADO: INFORMAÇÕES DA VISITA

HORÁRIOS
Visitação: Segunda a sexta, às 10h, 11h, 14h, 15h e 16h
Loja: Segunda a sábado, das 9h30 às 12h e das 13h30 às 17h15

ENDEREÇO
Rodovia RS 235 KM 28,3 – Carazal – Gramado/RS

COMO CHEGAR
Se você estiver de carro, o acesso é bem fácil e há estacionamento no local. A vinícola fica em frente ao Snowland e são cerca de 7km até o centro de Gramado. Dá também pra vir de UBER ou táxi. Outra maneira de chegar é com os ônibus turísticos da Bustour (basta descer no ponto do Snowland e cruzar a rodovia a pé).

+ Veja hotéis com descontos na Serra Gaúcha

Para mais informações ou agendamento de visitas em grupo, vale consultar o site da vinícola. Há ainda a opção de um tour mais longo com degustação de queijos e vinhos, também mediante reservas.

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Rafael Carvalho

Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.

1 Comment

  1. Daniel Craig disse:

    Adorei o artigo, mais um local na lista para quando eu voltar para Gramado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *