Qual moeda levar pra Argentina? Real, peso ou dólar?

Antes de embarcar fiquei muito em dúvida sobre qual moeda levar pra Argentina. Não sabia se era melhor levar dólares ou reais. Além de ter a possibilidade de já trocar o peso aqui no Brasil, né?

Por isso, neste post vamos dar todas as dicas sobre a moeda do país e o câmbio para evitar que você tenha prejuízo na sua viagem pra lá.

QUAL MOEDA LEVAR PRA ARGENTINA?

Antes de falar sobre o câmbio na Argentina, vamos falar sobre a moeda que circula no país.

Pesos argentinos: Qual moeda levar pra Argentina? (Foto: Pixabay)
Foto: Pixabay

| PESOS ARGENTINOS

A moeda que circula no país é o peso argentino. Quem acompanha o noticiário internacional, deve saber que a economia do país não é das melhores e que a inflação costuma ser bem alta.

Portanto, é muito difícil falar de preços na Argentina, já que o peso perde muito valor em pouco tempo. Por exemplo, uma coca pode custar 50 pesos agora e daqui um mês custar 60 pesos. Então, é mais fácil pensarmos em real ou em dólar para entender os preços no país. Mais adiante, farei um resumo dos preços que encontramos por lá.

Dito tudo isso, vamos falar sobre qual moeda levar pra Argentina.

| DEVO LEVAR PESOS?

Essa é a pergunta mais fácil de ser respondida! Praticamente nunca irá valer a pena comprar pesos no Brasil. As casas de câmbio daqui vendem a moeda argentina, mas quase sempre o valor é muito abaixo do oferecido no país vizinho.

Por exemplo, quando viajamos pra lá, em novembro de 2019, se eu tivesse comprado o peso no Brasil para levar pra Argentina, eu teria perdido 40% do valor. Um baita prejuízo. Por exemplo, se eu comprasse 1000 reais em pesos no Brasil e não na Argentina, teria um prejuízo de R$ 300 reais. Sim. Comprando na Argentina, os mesmos 1000 reais valeriam muito mais pesos.

Ou seja, a primeira coisa você já sabe: NÃO compre pesos no Brasil! Mas e agora? Levo real ou dólar então?

| DEVO LEVAR REAL OU DÓLAR PRA ARGENTINA?

Como já falamos por aqui, a economia na Argentina é bastante instável e a situação pode mudar de uma hora pra outra. Há bastante tempo, está sendo vantajoso levar real para trocar lá, mas o dólar tem uma ótima cotação também.

Dois lugares são muito úteis para acompanhar a cotação da moeda: o site do Banco de La Nación Argentina e o site do DolarHoy, que mostra a cotação em algumas casas de câmbio.

Para saber qual moeda está mais vantajosa no momento de sua viagem, é preciso fazer uma conta.

Veja quanto está valendo o dólar por aqui numa casa de câmbio (Por exemplo: US$ 1 = R$ 4,42). Depois, veja no site do Banco de La Nación Argentina e no DolarHoy quanto está valendo o real e o peso por lá. Lembre-se de ver quanto o dólar está sendo vendido na casa de câmbio e não o valor passado pela imprensa.

Pesos argentinos: Qual moeda levar pra Argentina (Foto: Pixabay)
Foto: Pixabay

Depois de anotar os valores, você terá que fazer a conta.

Vou dar um exemplo com os valores do dia que estou fazendo o post apenas para que você entenda e faça a conta com os valores atualizados.

US$ 1 no Brasil vale R$ 4,42 (com IOF)
US$ 1 na Argentina vale 57,75 pesos
R$ 1 na Argentina vale 13,20 pesos

FAÇA A CONTA

É preciso fazer a conta:

R$ 4,42 (valor de 1 dólar no Brasil) x 13,20 (valor de 1 real para o peso na Argentina) = 58,34 pesos
US$ 1 na Argentina = 57,75 pesos

Neste caso, vale mais a pena trocar reais do que dólares, já que o valor foi maior (58,34 pesos) do que o de US$ 1 (57,75 pesos).

A conta pode ser feita também de outra forma. Podemos dividir o valor dos pesos em dólar (US$ 1 = 57,75 pesos) pelo valor de US$ 1 em real (US$ 1 = R$ 4,42).

Ex.: 57,75 pesos dividido R$ 4,42 = 13,06 pesos, valor menor do que os 13,20 pesos que o Banco de La Nacion está pagando por real na data em que estou escrevendo este post.

Ou seja: Nesse momento, você precisa de R$ 4,42 para comprar US$ 1, que irá valer 57,75 pesos argentinos. Se você levar os mesmos R$ 4,42 e trocar direto por pesos, você terá 58,35 pesos. É mais vantajoso levar reais.

Parece pouco, mas faz diferença quando você pensa na quantia total de dinheiro que irá fazer o câmbio, sem contar que não terá o trabalho de fazer a troca no Brasil e depois refazer a troca lá.

Lembrando mais uma vez que estes valores são do dia que o post foi escrito e sofrem modificações diariamente. Para fazer a conta, entre no site do Banco de La Nación Argentina e no site da DolarHoy e veja os valores atualizados do câmbio.

| ENTÃO, VALE A PENA LEVAR REAIS?

Na maioria das vezes na hora de escolher qual moeda levar pra Argentina, o real sai na frente. Até porque é mais fácil do que ter que trocar o real por dólar aqui no Brasil para depois trocar o dólar por peso na Argentina.

| MUITOS LUGARES ACEITAM REAIS?

Em Buenos Aires, nós vimos algumas lojas e restaurantes mais turísticos aceitando reais. Não chegamos a usar o real diretamente como forma de pagamento, mas em alguns casos a cotação era até melhor do que na casa de câmbio.

Portanto, vale a pena andar com um pouco de real na carteira e sempre perguntar se aceitam a nossa moeda e qual o valor praticado.

Centro de Buenos Aires (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Buenos Aires (Foto: Esse Mundo é Nosso)

| ONDE TROCAR O DINHEIRO NO AEROPORTO

Agora que você já sabe qual moeda levar pra Argentina, vamos solucionar uma outra dúvida: onde trocar o dinheiro no aeroporto.

Trocar dinheiro no aeroporto nunca é a melhor saída, mas, no caso de Buenos Aires, no aeroporto de Ezeiza há uma agência do Banco de La Nación Argentina que pratica os mesmos valores na cidade. Veja bem, não é a melhor cotação que você encontrará na viagem, mas não fica muito longe das outras casas de câmbio localizadas no centro.

Não vale a pena trocar muito dinheiro justamente porque depois você encontrará valores melhores em outras casas de câmbio, mas para os primeiros gastos é uma saída.

Nós chegamos num domingo e a fila estava GIGANTE. Ficamos 1h30 esperando para conseguir trocar o nosso dinheiro. Estávamos com medo de não achar casa de câmbio aberta na cidade, já que era domingo, mas depois vimos que algumas abriam durante a tarde. Teria sido melhor pegar um Uber usando o cartão de crédito e depois trocar o dinheiro na rua do que ter perdido 1h30 na fila.

Mas como a gente não sabia se encontraria casa de câmbio aberta, achamos melhor não arriscar.

| CUIDADO COM AS NOTAS

Essa é uma dica bem importante: o Banco de La Nación Argentina é bem chato com as notas na hora de trocar. Eles não aceitam notas riscadas ou rasgadas. Guarde essas notas para trocar nas outras casas de câmbio.

Outra coisa, a burocracia para trocar dinheiro na Argentina é bem chata. Eles sempre exigem seu documento, como RG ou passaporte, e algumas vezes pedem informações pessoais como local de sua estadia ou telefone.

| ONDE TROCAR DINHEIRO EM BUENOS AIRES?

Em Buenos Aires, é bem fácil encontrar casas de câmbio. Há várias espalhadas pela Calle Florida e também pela Santa Fé. Vale a pena dar uma pesquisada porque o valor mudar bastante de uma para outra.

Casa de câmbio em Buenos Aires (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Casa de câmbio em Buenos Aires (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Não vou indicar nenhuma especificamente porque os valores mudam muito. A que trocamos um dia estava com o valor ruim no outro. Então, vale a pena andar um pouquinho para pesquisar.

Encontre o melhor preço no Seguro Viagem!
Use o cupom ESSEMUNDOENOSSO5 e ganhe mais 5% de desconto

| CÂMBIO PARALELO

Quando fomos para Buenos Aires em 2013, precisamos trocar o dinheiro em um câmbio paralelo, já que o país estava enfrentando uma grande crise. Atualmente, as casas de câmbio funcionam normalmente.

Enquanto você estiver andando pelo centro, vai ouvir muita gente oferecendo câmbio. Até fomos ver para saber como era. O valor era de R$ 1 para 15,20 pesos argentinos contra 14 pesos argentinos na casa de câmbio.

Como há o risco de pegar notas falsas, achamos mais prudente perdemos na cotação, mas garantirmos que o dinheiro fosse verdadeiro. Até porque o barato poderia sair caro.

| CARTÃO DE CRÉDITO

Na Argentina, vale a pena usar dinheiro em espécie. Chegamos a ir em lojas e restaurantes que davam desconto para quem pagasse em dinheiro. Em um deles, o desconto era de 15%. No caso do cartão de débito, os próprios argentinos precisamos mostrar um documento na hora de fazer o pagamento.

O cartão de crédito internacional vale apenas para pagar por reservas de hotéis, já que há o desconto de 21% de IVA (maior que os 6,38% do IOF) para turistas.

| PREÇOS NA ARGENTINA

Como eu disse, é bem difícil falar valores em pesos argentinos, já que a moeda muda muito com a alta inflação encontrada no país. Portanto, vou dar alguns exemplos arredondados para que vocês tenham uma noção de valores. Lembrando que eles podem mudar constantemente.

Almoço em Buenos Aires (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Almoço em Buenos Aires (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Metrô: cerca de R$ 1,40 a passagem
Uber do aeroporto até Palermo/Recoleta/Centro: De R$ 40 a R$ 70 dependendo do horário e do trânsito
Valor de um almoço/ jantar em um restaurante legal com entrada, prato principal e vinho para dois: R$ 100
Empanadas/Alfajor: De R$ 3 a R$ 4
Doce de leite La Sereníssima 400ml: R$ 7
Refrigerante de 500 ml no supermercado: De R$ 3 a R$ 4
Doce de leite pequeno Havanna: R$ 17
Caixa com 6 alfajores Havanna : R$ 25
Caixa com 12 alfajores Cachafaz: R$ 41
Jantar com show de tango: R$ 150

Lembrando mais uma vez que estes valores podem sofrer modificações diariamente.

| RESUMO

Lembre-se então que NUNCA vale a pena comprar pesos argentinos no Brasil. O ideal é levar reais ou dólares de acordo com a cotação da época que você for viajar pra Argentina.

Ficou com alguma sobre qual moeda levar pra Argentina? Deixe nos comentários!

| SEGURO VIAGEM COM DESCONTO PRA ARGENTINA

Não esqueça de fazer seu seguro viagem pra Argentina. É muito importante e pode salvar uma viagem. O Rafa, por exemplo, quebrou a coluna esquiando no Chile e precisou ser transferido de helicóptero do Valle Nevado a Santiago. Imaginem se não tivesse feito o seguro.

A nossa dica é entrar no site da Seguros Promo, que funciona como uma comparadora de seguros, e fazer a sua cotação. No momento de fechar a compra, use o nosso cupom ESSEMUNDOENOSSO5 e ganhe 5% de desconto. Se tiver com bastante antecedência da viagem, escolha pagar via boleto e ganhe mais 5% de desconto.

+ Veja todos os nossos posts do destino
+ Dicas de Buenos Aires: O que é bom saber antes de ir
+ Quando ir pro país
+ Quantas garrafas de vinho posso trazer de lá?
+ Uber em Buenos Aires é seguro?
+ Onde comer na cidade: Dicas de restaurantes
+ Imigração: Como é a entrada no país

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Adolfo Nomelini

Jornalista formado pela PUC-SP e pós graduado em Comunicação em Mídias Digitais, é apaixonado por música, coxinha, televisão, seus óculos e internet. Trabalha há 8 anos com conteúdo online e passa boa parte do tempo "jogando o corpo no mundo, andando por todos os cantos e, pela lei natural dos encontros, deixando e recebendo um tanto".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *