Ilha Grande, no Rio de Janeiro, é um daqueles destinos inesquecíveis e que estava na minha listinha de desejos há muito tempo. Não era raro entrar no Instagram e me deparar com fotos lindas das praias, do coqueiro torto, da água clarinha do mar… Só aqui já listei três motivos para viajar pra Ilha Grande, né? Só que tem muitos outros…

Neste post, vou dar dez razões que farão você ter vontade de ir pra lá assim que puder.

10 MOTIVOS PARA VIAJAR PRA ILHA GRANDE

Além das praias lindas, existem muitas outras atrações incríveis por lá. Veja a nossa lista:

1. FICA PERTO DO RIO DE JANEIRO E DE SÃO PAULO

É difícil imaginar que entre São Paulo e o Rio de Janeiro possa existir um paraíso tão lindo quanto esse. Cerca de 130 km separam o Rio de Ilha Grande. Já da capital paulista até lá são 385 km. Na verdade, essa distância é até Conceição de Jacareí, de onde partem os barcos para Ilha Grande. De lá, são mais 20 minutos de viagem.

Vila do Abraão: Ilha Grande (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Vila do Abraão (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Pra quem preferir, dá para ir de avião até o Rio e de lá pegar um ônibus ou tour até Conceição de Jacareí para depois pegar o barco.

2. TEM MAR CLARO E TRANSPARENTE

Claramente este é um dos maiores motivos para viajar pra Ilha Grande, né? E usei a palavra “claramente” de propósito só para deixar claro (de novo kkk) uma coisa: não imaginava ver um mar tão claro quanto esse.

Mar claro e transparante em Ilha Grande: Praia do Aventureiro (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Praia do Aventureiro (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Sério! Em algumas praias, como na do Aventureiro, a água é transparente de verdade em uns trechos, assim como na do Abraãozinho. Em outras, a água é azul clarinho ou esverdeada. Linda! Parece Caribe! Sem falar da composição que forma com a faixa de areia e os coqueiros.

3. O COQUEIRO TORTO

Falando em coqueiro, este é o grande cartão-postal de Ilha Grande. O coqueiro torto ou deitado fica na Praia do Aventureiro. Então, se for na alta temporada, prepare-se para enfrentar fila para tirar a famosa foto. Se não, será mais tranquilo.

10 motivos para viajar pra Ilha Grande: Coqueiro da Praia do Aventureiro (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Coqueiro da Praia do Aventureiro (Foto: Esse Mundo é Nosso)

De todo jeito, há número máximo de visitantes que podem ir a esta praia. Portanto, ela poderá estar cheia, mas não absurdamente. Mesmo assim, se puder escolher épocas mais tranquilas, que não sejam feriados, por exemplos, será um bom negócio.

Ahh, um detalhe bem importa é que o nome faz jus à praia: para chegar até ela é preciso viver uma verdadeira aventura. São duas as opções: passeio de lancha ou trilha bem demorada (cerca de 3h). Fique esperto porque devido às mudanças da maré nem sempre os passeios acontecem. Então, tente fazê-lo o quanto antes.

Aproveite para ver o post que preparamos sobre a Praia do Aventureiro.

4. DÁ PARA CURTIR PRAIAS PARADISÍACAS

Como são de difícil acesso, dá sim para curtir praias bem vazias. Ainda mais se você for na baixa temporada. Nós, por exemplo, estivemos lá em maio. Não pegamos nenhuma praia lotada, mas, por causa dos passeios, algumas estavam mais cheias, mas nada demais.

10 Motivos para viajar pra Ilha Grande: Praia do Abraãozinho (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Praia do Abraãozinho (Foto: Esse Mundo é Nosso)

A gente foi pra Abraãozinho, que fica bem perto da vila onde estão os hotéis e restaurantes, e não tinha ninguém. Ninguém mesmo! Só a gente. Então, é uma experiência bem legal.

+ Veja as praias que ficam próximas À vila do Abraão

5. COMIDA BOA

Achei que isso nunca entraria numa lista de motivos pra viajar pra Ilha Grande, mas lá tem muita comida boa e algumas foram bem surpreendentes.

Nós amamos a moqueca do Lua e Mar. O mais legal é que ele é pé na areia. Então, deixa tudo ainda melhor, né?

Prato do restaurante Las Sorrentinas, em Ilha Grande (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Las Sorrentinas (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Mas quem roubou a cena mesmo foi o Las Sorrentinas (veja mais informações na página oficial). Nunca imaginei que numa cidade de praia eu comeria uma massa argentina tão boa quanto esta. Melhor do que a que comemos na própria Argentina. Como diz o nome, eles só vendem sorrentinas, que são massas recheadas de diversos sabores. Deu para entender por que estava tão cheio. Vale a pena jantar por lá.

A gente fez uma lista com várias dicas de restaurantes por lá.

6. TEM TRILHAS

Confesso que não é o nosso caso, mas para quem ama trilha, Ilha Grande é um ótimo destino. A boa notícia é que pra quem não ama também é rsrs. São quase 20 trilhas, algumas mais tranquilas, como a que liga Pouso a Lopes Mendes, uma das praias mais famosas da região e dura cerca de meia hora, e outras mais complexas, como a de Dois Rios a Parnaioca, que demora mais de 3h.

Dá uma olhada na lista de trilhas:

T1: Circuito do Abraão (1700m/1900m): De 1h a 1h30
T2: Aqueduto – Saco do Céu (5800m/6000m): De 3h a 3h30
T3: Saco do Céu – Freguesia de Santana (3800m/4000m): De 2h a 2h30
T4: Freguesia de Santana – Bananal (2700m/3000m): De 1h a 1h30
T5: Bananal – Sítio Forte (4900m/5000m): De 2h30 a 3h
T6: Sítio Forte – Praia Grande de Araçatiba (6000m/6200/): De 3h a 3h30
T7: Praia Grande de Araçatiba – Gruta do Acaiá (5200m/5400m): De 3h a 3h30
T8: Praia Grande de Araçatiba – Provetá (4500m/4700m): De 2h30 a 3h
T9: Provetá – Aventureiro (3500m/3700m) – De 2h30 a 3h
T10: Abraão – Mangues/Pouso (5800m/6000m) – De 2h30 a 3h
T11: Mangues/Pouso – Lopes Mendes (1000m/1200m) – De 30 minutos a 1h
T12: Magues/Pouso – Farol dos Castelhanos (5800m/6000m) – De 3h a 3h30
T13: Abraão – Pico do Papagaio (5700m/5900m) – De 3h a 3h30
T14: Abraão – Dois Rios (6800m a 7000m) – De 2h30 a 3h
T15: Dois Rio – Caxadaço (4100m a 4300m) – De 2h a 2h30
T16: Dois Rios – Paranaioca (7600m a 7800m) – De 3h a 3h30

7. ÓTIMO PARA MERGULHAR

Pra quem curte mergulhar, a região de Ilha Grande é perfeita. O passeio de Meia Volta à Ilha faz paradas ótimas para isso, mas também é possível ir apenas até estes lugares para a prática do mergulho, entre eles estão a Lagoa Verde e a Lagoa Azul.

10 motivos para viajar pra Ilha Grande: Lagoa Azul (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Lagoa Azul (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Uma boa notícia é que dá para praticar snorkel também em muitas praias, como a Praia da Feiticeira e do Abraãozinho, que são ótimas para ver os animais.

Aproveite para ver o post com dicas do que fazer por lá.

8. DÁ PARA CONHECER VÁRIAS PRAIAS DE ANGRA

Além das praias lindas de Ilha Grande, é possível fazer passeios saindo de lá que vão para lugares incríveis em Angra dos Reis, como a Praia do Dentista, Cataguases e a Praia da Piedade, além das Ilhas Botinas.

Praia do Dentista em Angra dos Reis (Foto:  Esse Mundo é Nosso)
Praia do Dentista (Foto: Esse Mundo é Nosso)

9. ÓTIMO PARA ESQUECER OS PROBLEMAS

Está aí um lugar entre São Paulo e Rio de Janeiro para esquecer os problemas. Em Ilha Grande, não há carros. Portanto, é preciso fazer tudo a pé, o que é ótimo, já que acaba sendo tudo bem pertinho. Falando nisso, é bom escolher um lugar bem localizado para se hospedar (veja nossas dicas neste outro post).

10 motivos para viajar pra Ilha Grande: Praia de Meros (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Praia de Meros (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Além disso, tem toda a tranquilidade de estar em uma ilha pequena, onde todo mundo se conhece. E tem mais um detalhe bem importante: em muitos lugares, o celular não pega, ou seja, detox digital também. Para tranquilizar os viciados, na Vila do Abraão o sinal funciona normalmente.

10. TEM UM PÔR DO SOL LINDO

Não poderia encerrar a lista com os 10 motivos pra viajar pra Ilha Grande de outra forma que não fosse falando do pôr do sol que acontece por lá. A gente viu o entardecer em Maguariquessaba, última parada do passeio de Volta à Ilha. Foi lindo.

Além disso, também curtimos o pôr do sol na lancha perto da Lagoa Azul. Inesquecível.

Pôr do sol em Ilha Grande (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Pôr do sol em Ilha Grande (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Quer mais motivos pra viajar pra Ilha Grande? Veja todos os posts que preparamos do destino.

+ Onde se hospedar por lá
+ Quando ir: A melhor época para curtir o destino
+ O que fazer: Dicas de roteiro
+ Todas as dicas para preparar a sua viagem pra lá

Sobre o Autor
Adolfo Nomelini
Jornalista formado pela PUC-SP e pós graduado em Comunicação em Mídias Digitais, é apaixonado por música, coxinha, televisão, seus óculos e internet. Trabalha há 8 anos com conteúdo online e passa boa parte do tempo "jogando o corpo no mundo, andando por todos os cantos e, pela lei natural dos encontros, deixando e recebendo um tanto".

Uma resposta

  1. Ilha Grande, lugar maravilhoso, sou apaixonada por esse lugar, já fui lá cinco vezes, sou do interior de SP, a última vez que eu fui faz cinco anos e foi no mês de fevereiro logo após o carnaval, então tinha mais gente de quando eu fui outras vezes nos meses de outubro e novembro. Embora fevereiro tinha mais gente mas achei melhor pois é um mês mais quente e as águas mais quentes do que outubro ou novembro, mas a dica é ir após o carnaval, pois os preços abaixam um pouco e é menos movimentado, pois janeiro até o carnaval a ilha fica muito lotada aí é muito lixo espalhado, muita falta de energia ( embora era habitual cair a energia na ilha e demorar para voltar, mas nos meses de férias é pior). O custo de estadia e alimentação é um pouco caro, pois a ilha fica a 21km da costa e todo transporte é de barco e com o aumento do turismo tudo ficou aínda mais caro, mas vale a pena ir, o ideal é ter pelo menos 5 dias para conhecer as principais praias da ilha. O transporte marítimo para a ilha sai também de Angra dos Reis e por está cidade tem mais opções de horários e tipos de embarcações, sem contar que o mar é mais calmo para a travessia do que ir por Mangaratiba que o mar é mais agitado e tem menos horários e tipos de embarcações para a travessia. A única coisa que não gostei da última vez que eu fui foi o excesso de turista, pois o turismo cresceu muito na ilha e com isso se perdeu um pouco a tranquilidade tanto da ilha quanto nis passeios, principalmente final de semana que tinha excursão vinda do rio de janeiro o famoso bate e volta, onde escuna lotada dessas excursões com pessoas sem educação chegavam nas praias que era sossegada com o som na maior altura ( som tanto na escuna quanto aparelhos portáteis que o pessoal da excursão levava para a areia. A praia é para todos, mas a beleza do lugar perde o encanto e a graça onde tem gente que não tem educação, isso aconteceu em várias praias e passeios que eu fiz na ilha, vi que com o crescimento do turismo o lugar já não era mais o mesmo, o que antes era lugar para descansar e relaxar em paz se tornou barulhento, também praticamente quase todos os barzinhos e restaurantes tem som ao vivo ou playback a noite, onde a maioria destes barzinhos e restaurantes são da própria pousada que é aberto ao público geral e acontece que não se tem mais sossêgo se hospedar nas ruas principais, pois o próprio restaurante ou barzinho da pousada ou da pousada do lado tem som até tarde da noite, se quiser sossego para descansar após os passeios e para quem não dorme tarde tem que se hospedar um pouco longe do centro da vila. Mas vale a pena pelo menos ir conhecer o lugar, só que as melhores praias os passeios é somente de lancha que a 05 anos atrás custa em torno de 200,00 a 250,00 por pessoa para dar a volta na ilha. Mas tem muita praia linda e maravilhosa tanto na ilha grande quanto em outras ilhas próxima que saem passeios de escunas que é muito mais barato do que o passeio de lancha. Mas na minha opinião o passeio de lancha é imperdível, mas tem que ser o de volta inteira na ilha não o meia volta, mas não é aconselhado para crianças muito pequena e nem idosos, pois boa parte do percurso é em mar aberto e a lancha bate muito, principalmente quem for na frente, para quem gosta de emoção igual eu é maravilhoso. Estou planejando voltar para ilha grande quanto passar essa pandemia, já estou com saudade de lá. Há eu fiz várias trilhas, como eu gosto, foi maravilhoso, é cansativo pois a maioria das trilhas tem trechos bem íngremes, a trilha mais linda que eu fiz foi da vila Abraão até dois Rios, foram praticamente 03 horas para ir e mais 03 horas para voltar. Já cheguei a ficar 05 dias em araçatiba ( outra vila da ilha, só que bem menor e com menos estrutura do que a vila Abraão) é um lugar muito, mas muito sossegado, não tem muita estrutura, não tem muitos passeios que saem de lá, mas o lugar também é maravilhoso, a maioria das praias próximas eu conheci fazendo trilha. Enfim opção é que não falta na ilha grande, mas aconselho a primeiramente ficar na vila Abraão pois é de lá que é o ponto de partida para conhecer toda a ilha, é lá que tem mais opções de estadia, divertimento e passeios para outras praias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Reserve seu hotel aqui
Melhor preço para Seguro Viagem

Sobre Nós
Rafael Carvalho

Somos Adolfo Nomelini e Rafael Carvalho, dois jornalistas que trabalham com conteúdo digital há mais de 10 anos. Aqui você encontra nossas dicas de viagens pelo Brasil e o mundo.