O que fazer em Jericoacoara, no Ceará: Dicas e passeios

Não falta o que fazer em Jericoacoara, no Ceará. Embora seja uma vila, Jeri tem diversas atrações, que vão de lagoas, umas das mais bonitas do Brasil, a passeios de buggy e ótimos restaurantes.

Neste post, damos diversas dicas para você programar a sua viagem para um dos maiores paraísos do Brasil.

O QUE FAZER EM JERICOACOARA

| LAGOA DO PARAÍSO

Sabe aquela imagem das redes coloridas em uma água transparente? Esse lugar é real e se chama Lagoa do Paraíso. Acho que está explicado o motivo de começar com ela a lista com o que fazer e Jericoacoara, né?

O que fazer em Jericoacoara (Foto: Esse Mundo é Nosso)

A Lagoa do Paraíso tem água doce e tranquila e fica a cerca de 30 minutos da vila de Jeri, no município de Jipoca de Jericoacoara. O jeito mais fácil de chegar lá é ir indo de buggy ou de 4×4. Evite ir com veículo próprio. Se for, leve um guia junto e confirme se não há lama pelo caminho.

Na Lagoa do Paraíso há algumas barracas que colocam as tais redes na água, mas a mais famosa delas é a The Alchymist, onde está a famosa passarela que leva literalmente ao Paraíso.

O que fazer em Jericoacoara (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Geralmente, os guias deixam as pessoas neste beach club. Por isso, ele costuma ser bem cheio, além de caro. Para entrar é cobrada uma taxa de 20 reais (valor de dezembro de 2018), mas compensa pela estrutura. O cardápio também é bem caro.

+ Encontre seu hotel na região com desconto

Andando pela areia, é possível chegar até outras barracas, como a Sítio Nova Esperança e Paraíso Lagoon, menos instagramáveis e mais baratas. Aí vai do gosto de cada um. Eu, sinceramente, acho que vale a pena pelo menos conhecer a The Alchymist e depois, qualquer coisa, ir pra outra barraca para comer e beber sem gastar tanto.

A gente fez um post bem completo sobre a Lagoa do Paraíso, com detalhes sobre as barracas de praias e dicas de como chegar até lá. Vale a pena ler.

O que fazer em Jericoacoara (Foto: Esse Mundo é Nosso)

O jeito mais fácil de ir é fazendo o passeio de buggy. Converse com o seu bugueiro para tentar chegar antes de todo mundo. Se não, quando você pisar naquela areia o paraíso poderá estar um inferno de gente (não ia perder a chance de fazer esse trocadilho).

A gente fez o seguinte: fomos um dia com o passeio de buggy e no outro, como queríamos chegar bem cedo, pegamos o carro compartilhado que sai em vários horários da vila e para lá. Para voltar, sempre tem carros também disponíveis. É só se informar.

+ Quando ir: A melhor época para viajar pra lá
+ Onde ficar: Nossas dicas de hotéis e pousadas com descontos

| LAGOA AZUL

Não tão famosa quanto a Lagoa do Paraíso, a Lagoa Azul é outro ponto que vale a pena ser visitado em Jericoacoara. Entretanto, veja antes como está a situação dela. Se está cheia ou não e como está a cor da água.

Lagoa Azul em Jeri (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Quando o Rafa foi pela primeira vez, por exemplo, a lagoa estava linda. Quando eu fui, ela não estava tão incrível assim. Então, depende muito do ano.

Ela fica bem próxima da Lagoa do Paraíso, mas não tem a mesma estrutura. Quando fui, como estava bem seca, só tinha um bar funcionando e era bem mais ou menos. Acabei ficando bem pouco por lá. Mas lembre-se de perguntar como está a situação da água. Posso não ter tido sorte.

| PASSEIO DE BUGGY

Na lista com o que fazer em Jericoacoara não poderia faltar o passeio de buggy. Vale muito a pena tentar conhecer o lado oeste e lado leste do litoral. Além disso, há como fazer algum deles de quadriciclo, mas eu, sinceramente, acho bem perigoso.

Passeio de buggy em Jericoacoara (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Nós fizemos os dois passeios de buggy. Do lado oeste passa por Mangue Seco, tem a opção de ver os cavalos-marinhos e vai até Tatajuba, com paradas na Duna do Funil e na Lagoa da Torta. Nós fizemos um post e contamos todos os detalhes deste tour.

Agora, se você só puder optar por um dos passeios de buggy, escolha o do lado leste porque é ele que leva até a Lagoa do Paraíso e a Lagoa Azul. O tour passa pela Pedra Furada (o buggy chega até certo ponto e depois você anda até ela), pela Árvore da Preguiça e pelas lagoas. Quando fomos, como o tempo estava meio estranho, o bugueiro fez o roteiro de acordo com o sol. Se o tempo estiver bom, peça pra ele tentar chegar cedo na Lagoa do Paraíso para tentar pegá-la o mais vazia possível. Nós também fizemos um post contando detalhes deste tour também.

Uma terceira opção de passeio de buggy é para Barrinha, que passa pela praia de mesmo nome, que fica depois da Praia do Preá, e conhece a antiga vila que foi soterrada pelas dunas. A região também possui lindas dunas e lagoas.

+ Encontre seu hotel na região com desconto

| PEDRA FURADA

Provavelmente você irá passar pela Pedra Furada durante o tour de buggy pelo litoral leste, mas atente-se a isso para não deixá-la de lado. A Pedra é um dos cartões-postais de Jeri e dá até para chegar andando (cerca de 30 minutos a partir da vila). De Serrote, saem algumas charretes que levam os mais preguiçosos até lá.

Pedra Furada em Jericoacoara (Foto: Esse Mundo é Nosso)

| ÁRVORE DA PREGUIÇA

Você também irá passar pela Árvore da Preguiça durante o tour de buggy pelo lado leste. Se não passar, tudo bem. Não é nada de tão imperdível. É bonita e divertida, já que ela é uma árvore que cresceu deitada na areia da praia. Mas só vale a pena dar uma paradinha rápida mesmo durante o tour pelo lado leste.

Árvore da Preguiça (Foto: Esse Mundo é Nosso)

+ 15 coisas que é bom saber antes de viajar pra lá
+ Como escolher o seu hotel na região; dicas

| TATAJUBA

Já falamos de Tatajuba quando citamos o tour pelo lado oeste do litoral de Jeri, mas aqui vou falar mais sobre esse passeio.

O tour começa com uma parada para ver os cavalos-marinhos, que é paga à parte. Depois, passa pelos mangues da Praia de Guriú. Lá é bem bonito e ainda tem uns balanços.

Mangue seco em Guriú (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Em seguida, o tour passa por várias dunas (muita emoção!) até chegar nas lagoas de Tatajuba. Justamente por essas dunas, acho mais seguro ir de buggy do que de quadriciclo. Não são poucas as histórias de gente que já se machucou por lá.

O que fazer em Jericoacoara - Lagoas de Tatajuba (Foto: Esse Mundo é Nosso)

As lagoas variam de acordo com a quantidade de água, mas sempre terá alguma com redes coloridas, bar e tirolesa. É muito bonito e divertido.

+ Fizemos um post contando todos os detalhes deste tour.

| VILA DE JERICOACOARA

Na listinha com o que fazer em Jericoacoara não poderia faltar andar sem compromisso pela vila. Como durante o dia, a maioria das pessoas está em passeios fora da vila, é durante a noite que ela fica cheia e animada. Aproveite para andar sem rumo pelos becos, incluindo o Beco das Flores e do Forró, entrar nas lojinhas, conferir os produtos das barraquinhas, experimentar as dezenas de opções de bebidas e comer nos restaurantes deliciosos. Aliás, já que falamos disso, vamos a um tópico dedicado apenas aos restaurantes…

O que fazer em Jericoacoara (Foto: Esse Mundo é Nosso)
O que fazer em Jericoacoara - Beco das Flores (Foto: Esse Mundo é Nosso)

+ Taxa de turismo: Como pagar pela internet
+ 10 fotos que vão te convencer a ir pra lá

| BONS RESTAURANTES

Confesso que a última que eu pensei quando fui pra Jeri era de que encontraria bons restaurantes por lá. E não é que me surpreendi? São vários, entre eles, o Freddyssimo, com ótimos antepastos, o Bistrôgonoff, que, além de strogonoff, tem um camarão com catupiry incrível, e o Na Casa Dela, que tem um bobó incrível.

Na Casa Dela - Jericoacoara (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Essas são apenas alguns deles. A verdade é que são muitos restaurantes bons em Jeri, por isso, fizemos uma lista com vários deles para todos os gostos e bolsos.

Restaurante Freddyssimo (Foto: Esse Mundo é Nosso)

| FORRÓ À NOITE

Um clássico que não pode faltar na lista com o que fazer em Jericoacoara é o forrozinho à noite. Ele acontece sempre no Dona Amélia. O restaurante tem música ao vivo e muito forró ao ar livre. É uma delícia. Não precisa pagar para entrar. Aproveite para comer uma moqueca de peixe com camarão. Estava muito boa.

Forró da Dona Amélia (Foto: Esse Mundo é Nosso)

End.: R. do Forró, 440

+ Encontre seu hotel na região com desconto

| DUNA DO PÔR DO SOL

Se tem um lugar imperdível em Jeri, além das lagoas, esse lugar é a Duna do Pôr do Sol, que fica pertinho da vila. Inclua isso na sua listinha com o que fazer em Jericoacoara, pofavô!

Duna do Pôr do Sol (Foto: Esse Mundo é Nosso)

É engraçado! Chegando perto da hora do pôr do sol, você vai ver uma multidão seguindo em direção à duna, que fica a uns dez minutos de caminhada da praia principal. É muita gente! Mas tem lugar pra todo mundo. Lá de cima, o pôr do sol é lindo e inesquecível.

+ Cinco passeios imperdíveis por lá; veja a lista

| PRAIAS

Outra dica de o que fazer em Jericoacoara é curtir uma bela praia, né? Ainda mais porque em Jeri dá para dividir os mergulhos entre águas salgadas e doces

PRAIAS DE ÁGUA DOCE

Além da Lagoa do Paraíso e da Lagoa Azul, há as lagoas de Tatajuba, no litoral oeste. Cheque sempre antes como está o nível da água para saber se vale a pena visitá-las. Quando fomos, estavam bem bonitas.

PRAIAS DE ÁGUA SALGADA

PRAIA PRINCIPAL

A Praia Principal, também conhecida como Praia de Jeri ou Praia da Vila, é a que tem o acesso mais fácil, já que, como o nome diz, está na vila de Jeri. Lá estão diversos bares e hotéis. Ela costuma ficar bem cheia aos finais de semana, mas como durante o dia as pessoas vão para os passeios, costuma ter sempre um lugarzinho.

O que fazer em Jericoacoara - Praia Principal (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Entre os hotéis que ficam bem de frente para o mar estão o Essenza, o Casa na Praia e o Casa de Areia. Não deixe de beber ou comer alguma coisas nos bares Dumundu e do Alexandre. Eles costumam ter música ao vivo e o pôr do sol é bem lindo por ali. O beach club mais famoso é o Club Ventos, que também tem música boa e cardápio variado.

PRAIA DO MALHADA

Seguindo em frente, à direita para quem olha para o mar, está a Praia da Malhada. Quase deserta, ela é muito frequentada pelos surfistas e praticantes de wind e kitesurf. A praia é bonita, tem algumas lagoas naturais, mas não possui estrutura.

Praia da Malhada (Foto: Esse Mundo é Nosso)

PRAIA DO PREÁ

Mais distante, já pertencente ao município de Cruz, está a Praia do Preá, que também é mais vazia e tem um lindo pôr do sol. A vila de pescadores tem mudado bastante e ganhado bons hotéis e restaurantes. Um deles é o Rancho do Peixe, onde o Rafa já se hospedou e gostou bastante.

Praia do Preá (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Fizemos um post bem completo dando detalhes das principais praias de Jericoacoara.

| PASSEIO A CAVALO

Pra quem gosta, é muito comum as pessoas andarem a cavalo em Jericoacoara. Dá pra cavalgar pelas praias ou ir até a Pedra Furada, por exemplo.

Pôr do sol (Foto: Esse Mundo é Nosso)

| ROTA DAS EMOÇÕES

Essa dica é pra quem tem bastante tempo na viagem. Vale muito a pena fazer a Rota das Emoções, que passa por São Luís, Lençóis Maranhenses, Delta do Parnaíba e Jericoacoara. Para isso, é preciso se preparar com calma e ter bastante calma para conseguir aproveitar todos os trechos.

| ONDE FICAR EM JERICOACOARA

Jericoacoara tem muitas opções de hospedagem, mas, na maioria das vezes, não costumam ser tão baratas. Mesmo assim, vale a pena dar uma avaliada com calma e escolher ficar na vila ou bem próximo dela. Isso irá facilitar a saída para passeios e também a ida aos bares, lojas e restaurantes à noite. A gente fez um post com diversas sugestões de hotéis e pousadas. Vale a pena dar uma lida.

Essenza Hotel - Jericoacoara (Foto: Divulgação/Booking)
Essenza Hotel – Jericoacoara (Foto: Divulgação/Booking)

Ficou com alguma dúvida ou tem mais alguma sugestão de o que fazer em Jericoacoara? Deixe nos comentários!

+ Todas as nossas dicas do destino
+ 5 passeios imperdíveis por lá
+ O que é bom saber antes de ir
+ Dicas de hospedagem testadas e aprovadas
+ Onde comer: Dicas de restaurantes
+ Quando ir: A melhor época pra curtir a região
+ Praias: Listamos as melhores

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Adolfo Nomelini

Jornalista formado pela PUC-SP e pós graduado em Comunicação em Mídias Digitais, é apaixonado por música, coxinha, televisão, seus óculos e internet. Trabalha há 8 anos com conteúdo online e passa boa parte do tempo "jogando o corpo no mundo, andando por todos os cantos e, pela lei natural dos encontros, deixando e recebendo um tanto".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *