Fernando de Noronha: Todas as dicas pra sua viagem

Fernando de Noronha é um destino dos sonhos. Não tem como não sair de lá apaixonado. A ilha, que fica no estado de Pernambuco, é hoje a única habitada do arquipélago também chamado de Fernando de Noronha.

Apesar de ser um paraíso, Noronha tem seu preço. Neste post, a gente vai dar todas as dicas pra quem quer planejar uma viagem pra lá: taxas, alimentação, preços, passeios, trilhas, como chegar e melhor época pra ir. Vamos responder todas as dúvidas que tivemos enquanto nos preparávamos para embarcar pra esta viagem inesquecível.

FERNANDO DE NORONHA: TODAS AS DICAS

Fernando de Noronha: Todas as dicas - Morro Dois Irmãos (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Morro Dois Irmãos (Foto: Esse Mundo é Nosso)

| ONDE ESTÁ LOCALIZADA?

Fernando de Noronha é um arquipélago de Pernambuco localizado no Oceano Atlântico a cerca de 545 km de Recife, capital do estado, e 360 km de Natal (RN).

| COMO CHEGAR EM FERNANDO DE NORONHA?

A única forma de um turista chegar em Fernando de Noronha é de avião. As duas companhias que operam na ilha são a Gol e a Azul. Elas têm voos diários saindo de Recife (Pernambuco). A Azul também tem voos que partem de Natal (Rio Grande do Norte), mas apenas duas vezes por semana. Os voos duram, em média 55 minutos e 1h.

Antigamente, alguns cruzeiros passavam por Fernando de Noronha, o que gerava mais problemas do que lucro para a ilha. Faz algum tempo que eles foram cancelados.

| DICA NO AVIÃO

Se você quer que a sua viagem seja especial ainda no avião, escolha sentar do lado esquerdo para ter uma vista incrível da janela: o morro Dois Irmãos. Aproveite para ver o post com todas as dicas de qual lugar escolher no avião.

Fernando de Noronha: Vista do avião
Vista da janela do avião (Foto: Esse Mundo é Nosso)

| FERNANDO DE NORONHA TEM FUSO HORÁRIO?

O relógio em Fernando de Noronha é 1h pra frente em relação ao horário de Brasília. Portanto, se seu voo sai de Recife às 14h, em Noronha já serão 15h. Veja nosso post com todos os detalhes do fuso.

| QUANTO TEMPO FICAR?

Fernando de Noronha não é uma grande ilha, mas tem diversas atrações. São muitas praias lindas, restaurantes legais, trilhas e passeios. Pra conseguir aproveitar com calma o ideal é ficar uma semana ou pelo menos cinco dias inteiros.

| VALE A PENA PEGAR TRANSFER DO AEROPORTO?

Não! O ideal é mesmo pegar um táxi na porta do aeroporto, que não fica tão longe do centro. A corrida de táxi deve variar entre R$ 23 e R$ 50. O transfer de ida e volta sai R$ 40 por pessoa (preço de outubro de 2019). Só que mesmo se for mais barato, não vale a pena porque ele irá parar em outros hotéis e também poderá parar na agência para oferecer outros passeios. E vamos falar a verdade, né? Quem vai pra Noronha já quer sair logo do avião e ir correndo pra praia.

Fernando de Noronha: Dicas - Táxi no aeroporto (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Táxi no aeroporto (Foto: Esse Mundo é Nosso)

| É UM DESTINO CARO?

Não dá para fingir que é barato, mas com planejamento é possível sim curtir Noronha. Como é uma ilha afastado do continente, os alimentos e as bebidas precisam chegar de navio, barco ou avião. Então, muitas vezes faltam itens em supermercados e restaurantes. Isso tudo encarece bastante o valor dos produtos e dos pratos.

Praia da Conceição em Fernando de Noronha (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Caminho pra Praia da Conceição (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Isso sem falar do valor das passagens, que costumam ter preço de viagem internacional. De São Paulo até lá, com conexão em Recife, as passagens de ida e volta costumam custar entre R$ 1000 e R$ 2000. Com sorte, é possível pegar alguma promoção ou comprar com milhas.

Hospedagem também não é um item muito barato na ilha, mas tem opções para todos os bolsos: de hostels e pousadas familiares a hotéis luxuosos cheio de celebridades. A gente vai falar mais sobre hotéis e pousadas num outro tópico, mas aproveite para encontrar algumas opções com desconto.

Praia do Sancho (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Praia do Sancho (Foto: Esse Mundo é Nosso)

| TAXA E INGRESSO

Já que estamos falando sobre valores, não podemos esquecer de incluir a taxa e o ingresso que precisamos pagar para ir até lá. São duas: a taxa de preservação ambiental (TPA), que é cobrada por dia de estadia, e o ingresso que dá acesso ao Parque Nacional Marinho, que também varia de acordo com a permanência.

Atualmente (outubro de 2019), a TPA custa a partir de R$ 73,52 por dia. Pra quem vai ficar 10 dias, por exemplo, o valor total sai por 10 dias saem por R$ 626,37. É possível pagar a taxa pela internet.

Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha (Foto: Esse Mundo é Nosso)

o valor do ingresso do Parque Nacional Marinho, que dá acesso a algumas praias, como a do Sancho, do Leão e Sueste, custará, a partir de novembro de 2019, R$ 106 para brasileiros e R$ 212 para estrangeiros e tem duração de 10 dias. Também dá para comprar pelo site.

A gente fez um post bem completo explicando tudo sobre as taxas.

| MAIS PREÇOS

Vamos falar de outros preços praticados em Fernando de Noronha para você programar a sua viagem pra lá. Alguns exemplos:

  • Cerveja long neck na praia: De R$ 15 a R$ 20
  • Porção de macaxeira ou batata frita: R$ 35
  • Refrigerante em lata em restaurantes e na praia: De R$ 8 a R$ 12
  • Guarda-sol e duas cadeiras na praia para o dia todo: De R$ 50 a R$ 60
  • Prato pra duas pessoas em restaurantes: De R$ 100 a R$ 200
  • Aluguel de snorkel: R$ 10
  • Aluguel de nadadeiras: R$ 10
  • Aluguel de colete salva vidas: R$ 10

opções mais baratas de restaurantes com pratos individuais por R$ 35, além de quilo (R$ 89,90) e “coma à vontade” (R$ 38,90). Mais abaixo tem um tópico sobre os restaurantes.

PREÇOS NOS SUPERMERCADOS

  • Refrigerante em lata: R$ 5
  • Refrigerante 2L: R$ 13
  • Água pequena: R$ 3
  • Água de 1,5L: R$ 6
  • Long neck Heineken e Budweiser: R$ 7
  • Lata de Budweiser: R$ 5
  • Lata de Skol: R$ 4
  • Quilo do pão: R$ 15
  • Doritos: R$ 9
  • Doritos pequeno: R$ 5
  • Bolacha Passatempo: R$ 5
  • 1 kg de limão: R$ 10
  • 1 kg de batata: R$ 12

PREÇOS DE PASSEIOS

Pegamos com demonstração, os valores cobrados pela Atalaia em 2019, mas os preços são bem parecidos e existem alguns combos que dão desconto. Aproveite para checar alguns deles no site.

Ilha tour: R$ 250
Passeio de barco: R$ 210
Mergulho de cilindro: R$ 530
Sub (barco com pranchinha): R$ 260
Canoa Havaiana: R$ 180

| QUAL A MELHOR ÉPOCA PRA IR?

A época chuvosa vai de abril a agosto. De agosto a fevereiro, é a temporada mais seca. Mesmo quando chove, costuma chover e depois abrir sol. Fomos em julho, e pegamos pouca chuva e bastante sol. Só que nessa época tem bastante lama. Então, prepare-se.

Viajamos pra lá também em setembro, e só pegamos sol. Quando nublava, pouco depois o tempo abria.

Fernando de Noronha: Dicas - Praia do Sancho
Praia do Sancho (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Pra quem quer mar calmo, o ideal é ir entre setembro e outubro. De dezembro a março, o mar fica mais agitado. Mas vale lembrar que ultimamente tudo pode acontecer em qualquer época do ano, né? Fomos em setembro e o mar estava cheio de ondas.

Feriados e férias escolares costumam deixar a ilha lotada e com preços mais altos, principalmente no Réveillon e no Carnaval.

A gente fez um post bem completo falando quando é a melhor época pra viajar pra lá.

| TEM MUITO PERRENGUE?

Embora para muitos Noronha seja um destino luxuoso, a ilha tem alguns pequenos perrengues “chiques” kkkk. Na verdade, não é uma viagem difícil, mas é preciso andar bastante, principalmente na Vila dos Remédios para descer até as praias e fazer algumas trilhas. Além disso, você provavelmente irá encarar a companhia de lagartixas e pererecas dentro do quarto. Tirando isso, é uma viagem bem tranquila. Nem mosquitos há praticamente.

| ONDE POSSO ME HOSPEDAR?

Fernando de Noronha não costuma ser um lugar muito barato para se hospedar. Entretanto, há opções para todos os gostos de bolsos, que vão de hostels e pousadas familiares até hotéis luxuosos frequentados por celebridades.

É difícil falar em valores porque eles mudam muito de acordo com a demanda e com a época do ano, mas vou listar aqui algumas pousadas e hotéis com bom custo-benefício. Se preferir, fizemos um post bem completo com várias dicas de hospedagem..

Dolphin Hotel em Fernando de Noronha (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Dolphin Hotel (Foto: Esse Mundo é Nosso)

A gente ficou no Dolphin Hotel, que fica a 5 minutos de ônibus da Vila dos Remédios e 10 minutos de caminhada do projeto Tamar. O hotel é ótimo, tem uma boa estrutura, piscina, bom café da manhã e ótimo atendimento. O ponto de ônibus fica na porta do Dolphin.

MAIS OPÇÕES

Na região da Vila dos Remédios, onde ficam alguns restaurantes e é perto da praia do Cachorro, estão a Pousada do Vale, Pousada da Germana e a Pousada Malibu. Na Floresta Nova, que também está próximo dessa região, ficam a Pousada Maria Bonita, conhecida por ter Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank como garotos-propaganda, o Beco de Noronha, a Pousada Alamoa e a Pousada Naiepe.

Outra pousada bem avaliadas é Lua Bela, que fica perto da praia da Conceição.

Perto do Dolphin, ou seja entre o Tamar e a Floresta Nova, estão as clássicas Pousada do Zé Maria e Pousada Morena. Mais perto do Tamar, ficam a Pousada Teju-Açu e a Pousada do Marcílio.

Próxima ao Sueste, fica a Pousada Maravilha, uma das mais famosas de Fernando de Noronha. Lá perto também está a Solar dos Ventos.

Como eu disse, é difícil falar em valores de diárias, já que variam muito de acordo com cada hotel e também com a época do ano. De toda forma, é possível encontrar diárias a partir de R$ 300 em pousadas mais simples e passar de R$ 1000 em hotéis melhores. Tem também algumas opções de hostels.

| O QUE TEM PRA FAZER?

Apesar de ser uma ilha pequena, há muito o que fazer em Fernando de Noronha. Além das praias, tem muitos passeios. Vamos falar dos principais:

ILHA TOUR

Muita gente diz que o Ilha Tour não é um passeio imperdível, mas eu acho que vale muito a pena sim fazê-lo já no primeiro dia na ilha. Isso porque ele irá levar você até as principais praias, como Sancho, Cacimba do Padre e Leão, para ter uma visão geral de tudo e ainda termina com um belo pôr do sol no Forte do Boldró.

Cacimba do Padre em Noronha (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Cacimba do Padre (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Depois, você consegue saber quais foram os lugares que mais gostou e voltar com calma. As duas vezes que eu fui fiz e gostei bastante. Aliás, a gente fechou o passeio com a Atalaia. Aproveite para ver o valor e fechar pelo site deles. Peça para que o Tapyoca o acompanhe no tour, ele é um excelente guia.

Temos um post bem completo sobre o Ilha Tour com todas as informações do passeio.

PASSEIO DE BARCO

O passeio de barco vale a pena ser feito por um motivo especial: golfinhos. Sim! Esta é melhor forma de ver estes animais de perto. A chance disso acontecer é de mais de 99%. Eu fiz o passeios duas vezes e nas duas consegui ver os golfinhos.

Golfinhos em Fernando de Noronha (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Golfinhos durante o passeio de barco (Foto: Esse Mundo é Nosso)

O mais legal é que ele fica livre na natureza. Quando o barco passa, eles ficam nadando ao redor. É emocionante. Nós também fechamos o passeio com a Atalaia. Aproveite para ver o valor e fechar pelo site.

Além disso, o passeio para na praia do Sancho para mergulho. A gente também fez um post com todos os detalhes deste tour.

MERGULHO

Pra quem gosta, vale a pena fazer snorkel para ver peixes, tartarugas, arraias e até tubarões em diversas praias, como Sancho, Sueste, Porto e Baía dos Porcos. Tem também os passeios para fazer mergulho usando cilindro mesmo para quem nunca mergulhou antes. Veja nosso post contando como é mergulhar por lá.

Baía dos Porcos (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Baía dos Porcos (Foto: Esse Mundo é Nosso)

SUB

Outro passeio que está em alta é o Sub. O turista é puxado por um barco e através de uma pranchinha subaquática consegue mergulhar numa profundidade de até 4 metros.

A canoa havaiana também é uma ótima opção de passeio para quem quer avistar golfinhos.

TRILHAS

Fernando de Noronha também é ideal para curte fazer trilhas. As principais são:

NÃO PRECISAM DE AGENDAMENTO:

Forte S. J. do Sueste: 560 metros de distância – Leve – Sem área de banho
Leão: 230m – Leve – Com área de banho – Não precisa consultar tábua das marés
Farol: 500m – Difícil – Sem área de banho
Capim Açu: 5200m – Difícil – Com área de banho – Precisa consultar tábua das marés
Trilha do Vor: 300m – Leve – Sem área de banho
Golfinho: 942m – Leve – Sem área de banho
Sancho: 320m – Leve – Com área de banho – Não precisa consultar tábua das marés
Golfinho-Sancho: 1100m – Leve – Sem área de banho
Sancho – Mirante Dois Irmãos: 282m – Leve – Sem área de banho
Baía dos Porcos: 170m – Leve – Com área de banho – Precisa consultar tábua das marés

Baía dos Porcos em Noronha (Foto; Esse Mundo é Nosso)
Baía dos Porcos (Foto: Esse Mundo é Nosso)

NECESSITAM AGENDAMENTO:

Pontinha Pedra Alta: 3700m – Difícil – Com área de banho – Precisa consultar tábua das marés
Abreus: 1200m – Moderado – Com área de banho – Precisa consultar tábua das marés
Atalaia: 1500m – Moderado – Com área de banho – Precisa consultar tábua das marés
Morro São José: 500m – Difícil – Com área de banho – Precisa consultar tábua das marés

O agendamento pode ser feito no Projeto Tamar no dia da chegada.

PROJETO TAMAR

Vale a pena conhecer o Projeto Tamar em Fernando de Noronha e assistir a alguma palestra que acontece todas as noites por lá. Além disso, é legal perguntar sobre a captura das tartarugas e se não é época de desova.

Sobre a captura, eles pegam alguma tartaruga do mar para analisar e fazer a marcação do animal e depois devolvem. O legal é que os turistas podem acompanhar este trabalho de perto.

CENTRO HISTÓRICO

Algumas agências vendem a caminhada pelo centro histórico, mas eu, sinceramente, acho que vale mais a pena fazê-la sozinho. É fácil de andar e tudo fica bem pertinho. Vale fechar com agência quem quiser saber mais da história porque o guia irá contar detalhadamente. Na Vila dos Remédios estão a igreja, a praça, o Forte e o museu que conta a história da ilha.

Vila dos Remédios (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Centro histórico (Foto: Esse Mundo é Nosso)

PÔR DO SOL

Este é um momento muito especial em Fernando de Noronha. O pôr do sol é lindo demais em diversos lugares da ilha:

Pôr do sol no Boldró (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Pôr do sol no Forte do Boldró (Foto: Esse Mundo é Nosso)
  • Forte do Boldró: tem música ao vivo e bar (o Ilha Tour leva lá)
  • Praia do Bode: Tem praticamente a mesma vista do Boldró, mas com o Morro Dois Irmãos um pouco mais próximo e sem tanta muvuca, já que não tem bar.
  • Praia da Conceição: no Duda Rei tem música ao vivo
  • Bar do Meio: Também na Praia da Conceição, o bar tem música, mas é bem caro. Quando fomos, a consumação mínima pra quem quisesse ficar na área externa era de R$ 500. Vale a pena comprar uma cerveja e ficar na areia.
  • Forte N. S. dos Remédios: Foi reformado recentemente, tem uma linda vista do Pico e do Morro Dois Irmãos.
  • Cacimba do Padre: Dependendo da época do ano, o sol se põe perto do Morro Dois Irmãos.
  • Capela São Pedro: Lá de cima, há uma linda vista da ilha.

A gente fez um post bem completo com dicas de onde curtir o pôr do sol por lá.

| PRINCIPAIS PRAIAS

Fernando de Noronha tem praias incríveis (a gente já fez um post sobre isso), mas as principais são: Sancho, que já foi eleita várias vezes como a melhor do mundo, Baía dos Porcos, Cacimba do Padre, Bode, Boldró, Sueste, Porto, Cachorro, Meio, Conceição e,Leão.

Praia do Sancho (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Praia do Sancho (Foto: Esse Mundo é Nosso)

| TEM ESTRUTURA NAS PRAIAS?

A maioria das praias não tem muita estrutura. A Praia do Sancho, por exemplo, só possui uma lanchonete na entrada, que fica bem distante da praia. A Baía do Sueste tem um café no cantinho.

Bar do Meio na Praia da Conceição (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Bar do Meio na Praia da Conceição (Foto: Esse Mundo é Nosso)

As praias com melhor estrutura são as localizadas mais próximas da Vila dos Remédios: Cachorro, Meio e Conceição. A Baía dos Porcos não possui nem cadeiras ou guarda-sol. Já a Cacimba do Padre tem a opção de aluguel de cadeiras, mas as barracas ficam fora da praia. Já a Praia do Boldró tem o Bar do Gerson.

| COMO FAÇO PRA CIRCULAR?

Fernando de Noronha é uma ilha pequena. As formas mais fáceis de circular por lá é de ônibus, táxi ou buggy. A passagem de ônibus custa 5 reais (valor de outubro de 2019). Ele vai de um lado ao outro da BR. Então, é fácil ir para algumas praias de ônibus. Em alguns casos, é preciso descer na BR e fazer uma trilha. Então, sempre é bom checar antes pra ver se não vai ter que andar muito.

Ônibus em Fernando de Noronha (Foto: Esse Mundo é Nosso)

A outra opção é o táxi. Existe um número de telefone (81 – 3619-1314) para chamar o táxi de qualquer lugar que você esteja. Os preços variam entre R$ 30 e R$ 50 e é tabelado. À Noite, aos domingos e durante o mês de dezembro, os táxis cobram bandeira 2.

A gente dividiu bem os nossos dias entre ônibus e táxi e foi perfeito. Conseguimos fazer tudo o que queríamos sem alugar o buggy. Da outra vez que eu fui, eu aluguei e gostei bastante também. Mas acho meio chata a responsabilidade de dirigir, não poder beber e ficar preocupado com o caminho. Por isso, a gente preferiu o ônibus e o táxi.

A gente fez um post com todos os detalhes sobre ônibus, táxi e buggy.

| O QUE TEM PRA FAZER À NOITE?

Noronha não tem uma noite tão agitada. De vez em quando acontecem algumas festas e shows especiais, mas, normalmente, a grande atração da noite é o forró do Bar do Cachorro, que também toca outros ritmos.

| FERNANDO DE NORONHA: RESTAURANTES

Fernando de Noronha tem uma ótima gastronomia. São muitos restaurantes de vários estilos. A gente fez um post super completo falando dos principais deles, mas aqui vou resumir um pouco do que encontramos por lá.

Restaurante O Pico (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Restaurante O Pico (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Em geral, os preços dos pratos para dois custa de R$ 100 a R$ 200. Os pratos individuais saem por volta de R$ 70, mas é possível encontrar opções mais baratas também.

O Xica da Silva é um clássico de Noronha, tem ótimos pratos, como a moqueca (R$ 149 pra dois). Gostamos muito do Pico, comemos um risoto de camarão que estava sensacional (R$ 98 pra uma pessoa). No Zé Maria, optamos por não ir ao Festival Gastronômico (R$ 278,90 por pessoa). Fomos no restaurante à la carte e adoramos. Comemos um baião de 8, com camarão, peixe, mexilhão, lagosta, lula e polvo, que dá para até 3 pessoas (R$ 179,98).

Baião de oito no Zé Maria (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Baião de oito no Zé Maria (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Outras opções são o Varanda, o Tricolor, Cacimba, Mergulhão, Flamboyant e Empório São Miguel.

Pra quem quer economizar, o Jacaré tem buffet à vontade por R$ 38 e Valdênio possui pratos por R$ 35.

Lembrando que todos os preços citados neste post são de outubro de 2019.

| A INTERNET FUNCIONA?

Comparando com 2015, quando fui pela primeira vez, achei que a internet melhorou bastante, mas o sinal ainda é fraco, a internet é devagar e em muitas praias o celular não funciona. Então, é bom ir preparado para relaxar e fazer um pequeno detox.

| ACEITA CARTÃO? PRECISO LEVAR DINHEIRO?

A maioria dos lugares aceita cartão, inclusive para alugar cadeira e guarda-sol e comprar bebidas em algumas praias, como na Conceição. Além disso, praticamente todos os restaurantes e bares aceitam. É bom levar dinheiro para pagar o ônibus, o táxi e alguns lugares, como a Barraca das Gêmeas, na Cacimba do Padre, que só aceita dinheiro.

Na ilha há uma agência do Santander e outra do Bradesco, além de um caixa eletrônico 24h, que funciona para diversas bandeiras, no aeroporto. De toda forma, é bom levar uma certa quantia para não contar com a sorte. A gente publicou um post com tudo sobre bancos, uso de cartões e dinheiro na ilha.

| NOSSO ROTEIRO EM FERNANDO DE NORONHA

Nós ficamos por lá durante uma semana. Vou resumir aqui o que fizemos, lembrando que dá para incluir mergulhos nas praias e outros passeios também:

Dia 1 – Chegada às 16h | Jantar no Xica da Silva
Dia 2 – Ilha tour | Jantar no Flamboyant
Dia 3 – Praias do Cachorro, do Meio e Conceição | Pôr do sol no Bar do Meio | Jantar no Pico

Praia do Cachorro (Foto; Esse Mundo é Nosso)
Praia do Cachorro (Foto; Esse Mundo é Nosso)


Dia 4 – Cacimba do Padre e Baía dos Porcos | Pôr do sol no Forte N. S. dos Remédios | Jantar no Tricolor
Dia 5 – Passeio de barco para ver golfinhos | Praia do Cachorro e Boldró | Pôr do sol no Forte do Boldró | Jantar no Varanda

Buraco do Galego (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Buraco do Galego (Foto: Esse Mundo é Nosso)


Dia 6 – Buraco do Galego (Cachorro), Praia da Conceição | Pôr do Sol na Conceição | Jantar no Zé Maria

Fernando de Noronha: Dicas - Morro Dois Irmãos (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Morro Dois Irmãos (Foto: Esse Mundo é Nosso)


Dia 7 – Praia do Sancho e Mirante Dois Irmãos | Cacimba do Padre e Baía dos Porcos | Pôr do sol na Conceição | Jantar no Xica da Siva
Dia 8 – Praia da Conceição e do Cachorro | Voo ao meio-dia pra Recife

Precisa de mais dicas de Fernando de Noronha? Deixe nos comentários!

+ Todas os nossos posts do destino
+ Restaurantes: Listamos os melhores
+ Taxas: O que é preciso pagar
+ Ônibus, buggy e táxi: Como circular
+ Que assento escolher no avião?
+ O que fazer por lá: Atrações

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Adolfo Nomelini

Jornalista formado pela PUC-SP e pós graduado em Comunicação em Mídias Digitais, é apaixonado por música, coxinha, televisão, seus óculos e internet. Trabalha há 8 anos com conteúdo online e passa boa parte do tempo "jogando o corpo no mundo, andando por todos os cantos e, pela lei natural dos encontros, deixando e recebendo um tanto".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *