O que fazer em Budapeste: Dicas e principais atrações turísticas

Se você quer saber o que fazer em Budapeste, está no lugar certo. Neste post, vamos dar dicas das principais atrações da cidade e falar da nossa experiência por lá.

Budapeste, capital da Hungria, tem lugares históricos, bares legais e um visual incrível. É uma viagem que consegue agradar a vários tipos de gostos. E sabe qual é a boa notícia? É um dos destinos mais baratos da Europa, como já contamos em outro post. Mas chega de papo, vamos às dicas.

O QUE FAZER EM BUDAPESTE

Antes de mais nada, é importante entender que a cidade é dividida pelo rio Danúbio em Buda e Peste. A parte mais agitada está em Peste, como restaurantes, bares e ruas de lojinhas. Pra gente foi bem melhor ter ficado hospedado nesta região da cidade. Nós ficamos hospedados no Amber Gardenview Studios, que é um apart hotel simples, mas bem confortável. Vale a pena dar uma olhada.

O que fazer em Budapeste (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Já em Buda é onde está o Castelo de Budapeste. Você irá até lá provavelmente apenas para fazer a visita ao Castelo. Então, a nossa sugestão é ficar do lado de Peste para ser mais fácil circular para as outras atrações e também para curtir mais a noite. Mas, se for melhor pra você.

Aproveite para encontrar seu hotel na cidade com descontos de até 50%

Dito tudo isso, vamos finalmente à nossa listinha com o que fazer em Budapeste:

| PONTE SZÉCHENYI LÁNCHID – PONTE DAS CORRENTES

Se tem uma coisa que tem muito em Budapeste é ponte, mas a Széchenyi Lánchíd, conhecida como Ponte das Correntes, é especial. Localizada sobre o Rio Danúbio, ela foi a primeira ligação entre o lado Buda e o lado Peste. A ponte existe desde 1849 e é linda. Vale a pena andar por ela e também observá-la de longe durante o dia e à noite. De um lado da ponte, está a Praça Roosevelt e do outro a Praça Adam Clark.

O que fazer em Budapeste (Foto: Esse Mundo é Nosso)

O que fazer em Budapeste (Foto: Esse Mundo é Nosso)

| PONTOON – PÔR DO SOL

Pra quem gosta de curtir um belo pôr do sol (a gente ama em qualquer lugar do mundo), uma boa dica – especialmente no verão, é claro – é o Pontoon. Localizado bem embaixo da Ponte Széchenyi Lánchíd, o bar, que possui área ao ar livre e fechada, tem música, comidinhas e cerveja gelada. Boa pedida pra quem quer curtir o final de um dia quente e ver as luzes da ponte se acenderem. Uma cerveja de meio litro, por exemplo, custava 2,20 euros quando estivemos lá em junho de 2018.

O que fazer em Budapeste (Foto: Esse Mundo é Nosso)


|
ANDAR DE BONDE

Andar de bonde é um dos passeios mais divertidos para se fazer em Budapeste. E mais bonitos também. Além de normalmente a gente já gostar de bondes (nós dois aqui do blog, por exemplo, não podemos ver um bonde que já saímos fotografando desesperadamente kkkk), o “número 2” é ainda mais legal. Isso porque ele percorre um grande caminho às margens do Rio Danúbio. Então, a vista vale muito a pena. Acho que essa deve ter sido uma das poucas vezes que andamos de bonde por lá. De resto, pegamos metrô ou andamos a pé.

+ Encontre seu hotel na cidade com descontos de até 50%

O que fazer em Budapeste (Foto: Esse Mundo é Nosso)

| COMER GOULASH, PÁPRICA E LANGOS

Eu sei que esta é uma lista com o que fazer em Budapeste, mas já preciso falar de comida kkkk. Um dos pratos principais da cidade é o goulash, que nada mais é do que uma sopinha bem rala de carne. Eu gostei bastante, mas o Rafa não curtiu muito não. Achou sem graça. Pode ser que a gente não tenha dado muita sorte nas duas experiências que tivemos por lá.

O que fazer em Budapeste (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Já a páprica é algo especial na culinária húngara. Então, não deixe de provar qualquer prato que tenha o tempero e também não deixe de trazer para o Brasil.  Comemos a galuska, uma massinha que lembra um pouco o nhoque, acompanhada de galinha ao molho de páprica ou de carne.

O que fazer em Budapeste (Foto: Esse Mundo é Nosso)

A gente comeu também uma batata com páprica no restaurante Paprika Vendéglő que estava sensacional (End.: 1071. Budapest Dózsa György út 72).

O que fazer em Budapeste (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Além disso, comemos um prato que vinha com diversos tipos de carnes, salsichas, linguiças. Tudo com bastante páprica.

O que fazer em Budapeste (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Quem disse que lá não tem doce? O Gelarto Rosa foi criado por Niki Szökrön, além de ser um sorvete delicioso, ele vem sempre em formato de rosas. (End.: 1051 Budapest, Szent István tér 3)

O que fazer em Budapeste (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Deixei para o final o que mais gostamos de comer em Budapeste: o langos!! Ele é praticamente uma esfiha frita. O recheio que comemos era com sour cream, queijo e uma pasta de alho sensacional. Comemos praticamente todos os dias.

O que fazer em Budapeste (Foto: Esse Mundo é Nosso)

 

| TERMAS DE BUDAPESTE – SZÉCHENYI

Quando eu vi a construção neobarroca, eu não conseguia imaginar que dentro dela estariam as termas mais famosas de Budapeste. Datadas de 1913, as Termas de Széchenyi estão localizadas no City Park e são consideradas algumas das maiores termas da Europa. Entre os componentes das termas estão sulfato, cálcio, magnésio e bicarbonato.

O que fazer em Budapeste (Foto: Esse Mundo é Nosso)

A nossa experiência por lá foi bem divertida. Compramos os ingressos pela internet e levamos toalhas. Se quiser tomar banho depois, é bom levar também shampoo e sabonete. Nosso ingresso incluía locker para guardar as coisas. Algumas das piscinas cobertas têm temperaturas que variam entre 28º e 40º e as externas de 30º a 34º, entre outras.

+ Encontre seu hotel na cidade com descontos de até 50%

Os ingressos dão acesso às áreas das piscinas, mas confesso que só tive coragem de entrar nas grandes. As cobertas estavam cheias. As termas de Széchenyi são muito frequentadas por moradores locais. Vimos muitos idosos húngaros que devem usar as piscinas realmente para fazer tratamentos de saúde. Além disso, há um spa em que diversos tipos de massagem estão disponíveis por um valor cobrado à parte.

Seguro pra Budapeste é obrigatório! Faça o seu com desconto
Nós sugerimos que você faça a cotação online do seguro obrigatório pela Seguros Promo, que é um buscador que encontra os melhores preços em diversas agências. Use o cupom ESSEMUNDOENOSSO5 e ganhe mais 5% de desconto.

 

Fomos no verão, então, não sofremos nada para sair da água quentinha. Imagino que no inverno deva ser no mínimo divertida (e sofrida) a sensação de sair dos 30 graus e ir para o frio da cidade rsrs.

Outras duas termas famosas de Budapeste são a Rudás e Gellért.


|
CITADELLA – VISTA LINDA DA CIDADE

Uma das vistas mais bonitas de Budapeste está no lado de Buda, mais precisamente na Citadella, no alto do monte Gallért. Lá em cima, fica a fortaleza que foi construída para ter controle total dos lados de Buda e Peste.

O que fazer em Budapeste (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Pra quem está no lado de Peste, o jeito mais fácil de chegar é atravessando a ponte Elizabeth. A subida pela escada é meio chatinha, mas valerá cada degrau quando chegar lá em cima e ter a vista mais alta da cidade.

 

| COLINA DO CASTELO E CASTELO DE BUDA

O que fazer em Budapeste? Subir a Colina do Castelo rumo ao Castelo de Buda! Só que, por ser bem alto, há um funicular para ir até lá. Entretanto, a gente foi subindo pela ladeira que fica do lado do funicular pra não pegar fila e nem sofreu tanto. Só não esqueça a garrafinha de água. Ahh! Fomos no comecinho do verão. Talvez, isso tenha feito diferença também.

O que fazer em Budapeste (Foto: Esse Mundo é Nosso)

A vista lá de cima é linda. Dá pra ver as pontes, o Parlamento e o Rio Danúbio. Andamos pelas ruazinhas da região, olhamos as barraquinhas que vendem comida, bebida e souvenir e vimos de pertinho o Castelo, que atualmente funciona como Galeria Nacional e Museu da História de Budapeste.

O que fazer em Budapeste (Foto: Esse Mundo é Nosso)

| IGREJA DE SANTO ESTEVÃO

A Igreja de Santo Estevão (Szent István-bazilika) está localizada no centro de Budapeste e é uma das construções mais altas da cidade. Dentro da igreja, está a mão direita mumificada do rei Estevão I da Hungria. Aproveite que está por lá para experimentar o sorvete que já falamos aqui neste post, o Gelarto Rosa.

O que fazer em Budapeste (Foto: Esse Mundo é Nosso)

| PARLAMENTO

Outro item que precisa entrar na listinha com o que fazer em Budapeste é a visita ao Parlamento. É considerada a construção mais alta da Hungria e é realmente lindo demais. Vale a pena ir até a ele só para olhar. Nós não fizemos a visita, conhecemos apenas por fora, mas há essa opção para quem preferir.

O que fazer em Budapeste (Foto: Esse Mundo é Nosso)

| MEMORIAL DOS SAPATOS

Bem próximo ao Parlamento, está o Memorial dos Sapatos. Localizado às margens do Rio Danúbio, o memorial faz uma homenagem aos judeus que morreram baleados e tiveram seus corpos jogados no rio durante a Segunda Guerra Mundial.

O que fazer em Budapeste (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Mas por que os sapatos? Naquela época, ter um sapato significava muito. Era um item valioso. Por isso, os judeus tinham que tirá-los antes de serem baleados.

 

| CASA DO TERROR

Casa do Terror é um dos principais museus de Budapeste e um memorial às vítimas húngaras da Segunda Guerra Mundial. É um dos lugares mais tristes e pesados da cidade e vale a pena para conhecer de perto a história sofrida do povo deste país. Além disso, o prédio serviu como centro de tortura para diversas pessoas.

O que fazer em Budapeste (Foto: Esse Mundo é Nosso)

 

| BAIRRO JUDEU – SZIMPLA KERT

O bairro judeu de Budapeste foi o local em que os judeus se abrigaram durante a Segunda Guerra Mundial. Atualmente, o bairro se tornou um dos mais modernos da cidade com lojinhas e bares descolados, além de muitos grafites pelos muros.

O que fazer em Budapeste (Foto: Esse Mundo é Nosso)

No bairro judeu, não deixe de ir ao Szimpla Kert, um dos bares mais legais que já fomos. Quando você entra, não dá pra imaginar o que tem dentro daquele galpão. São vários espaços com decoração moderna, música e gente de todo tipo. E sabe o que é melhor? Não é caro! Uma taça de vinho, por exemplo, custava 1,30 euro (preço de junho de 2018).

O que fazer em Budapeste (Foto: Esse Mundo é Nosso)

 

| SINAGOGA

Outra dica de o que fazer em Budapeste é ir à Sinagoga, a maior da Europa e uma das maiores do mundo com capacidade para cerca de 3 mil pessoas. Localizada no bairro judeu, o espaço serve também como um museu. Durante a Segunda Guerra Mundial, a sinagoga sofreu graves danos.

+ Encontre seu hotel na cidade com descontos de até 50%

 

| GOZSDU UDVAR (Boulevard com bares e restaurantes)

Um dos lugares mais divertidos de Budapeste, a Gozsdu Udvar é uma área do bairro do judeu com diversos bares e restaurantes locais e também internacionais. Por lá, encontramos boas opções de bares para tomar cerveja e vinho. Vale muito a pena ir pra lá no final da tarde e depois encerrar a noite em algum bar nas ruínas da cidade.

O que fazer em Budapeste (Foto: Esse Mundo é Nosso)

| THE BUDAPEST EYE

Pra quem gosta de roda gigante, em Budapeste também há uma Budapest Eye. Com ingressos a partir de 9 euros, dá para ter uma vista bonita da cidade lá de cima. No site oficial, tem mais informações. (End.: Budapest, Erzsébet tér, 1051 Hungary).

O que fazer em Budapeste (Foto: Esse Mundo é Nosso)

 

| RUA ANDRÁSSY

Andar à toa é umas das melhores dicas de o que fazer em Budapeste. Um dos lugares mais famosos da cidade para se fazer isso é a Rua Andrássy, é lá que estão construções históricas, como a Opera de Budapeste, e também com bela arquitetura, além de restaurantes estrelados e lojas famosas, como Dior e Armani.

Seguro pra Budapeste é obrigatório! Faça o seu com desconto
Nós sugerimos que você faça a cotação online do seguro obrigatório pela Seguros Promo, que é um buscador que encontra os melhores preços em diversas agências. Use o cupom ESSEMUNDOENOSSO5 e ganhe mais 5% de desconto.

 

| BUDAPEST NACYYASAR – MERCADO MUNICIPAL

Quando eu viajo, adoro conhecer o Mercado Municipal de cada cidade. O de Budapeste tem esse nome estranho pra gente (Nacyyasar), mas, além de muito bonito, tem diversas lojinhas com muita páprica, frutas, legumes, verduras e muito mais.

O que fazer em Budapeste (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Além disso, no segundo andar há barraquinhas de souvernirs e alguns restaurantes que vendem os famosos langos. Só que eles estavam tão cheios quando fomos (mas CHEIOS mesmo) que mal conseguimos ver o cardápio. De todo jeito, valeu a pena o passeio pelo mercado em si.

+ Encontre seu hotel na cidade com descontos de até 50%

| ILHA MARGARIDA

Localizada no meio do Rio Danúbio, a Ilha Margarida é um parque cheio de atrações com área de lazer, prática de esportes, show de fontes, bares e restaurantes. Nós aproveitamos para beber alguma coisa e relaxar um pouco no parque. Valeu a pena.

O que fazer em Budapeste (Foto: Esse Mundo é Nosso)

 

| OPERA METRO

Parece até engraçado colocar um metrô numa lista com o que fazer em Budapeste, né? O metrô da cidade é o segundo mais antigo do mundo (de 1896), perdendo apenas para o de Londres, mas o mais legal é que algumas estações, como a Opera (Linha 1 Amarela), têm até hoje os aspectos de antigamente e possuem trens bem pequenos inclusive.

O que fazer em Budapeste (Foto: Esse Mundo é Nosso)

O que fazer em Budapeste (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Ficou com alguma dúvida na nossa listinha com o que fazer em Budapeste? Deixe nos comentários!

Encontre o melhor preço no Seguro Viagem pra Europa!
Use o cupom ESSEMUNDOENOSSO5 e ganhe mais 5% de desconto

 

+ Encontre seu hotel na cidade com descontos de até 50%

+ Mais dicas da cidade
+ Melhor época pra viajar pra capital da Hungria
+ Veja quanto custa viajar pra lá
+ Como ir do aeroporto ao centro

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Adolfo Nomelini

Jornalista formado pela PUC-SP e pós graduado em Comunicação em Mídias Digitais, é apaixonado por música, coxinha, televisão, seus óculos e internet. Trabalha há 8 anos com conteúdo online e passa boa parte do tempo "jogando o corpo no mundo, andando por todos os cantos e, pela lei natural dos encontros, deixando e recebendo um tanto".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *