Se você está à procura de o que fazer em Buenos Aires, não deixe de ler este post. Já fomos algumas vezes pra cidade e vamos falar aqui o que é realmente imperdível para você colocar no seu roteiro.

Atrações turísticas, monumentos históricos, ótima gastronomia, museus, show de tango, futebol… A capital da Argentina é uma cidade que agrada a vários tipos de turistas.

Para ajudar na organização da sua viagem, veja as nossas dicas do que fazer em Buenos divididas por regiões da cidade. Só dividimos por áreas para ficar mais fácil para a sua localização.

O QUE FAZER EM BUENOS AIRES

Antes de darmos as dicas, vale lembrar que tudo aqui é apenas uma sugestão. Você não precisa seguir esta ordem. Só juntamos as atrações mais próximas para ficar mais fácil a localização. Faça tudo no seu ritmo. Não esqueça que você está de férias e não precisa ficar correndo!

O que fazer em Buenos Aires (Foto: Esse Mundo é Nosso)

O QUE FAZER NO CENTRO DE BUENOS AIRES

OBELISCO E TEATRO COLÓN

O centro de Buenos Aires possui muitas atrações históricas. Se essa é sua primeira vez na cidade, você provavelmente irá querer ver de perto o Obelisco, monumento inaugurado em 1936, que fica localizado no cruzamento entre as avenidas 9 de Julio e Corrientes.

Aliás, os argentinos gostam de afirmar que a 9 de Julio é uma das avenidas mais largas do mundo. Você terá certeza disso quando for atravessar a rua kkkk.

O que fazer em Buenos Aires: Av. 9 de Julio (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Av. 9 de julio (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Várias estações de metrô ficam ao redor do Obelisco, mas a mais próxima é a Carlos Pellegrini (Linha B). Tem também a 9 de Julio (Linha D) e a Diagonal Norte (Linha C).

Perto do Obelisco está o Teatro Colón (End.: Cerrito 628), inaugurado em 1908. O teatro é lindo e possui tours guiados para quem quiser conhecê-lo por dentro. No site tem todas as informações. O metrô mais próximo é o Tribunales (Linha D).

O que fazer em Buenos Aires: Teatro Colón (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Teatro Colón (Foto: Esse Mundo é Nosso)

MIRANTE PARA VER O OBELISCO

Um dos lugares mais legais para ver o Obelisco e tirar fotos é o Tickets Buenos Aires (veja informações no site). Pra quem já foi pra Nova York, é o mesmo estilo do TKTS na Times Square. Uma arquibancada com bilheterias que vendem ingressos mais baratos para as próximas sessões das peças de teatro.

Vista do Obelisco (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Vista do Obelisco (Foto: Esse Mundo é Nosso)

O legal é que daqui se tem uma vista linda do Obelisco e da Av. 9 de Julho. Fica localizado na Diagonal Norte com a Cerrito.

CALLE FLORIDA

A cerca de 10 minutos andando do Teatro Colón, estão as Galerias Pacífico, na Calle Florida. Um shopping lindo e cheio de lojas de marcas famosas numa construção de 1889. Ele fica localizado na Calle Florida.

O que fazer em Buenos Aires: Galerias Pacífico (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Galerias Pacífico (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Uma boa dica pra quem quiser curtir um belo e autêntico show de tango é que dentro das Galerias Pacífico está o Centro Cultural Borges. Lá, há um teatro com apresentações de tango todas as noites com ingressos a um valor bem ok.

Esta rua possui diversas casas de câmbio, “kioskos” que são lojinhas de conveniência, ótimos para comprar alfajores e chocolates, além de lojas famosas como a Zara e a Falabella.

As estações de metrô mais próximas são a Lavalle (Linha C) e a Florida (Linha B).

PLAZA DE MAYO: CASA ROSADA E MAIS

Ainda no centro da cidade, não deixe de ir até a Plaza de Mayo, a praça mais importante de Buenos Aires. Ela foi cenário de diversas revoluções, protestos e onde se encontram desde os anos 70 as mães de Mayo, com fotos dos filhos desaparecidos durante a Ditadura Militar.

Logo ali, está a Casa Rosada, local de trabalho do presidente do país. Antigamente, era possível visitar uma área do local, mas atualmente está fechada. De toda forma, vale a pena entrar no site para confirmar.

Casa Rosada (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Casa Rosada (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Bem pertinho, fica a Catedral Metropolitana de Buenos Aires, que é linda. O Papa Francisco, quando era arcebispo da cidade, celebrava missas na catedral. Além da igreja, lá há um acervo com itens pessoais do Pontífice.

Ainda na região, aproveite para ver o Cabildo de Buenos Aires e a sede do Banco de la Nación Argentina.

Esta área da Plaza de Mayo possui muitas estações de metrô: Plazo de Mayo (linha A), Catedral (Linha D), Peru (Linha A) e Bolívar (Linha E).

Vale a pena aproveitar para dar uma passadinha depois no Café Tortoni (Av. de Mayo 825), um dos cafés mais antigos de Buenos Aires. No site tem mais informações. Fica a cerca de 10 minutos de caminhada da Catedral até lá. Se quiser ir de metrô a estação mais próxima é a Piedras (Linha A).

CONGRESSO

Para encerrar o tour pelo centro da cidade, se estiver disposto, ande até a Plaza del Congresso, onde fica o Palácio do Congresso da Argentina, uma construção muito linda. A estação de metrô mais próxima é a Congreso (Linha A).

RESTAURANTE

Uma dica de restaurante perto do Obelisco é o tradicional Revire (Av. Corrientes, 1124), que tem empanadas e muita carne. Para quem quer pizza ou empanadas, não deixe de ir à Pizzeria Güerrin (Av. Corrientes, 1368). No centro e também em outras regiões, há a 1810, com excelentes empanadas.

HOSPEDAGEM NO MICROCENTRO

Muita gente gosta de ficar hospedado na região do Microcentro. Embora eu prefira outros bairros, como Palermo e Recoleta, nesta região também é possível encontrar boas opções de hospedagem.

PUERTO MADERO

Seguindo nossas dicas de o que fazer em Buenos Aires, pertinho do centro está o Puerto Madero, uma área portuária que foi totalmente revitalizada nos últimos anos e é hoje um dos bairros mais modernos da cidade.

PUENTE DE LA MUJER E FRAGATA

A Puente de la Mujer é linda e muito fotogênica com as prédios modernos atrás. Aliás, alguns hotéis de rede ficam por ali. Não deixe também de ir a Sarmiento (veja mais informações no site), um museu bem baratinho em uma fragata que rodou o mundo durante as guerras.

Puente de la Mujer (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Puente de la Mujer (Foto: Esse Mundo é Nosso)

CASSINO

Em Puerto Madero há um cassino muito divertido que fica dentro de um navio. Só que ele não tão é perto de outras atrações (cerca de 2 km da Puente de la Mujer, mais próximo de San Telmo). Portanto, para ir a pé fica um pouco cansativo. Se sobrar tempo, vale a pena dar uma passada por lá! Quem sabe você não volta pro hotel com mais pesos, né? (Estou me segurando pra não fazer um trocadilho com peso em quilos kkkk)

Cassino de Buenos Aires (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Cassino de Buenos Aires (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Vale a pena andar pela região de Puerto Madero, mais perto da ponte, para aproveitar os bares e restaurantes.

Em Puerto Madero, não há metrô. Mas da Casa Rosada até lá, dá para ir andando. A caminhada dura cerca de 15 minutos.

HOSPEDAGEM EM PUERTO MADERO

Pra quem gosta de ficar em grandes hotéis, Puerto Madero é uma boa opção. Embora não tenha metrô, está bem perto do centro. Eu, sinceramente, prefiro outros bairros como Recoleta e Palermo, mas é possível encontrar excelentes opções de hospedagem por aqui também.

LA BOCA E CAMINITO

Outra região muito famosa de Buenos Aires é La Boca. O bairro é conhecido por ser o local onde está o Caminito. Sabe aqueles casas coloridas que estão em vários cartões-postais da cidade? Estão aqui.

O que fazer em  Buenos Aires: Caminito (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Caminito (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Além disso, o bairro é famoso por ser a sede do Boca Juniors. E, claro, é lá que está o La Bombonera, estádio oficial do time.

Se você gosta de futebol, o La Bombonera tem museu e visita guiada (veja aqui as opções).

La Bombonera (Foto: Esse Mundo é Nosso)
La Bombonera (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Vale a pena andar pelas ruas enquanto os dançarinos de tango fazem suas apresentações entre as barraquinhas de arte. Uma dica: vimos vários restaurantes lá aceitando real brasileiro com cotação melhor do que na casa de câmbio. Portanto, vale a pena andar com um pouco da nossa moeda na carteira.

O que fazer em Buenos Aires: Caminito (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Caminito (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Como não há metrô na região, o ideal é ir de Uber. Há também opções de ônibus.

RESTAURANTE

Não é um dos bairros mais bonitos e seguros de Buenos Aires, mas o Caminito vale a visita. Além disso, tem muita influência dos imigrantes italianos. A gente, inclusive, almoçou em um restaurante muito bom chamado Il Matterello (Martín Rodríguez 517).

+ Qual moeda levar pra cidade: Reais, pesos ou dólares?
+ Uber funciona por lá? Nossas dicas

SAN TELMO

Antes de qualquer coisa, tente ir a San Telmo num domingo. Embora o bairro tenha sempre suas atrações, a famosa Feira de San Telmo só acontece especificamente neste dia da semana.

Feira de San Telmo em Buenos Aires (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Feira de San Telmo em Buenos Aires (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Embora fique cheio, é divertido andar pelas barraquinhas de antiguidades e se deparar com brinquedos, utensílios domésticos, fotos de Evita Perón e até LP’s de Carlos Gardel. A feira acontece na Calle Defensa.

A estação de metrô mais próxima é a Independencia (Linhas C e E) e caminhar por cerca de 10 minutos.

MERCADO DE SAN TELMO

Ainda no bairro, não deixe de ir ao Mercado de San Telmo (Bolívar 970). Aos domingos fica lotado. Se der, tente ir num dia de semana para conseguir provar um pouco da gastronomia do lugar e andar pelas lojinhas. É imperdível.

Mercado de San Telmo (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Mercado de San Telmo (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Na Praça Dorrego há sempre bailarinos dançando. Olha sò: eu fui em 2010, em 2013 e em 2019. Nas três ocasiões o mesmo casal de senhores estava dançando tango neste mesmo lugar.

CASA MÍNIMA

Perto da feira, está a Casa Mínima (Calle San Lorenzo 380), a casa mais estreita de Buenos Aires com apenas 2,5 m de largura. É possível fazer um tour guiado por lá.

ESTÁTUA DA MAFALDA

Ainda no bairro, há o famoso banco com a estátua da Mafalda (Calle Defensa com a Chile). Nesta região também fica o prédio em que Quino, criador da personagem morava. Prepare-se para enfrentar uma certa fila para tirar a famosa foto (principalmente se for num domingo).

O que fazer em Buenos AIres: Estátua da Mafalda (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Mafalda (Foto: Esse Mundo é Nosso)

RESTAURANTES

Uma dica de restaurante muito legal na região é o Nápoles (Av. Caseros 449). Por si só já é uma atração por sua decoração cheia de antiguidades. Outra sugestão é o Hierbabuena (Av. Caseros, 454), de comida natural.

Achamos o La Brigada meio pega turista, mas vale a visita se estiver por perto (Estados Unidos, 465).

RECOLETA

Nossas dicas de o que fazer em Buenos Aires continuam por Recoleta. O bairro é bem residencial, mas possui um charme único, além de diversas atrações.

Recoleta (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Recoleta (Foto: Esse Mundo é Nosso)

CEMITÉRIO

O ponto turístico mais famoso é o Cemitério de Recoleta (Junín 1760), onde está o túmulo de Evita Perón. Ao lado, está o Centro Cultural Recoleta. Bem pertinho dali também há um Hard Rock Café.

O que fazer em Buenos Aires: Cemitério de Recoleta (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Cemitério de Recoleta (Foto: Esse Mundo é Nosso)

FEIRINHA

Aos finais de semana, bem ali em frente acontece uma feirinha de artesanato. Lembro que comi um pão recheado muito bom em uma das barraquinhas desta feira quando fui pela primeira vez em 2010.

SHOPPING

Quando fomos em 2019, a chuva nos pegou no meio do cemitério. Tivemos que ir correndo para a Freddo, que fica do outro lado da rua. Depois, seguimos até o Recoletta Mall, que é um shopping bem bonito e que é uma boa pedida para esperar a chuva passar.

A estação de metrõ mais próxima é a Las Heras (Linha H).

FLORALIS GENÉRICA E MUSEU BELAS ARTES

No bairro também está a Floralis Genérica, aquela Flor Metálica que abre e fecha de acordo com o tempo e o horário. Na verdade, abria e fechava, já que atualmente ela não está funcionando.

Floralis Genérica em Buenos Aires (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Floralis Genérica em Buenos Aires (Foto: Esse Mundo é Nosso)

De toda forma, vale a pena ir até lá para tirar fotos e ver de perto. A estação de metrô mais próxima é a Facultad de Derecho (Linha H). Na mesma região, está o Museu Nacional de Belas Artes (Av. del Libertador 1473).

+ Câmbio: Onde trocar dinheiro na cidade
+ Imigração na Argentina: O que saber antes de ir

EL ATENEO

Uma atração imperdível na região é El Ateneo (Av. Santa Fe 1860), uma livraria linda que fica onde funcionou um teatro em que nomes como Carlos Gardel se apresentaram. Até hoje mantém a estrutura. Fica a cerca de 15 minutos andando do cemitério.

O que fazer em Buenos Aires: El Ateneo (Foto: Esse Mundo é Nosso)
El Ateneo (Foto: Esse Mundo é Nosso)

RESTAURANTES

Em Recoleta, há boas opções de restaurantes, como El Sanjuanino (Posadas, 1515), ótimo para comer empanadas boas e baratas e carnes. Um clássico para quem gosta de carne, mas mais caro, é o Fervor (Posada, 1519).

Tem também um lugar chamado La Recova de Posadas (Posadas, 1069), em Retiro, com opções de restaurantes embaixo de um viaduto, como o Figata, o Sorrento, o Sushi Club e o Piegari Carnes.

Pra quem quiser empanadas boas, uma sugestão na região de Retiro, que fica perto de Recoleta: Costumbres Criollas (End.: Esmeralda, 1392).

HOSPEDAGEM EM RECOLETA

Recoleta é um dos bairros mais indicados para se hospedar em Buenos Aires. O bom é que, além de ter metrô, ele fica perto do centro e de Palermo. A gente se hospedou no Arc Arenales Studios e Suites, muito bem localizado.

PALERMO

Palermo é um dos nossos bairros favoritos de Buenos Aires. Ele tem várias subdivisões, mas as mais famosas são: Palermo Soho e Palermo Hollywood.

Palermo (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Palermo (Foto: Esse Mundo é Nosso)

A região é cheia de bares e restaurantes. Em Palermo Soho, não deixe de ir à Plaza Cortazar, onde estão alguns bares. Vale andar pela região apenas para ver as lojinhas e os muitos grafites. Já em Palermo Hollywood, os bares ficam na Flitz Roy e na Humboldt.

Se quiser fazer compras, o Distrito Arcos (Godoy Cruz, 2400) é um outlet principalmente com lojas da Argentina.

Vale a pena fazer uma visita ao MALBA (Museu (Museu de Arte Latinoamericana), onde está a obra Abaporu, de Tarsila do Amaral (Av. Pres. Figueroa Alcorta 3415).

El Rosedal em Buenos Aires (Foto; Esse Mundo é Nosso)

O bairro também é conhecido pelos Bosques de Palermo. Se você gosta de parques, inclua na sua visita El Rosedal, que tem rosas lindas e o Ecoparque. A estação mais próxima do metrô é a Plaza Italia (Linha D). O Jardim Japonês também está próximo e vale a visita.

RESTAURANTES

O que fazer em Buenos Aires? Comer bem! Ainda mais em Palermo, né? Alguns dos melhores restaurantes que visitamos na cidade ficam em Palermo: o Perón Perón (Carranza, 2225) e o Las Cabras (Fitz Roy, 1795). O La Cabrera também é muito famosos (Cabrera, 5099 | Cabrera, 5127).

Pra quem quiser comer uma milanesa honesta, a dica é o Antwerpien (Serrano, 1551).

Aproveite e veja o post completo que a gente fez com diversas dicas de restaurantes na cidade.

HOSPEDAGEM EM PALERMO

Sem dúvidas, Palermo é um dos nossos bairros favoritos para se hospedar em Buenos Aires, assim como Recoleta. São muitas opções de hotéis, pousadas e apartamentos com ótimos preços.

BATE E VOLTA DE BUENOS AIRES

Se estiver com o tempo sobrando, vale a pena fazer bate e volta de Buenos Aires para Tigre ou para Colonia del Sacramento, no Uruguai.

Tigre, que fica a cerca de 1h de trem de Buenos Aires, tem passeio de barco e o parque de diversões De La Costa (veja antes no site do parque os dias em que ele abre caso você queira ir), além de ter lojinhas, restaurantes e cassino. Vale passar o dia por lá.

Tigre, na Argentina (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Colonia del Sacramento fica no Uruguai. Para chegar é preciso pegar um barco (buquebus) que pode levar de 1h a 2h dependendo do tipo de passagem. Acho até que vale a pena tentar unir em uma mesma viagem viagem Buenos Aires e o Uruguai.

Colonia del Sacramento (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Colonia del Sacramento (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Assim, dá para ir para Colonia e de lá viajar para Punta del Este e Montevidéu. Aproveite para ver as nossas dicas do país.

ONDE FICAR EM BUENOS AIRES

Buenos Aires tem excelentes opções de hospedagem. Os melhores bairros são: Palermo, Recoleta, Puerto Madero e centro.

A gente fez um post bem completo falando de cada uma das regiões.

SEGURO VIAGEM COM DESCONTO

Não viaje para a Argentina sem seu seguro viagem. Muita gente pensa que por ser uma viagem curta ou próxima do Brasil, não seja necessário fazer um seguro. Só que a gente nunca sabe quando irá precisar dele.

O Rafa, que faz o blog comigo, quebrou a coluna esquiando no Valle Nevado, no Chile. Imagina se ele não tivesse feito seguro? Precisou até de helicóptero para ser transferido para Santiago.

Nossa dica é usar a Seguros Promo, que funciona como um buscador dos melhores preços entre as seguradoras. Aliás, o valor cobrado pela Seguros Promo é muitas vezes menor do que o das próprias seguradoras.

Pra você pagar menos, é só entrar no site e no momento de finalizar a compra, use o cupom ESSEMUNDOENOSSO5 para ganhar 5% de desconto. Se escolher pagar via boleto, ganhará mais 5%.

Ficou com alguma dúvida sobre o que fazer em Buenos Aires? Deixe nos comentários!

+ Veja mais dicas do destino
+ Restaurantes: Listamos os melhores
+ Câmbio: Onde trocar a moeda
+ Melhores bairros pra se hospedar na cidade

Sobre o Autor
Adolfo Nomelini
Jornalista formado pela PUC-SP e pós graduado em Comunicação em Mídias Digitais, é apaixonado por música, coxinha, televisão, seus óculos e internet. Trabalha há 8 anos com conteúdo online e passa boa parte do tempo "jogando o corpo no mundo, andando por todos os cantos e, pela lei natural dos encontros, deixando e recebendo um tanto".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Reserve seu hotel aqui
Melhor preço para Seguro Viagem

Sobre Nós
Rafael Carvalho

Somos Adolfo Nomelini e Rafael Carvalho, dois jornalistas que trabalham com conteúdo digital há mais de 10 anos. Aqui você encontra nossas dicas de viagens pelo Brasil e o mundo.